Entrevista com Mari Paraíba

Confira agora na integra a entrevista com a ponteira, Mari Paraíba, atleta do Minas Tênis Clube, campeã mundial dos Jogos Universitários,  competição disputada na China.

Z: Com quantos anos começou no vôlei?

M: Começei no volei com 8 ou 9 anos de idade

Z: Altura?

M: 1.80

Z: Idade?

M: 25

Z: Com quantos anos saiu de casa para seguir a carreira de jogadora?

M: Sai de casa aos 14 anos

Z: Passou por quais clubes?

M:Joguei no Osasco,São Caetano, Pinheiros, Mackenzie e atualmente no Minas Tênis Clube

Z: Teve influência de alguém para começar a carreira?

M: Tive influência da minha mãe

Z: Em que jogadoras você procura se inspirar?

M: Gosto muito da Logan Tom

Z: Já jogou contra alguma dessas “inspirações”?

M: Jogo contra todas da Seleção Brasileira na Superliga

Z: O que falta para você conseguir um lugar na seleção brasileira?

M: Não sei dizer o que falta, acho que altura (risos), sou baixa para os padrões de ponteira, mas vou fazendo a minha parte no meu clube, ganhando experiência a cada ano que passa e melhorando nos fundamentos.

Z: Planos de jogar fora do país?

M: Penso em jogar sim, se receber uma proposta boa, quem sabe?

Z: Você tem disputado as últimas Superligas, você tem reparado que o nível vem subindo ou descendo?

M: Acho que o nível vem subindo a cada ano, não tem mais times muitos fracos, que voce ganha fácil, hoje em dia se o time não jogar bem, você acaba perdendo para um time que é teoricamente inferior.

Z: Como você lida com as mudanças e viagens?

M: Já acostumei, acaba virando uma rotina, as mudanças quando acaba a Superliga, e as viagens temos que conviver com elas (risos), é cansativo mas faz parte do nosso trabalho.

Z: Você é conhecida como Mari Paraíba, possui algum outro apelido?

M: O pessoal do vôlei me chama de Paraíba, Mari… não tem muito nada de diferente.

Z: Acompanha outros esportes?

M: Gosto de assistir UFC e Futebol.

Z: Tentou a sorte em algum outro esporte, ou desde o começo preferiu o vôlei?

M: Minha mãe me colocava em tudo, fiz natação, handebol… Mas gostava mais do vôlei mesmo.

Z: Já passou por alguma situação engraçada dentro de quadra ou nos vestiários?

M: Uma situação engraçada foi na semi-final São Caetano e Unilever, que eu estava bloqueando a Joycinha e bem na hora que ela foi atacar ela tropeçou sozinha e caiu, mas foi muito engraçado todo mundo começou a rir no meio do jogo e ela super sem graça porque o jogo era de TV (risos) e nos vestiários é sempre bagunça mesmo!

Z: Como é seu relacionamento com os fãs?

M: Meu relacionamento é bom,sempre que posso dou atenção e respondo todos eles

Z: Possui Twitter e Facebook?

M: Tenho sim (Twitter e Facebook)

Z: Tem algum sonho?

Sonhos são tantos,estou realizando aos poucos …Mas me sinto feliz com o que faço.

Z: O Vôlei já é considerado o 2º esporte brasileiro, perdendo apenas para o futebol, você torce para que time de futebol?

M: Eu gosto do Cruzeiro

Z: Acredita que o Brasil tem jogadoras de nível para manter essa hegemonia mundial?

M: Acho que a Seleção Brasileira Feminina é muito pouco renovada, raramente tem uma Seleção Feminina B, esse ano que foi ter, mas acho que eles dão pouca oportunidade para jogadoras que realmente se destacam na Superliga, se preocupam muito com a altura hoje em dia, mas temos jogadoras boas com altura entre 1.80, mas que não são trabalhadas e utilizadas como deveriam.

Z: Qual é a realidade do vôlei no nordeste?O que falta para que o nordeste se torne referência nacional?

M: O vôlei no nordeste não tem incentivo, uma pena pra nós nordestinas que saímos de lá, mas não adianta o esporte lá é muito pouco valorizado. Acho que o nordeste é muito descriminado, talvez falte mais empenho da parte politica de divulgar mais a parte boa do nordeste,não só as partes ruins, e quanto ao esporte é a falta de investimento, ninguém investe no esporte do nordeste.

Z: Você é uma atleta que faz sucesso também pela sua beleza, como você lida com isso?

M: Pois é (risos), eu lido bem, levo numa boa, acho legal que me achem bonita, ainda mais por eu ser nordestina, mundo diz que no nordeste só tem mulher feia, fico feliz por além de tudo ainda ser paraibana (risos), sempre escuto: “Nossa mas de onde você é?” dai quando respondo Paraíba sempre vem o “Nossa, mas como assim? Na Paraíba tem mulher bonita?” Mas já aprendi a lidar com isso também, no começo ficava brava, mas agora nem ligo, tiro de letra! (risos).

Anúncios

Penapolense não sai do 0x0 no Tenentão

Neste domingo, o Penapolense entrou em campo com apenas uma missão, vencer o Noroeste e dar um passo importante rumo a classificação para a segunda fase da Copa Paulista, mas quem foi ao estádio Tenentão, não saiu satisfeito, o time não saiu de um empate em 0x0.

O time voltou ao G4, com 25 pontos, um a mais que o 5º colocado, Oeste, que volta a campo na próxima quarta feira, para enfrentar o Linense, em um jogo atrasado da 15ª rodada. 

A última rodada será no domingo, dia 2 de outubro, com todos os jogos às 10 horas da manhã. Os 3 times que disputam duas vagas são: Penapolense, Oeste e Noroeste, deste apenas o time de Penápolis joga fora de casa, contra o Grêmio Catanduvense, os outros dois pegam Santacruzense e XV de Jaú.

Ao Penapolense, resta torcer por uma vitória do Linense no meio de semana contra o Oeste e depois conseguir uma vitória fora de casa, para não depender de ninguém e garantir a classificação para a segunda fase, caso contrário, o time vai depender de uma zebra no fim de semana para conseguir a vaga na próxima fase. Já o Oeste, entra em campo hoje, em busca de uma vaga na próxima fase da Série D do Campeonato Brasileiro contra o Cianorte-PR, fora de casa.

Confira os resultados dessa 17ª rodada da Copa Paulista:

XV de Jaú 1×2 Oeste

Penapolense 0x0 Noroeste

Santacruzense 1×4 Linense 

Rio Preto 1×2 Inter de Bebedouro

 

Classificação depois de 17 rodadas:

1º Inter de Bebedouro – 35 pontos*

2º Linense – 29 pontos*

3º Noroeste – 26 pontos

4º Penapolense – 25 pontos

5º Oeste – 24 pontos

6º Rio Preto – 15 pontos

7º Santacruzense – 10 pontos

8º Catanduvense – 10 pontos

9º XV de Jaú – 7 pontos

 

* Linense e Inter de Bebedouro já garantiram vaga na segunda fase da Copa Paulista.

Penapolense busca o empate em Bebedouro

Jogando na tarde desta quarta-feira, o Penapolense foi até Bebedouro e “quase” trouxe os 3 pontos para Penápolis, o time ficou no empate, em 1×1, e ainda teve um gol anulado no fim do segundo tempo, o que seria a virada do time de Penápolis. 

O time terminou o 1º tempo perdendo por 1×0, mas no 2º tempo entrou com outra postura e conseguiu o empate com o Romário, e quase virou no finalzinho, com um gol que acabou anulado, do zagueiro Douglas.

Com o resultado, o time chegou a 24 pontos em 14 jogos, e agora tem um confronto direito no domingo, jogando no Tenentão, contra o Noroeste. Já a Inter de Bebedouro chegou a 32 pontos e já pensa na 2ª fase. 

Confira os resultados da 16ª rodada:

Inter de Bebedouro 1×1 Penapolense

Rio Preto 3×0 Santacruzense

Oeste 0x0 Noroeste

Linense 3×0 Catanduvense

 

Confira também a classificação do Grupo 1:

1º – Inter de Bebedouro – 32 pontos

2º – Linense – 26 pontos

3º – Noroeste – 25 pontos

4º – Penapolense – 24 pontos

5º – Oeste – 21 pontos

6º – Rio Preto – 15 pontos

7º – Santacruzense – 10 pontos

8º – Catanduvense – 10 pontos

9º – XV de Jaú – 7 pontos


 

 

Penapolense busca os 3 pontos contra a Inter de Bebedouro

Depois de um bom resultado atuando no “Tenentão”, o Penapolense, que voltou ao G4, vai até Bebedouro enfrentar a Inter, líder do grupo, que já está classificada para segunda fase da Copa Paulista.

O time de Penápolis busca os 3 pontos, que o colocaria em ótimas condições de classificação para a segunda fase, repetindo o feito do ano passado, quando o time foi mais longe do que o esperado, e acabou montando durante a Copa Paulista de 2010, o grupo que levou o título da Série A3 em 2011.

Do time que venceu a Santacruzense, no último domingo, alguns retornos estão garantindos, como: Santos, Biro e Perez; já Niander segue em dúvida com dores no calcanhar; as ausências são o lateral esquerdo Valmir, que ainda segue em tratamento e Rodrigo Biro que levou o 3º amarelo no último jogo.

O Penapolense entra em campo amanhã, em Bebedouro, no estádio Sócrates Stamato, às 15h00.

 

Confira os outros jogos da 16ª rodada, que acontecem amanhã: 

15h00 Rio Preto x Santacruzense

19h30 Oeste x Noroeste

20h00 Linense x Catanduvense

Pitacos da #SérieC

Deixando os processos extra-campo para depois, a Série C já definiu seus grupos que darão 4 vagas na Série B em 2012 e um detalhe interessante é que temos alguns clubes tradicionais buscando o acesso, como: o CRB-AL, Paysandu-PA, América-RN e outros times que estiveram na Série A nos últimos anos como: Brasiliense-DF e Ipatinga-MG. 

Mas o maior destaque da “Terceirona” fica para o futebol de Santa Catarina, que além de ter Avaí e Figueirense na Série A, e o Criciúma na Série B, pode ter ainda contar com Joinville e Chapecoense fazendo companhia ao tigre na Série B no próximo ano.

E outro fato que chama atenção é que não vemos nenhum time de SP entre os 8, o Santo André escapou do rebaixaimento (por enquanto), graças a pena apliacada ao Brasil de Pelotas-RS e o outro representante paulista, o Marília, foi goleado em casa pelo Macaé-RJ por 6×4 e acabou sendo rebaixado para a Série D em 2012.

Segue abaixo os grupos da segunda fase: 

Grupo E:  Paysandu-PA, Luverdense-MT*, América-RN e CRB-AL

Grupo F: Ipatinga-MG, Brasiliense-DF, Joinville-SC e Chapecoense-SC

* Luverdense-MT se classificou depois que o Rio Branco-AC perdeu todos seus pontos por problemas extra-campo, mas o Rio Branco ainda pode recorrer, recuperar os pontos e aí vaga vai para o time do Acre.

Confira os rebaixados para a Série D de 2012: Rio Branco-AC*, Campinense-PB, Marília-SP e Brasil de Pelotas-RS*

* Ainda cabe recurso e podem se livrar do rebaixamento, colocando em seus lugares: Santo André-SP e Araguaína-TO.

Pitacos da #SérieD

Este domingo foi decisivo na Série D, a última rodada da primeira fase definiu os classificados, e na maioria dos grupos deu a “lógica”. Destaques para Santa Cruz-PE e Juventude-RS, que até pouco tempo atrás estavam na Série A e hoje estão apenas nas Oitavas de Final da 4ª divisão.

Para o interior de São Paulo, os destaques são Oeste de Itápolis e Mirassol, que fizeram o “dever de casa” e garantiram vaga no mata-mata. No PR, o destaque foi o Cianorte, que fez um belo começo de campeonato e depois soube administrar a vantagem, já o Operário de Ponta Grossa fez “feio” e acordou tarde demais na competição, mesmo assim se despediu com uma vitória contra o Mirassol, em casa, por 3×0.

Vamos aos confrontos das Oitavas de Final:

Cuiabá-MT (1º- Grupo 1) x Sampaio Correa-MA (2.º Grupo 2)

Independente-PA (1º- Grupo 2) x Penarol-AM (2.º Grupo 1)

Santa Cruz-RN (1º- Grupo 3) x Treze-PB (2.º Grupo 4)

Coruripe-AL (1º- Grupo 4) x Santa Cruz-PE (2.º Grupo 3)

Tupi-MG (1º- Grupo 5) x Volta Redonda – (2.º Grupo 6)

Villa Nova-MG (1º- Grupo 6) x Itumbiara-GO (2.º Grupo 5)

Oeste (1º- Grupo 7) x Cianorte-PR (2.º Grupo 8)

Juventude (1º- Grupo 8) x Mirassol (2.º Grupo 7)

Façam suas apostas! 

Penapolense vence e volta ao G4

Com show de Felipe Alves, o Penapolense voltou ao G4 depois de bater a Santacruzense por 3×0, neste domingo, jogando no estádio Tenente Carriço. O jogo foi equilibrado, mas o meia fez a diferença, marcou duas vezes e ainda viu o atacante Fio, que voltava de suspensão, fazer o outro e dar números finais à partida. 

No 1º tempo, o jogo foi equilibrado e não saiu de um “chato” 0x0. No 2º tempo, Felipe Alves logo mostrou que a conversa no intervalo havia sido boa, e aos 4 minutos fez 1×0 para o Penapolense, depois disso, Fio fez o segundo aos 24 minutos e de novo ele, Felipe Alves, fez o terceiro aos 34 minutos, fechando o placar e colocando o CAP de volta ao G4 da Copa Paulista. 

Depois da 15ª rodada, a classificação é a seguinte:

1º Inter de Bebedouro – 31 pontos

2º Noroeste – 24 pontos

3º Linense – 23 pontos

4º Penapolense – 23 pontos

5º Oeste – 20 pontos

6º Rio Preto – 12 pontos

7º Santacruzense – 10 pontos

8º Catanduvense – 10 pontos

9º XV de Jaú – 7 pontos

 

O Penapolense entra em campo na próxima quarta feira contra o líder Inter de Bebedouro fora de casa, às 3 da tarde, em busca de uma vitória que pode colocar o CAP com um pé na segunda fase. Faltam ainda 3 rodadas, 2 jogos serão fora de casa (Inter de Bebedouro e Catanduvense) e apenas um em casa (Noroeste). O Penapolense possui boas chances de classificação e depende apenas de si para garantir a vaga na próxima fase.