“São Braz” faz milagres e para o Penapolense

Jogando na noite deste sábado, o Penapolense foi até Santa Cruz do Rio Pardo, enfrentar a equipe da casa, e conheceu a terceira derrota no campeonato. O placar apontou 3×2 para a Santacruzense, apesar do resultado, o placar só não foi outro, porque o goleiro Braz foi o destaque e salvou o time que continua na zona de rebaixamento.

O jogo começou aberto, com as duas equipes muito a vontade e partindo para o ataque desde o primeiro minuto, com a Santacruzense contando com o apoio da torcida para ir para cima do Penapolense. A primeira chance foi do Penapolense, depois de boa jogada pela direita, Luciano Gigante cruzou, Fio fez o corta luz e Guaru acertou a trave. Na sequencia, Ricardo fez uma boa defesa, evitando o primeiro gol da equipe da casa, na continuação do lance, Renan salvou e mandou para escanteio.

Aos 15 minutos de jogo, depois de um escanteio, o zagueiro desviou e Diogo Pereira fechou na segunda trave e fez 1×0 para a Santacruzense. Depois de um escanteio cobrado por Guaru, Perez subiu de cabeça e empatou o jogo, 1×1, aos 18 minutos deste primeiro tempo. Os times continuaram atacando, criando boas chances para os dois lados, mas os atacantes das duas equipes não conseguiram converter as chances em gol.

Aos 44 do primeiro tempo, quando as duas equipes já se preparavam para descer para os vestiários, o Penapolense fez mais uma boa jogada com Guaru, que tocou para Fio, o atacante bateu forte, mas a bola caprichosamente tocou no travessão e não entrou.

O segundo tempo começou com uma chance clara da Santacruzense, o goleiro Ricardo apareceu bem e fez grande defesa, salvando o Penapolense, logo com 1 minuto de jogo. Depois de muita pressão da equipe da casa, em um lance duvidoso, o árbitro marcou um pênalti para a Santacruzense. Deives cobrou o pênalti e fez 2×1 para a equipe da casa.

E com o placar favorável, o time da casa começou a jogar fechado, sem dar muito espaço para o Penapolense, e apostando no contra ataque. Aos 22 do segundo tempo, Deives perdeu a cabeça e agrediu Guaru, o camisa 10 da Santacruzense acabou expulso de campo.

Com a expulsão, o Penapolense cresceu em campo, mas abusou de perder gols. A Santacruzense que já jogava fechada quando estava com 11, se fechou ainda mais. E depois de muito tentar, aos 28 minutos, o atacante Fio fez o gol, com um lançamento de Niander, o atacante chegou antes do goleiro, e empatou o jogo. 2×2.

Depois do gol de empate, o Penapolense foi mais para cima, e quase virou com um lance de Luciano Gigante e Fio, o atacante a queima roupa bateu e o goleiro da Santacruzense fez um milagre. Em uma das poucas subidas da Santacruzense, a bola tocou no canto da trave. Faltando alguns minutos, Rodrigo Biro deu um carrinho por trás e acabou sendo expulso, as duas equipes ficaram com 10 jogadores no fim da partida.

E na cobrança da falta feita por Rodrigo Biro, o goleiro Ricardo falhou e a bola passou pelo goleiro e Bruno, aos 41 minutos do segundo tempo, fez 3×2 para a equipe da casa. Nos minutos finais, o Penapolense tentou, mas não conseguiu passar pela retranca da equipe da casa.

No último lance do jogo, Guaru sofreu a falta, e na cobrança, o próprio Guaru bateu bem e Braz fez mais um milagre e garantiu a vitória da Santacruzense.

Na próxima rodada, o Penapolense recebe o Red Bull, no estádio Municipal Tenente Carriço, na quarta feira, às 7 da noite.

Anúncios

Um pensamento sobre ““São Braz” faz milagres e para o Penapolense

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s