Sérgio Mota e Baggio são os novos reforços do Penapolense

O Penapolense continua reformulando seu plantel, apesar do 9º lugar no Paulistão. Depois de anunciar a demissão de Edison Só e negociação de Viola e Francismar, o clube liberou também Didi e Tiago Gaspareto (que nem chegou a estrear). O último acertou com o CRB, de Alagoas.

Mas não é só de “dispensar” que vive o Penapolense, o clube também trouxe mais dois jogadores, o meia Sérgio Mota – que estava no Santo André – e Baggio – zagueiro que estava defendendo o Novo Hamburgo.

O Penapolense volta a campo no domingo, quando recebe o São Paulo, no Tenentão, às 18h30, em Penápolis.

Anúncios

Viola e Francismar são negociados e Felipe Alves está de volta ao Penapolense

O atacante e o meia estão de saída do Penapolense após aceitarem propostas de outros clubes. Viola deixa Penápolis, mas continua em solo brasileiro, o atacante vai defender o Comercial de Ribeirão Preto. Já Francismar vai para a Coréia. O presidente Nilso Moreira deixou claro que não se trata de dispensas e sim de transferências.

Apesar da boa campanha, o time continua se reforçando, o nome que mais chama atenção é Felipe Alves, que estava no Avaí e volta ao CAP até o fim do Paulistão. Os outros jogadores que chegam são Tiago Gaspareto – zagueiro que estava no Rio Branco-SP, e já passou por São Bernardo e Ipatinga – e o lateral Alessandro.

Na última terça-feira, o novo técnico Pintado comandou seu primeiro treinamento. O primeiro jogo do novo treinador será domingo, às 18h30 contra o São Paulo, no Tenente Carriço, em Penápolis. 

Penapolense demite Edison Só e anuncia Pintado como novo técnico

O Penapolense acaba de anunciar seu novo treinador, depois de três resultados adversos, o clube demitiu Edison Só e contratou Luís Carlos de Oliveira Preto, o “Pintado”.

Segundo a diretoria do clube de Penápolis, o acerto com o novo treinador aconteceu neste domingo. “Desejamos a ele, bem como a nova Comissão Técnica, uma boa sorte no transcorrer do Paulistão”, afirmou Nilso Moreira – presidente do clube.

O novo treinador já comanda a equipe no confronto de domingo – diante do São Paulo, no Tenentão. Pintado e a nova comissão técnica se apresentam nesta segunda-feira (25) no Centro de Treinamento do clube para iniciar a preparação para o próximo jogo.

Pintado é ex-jogador e já comandou equipes como Paraná, Noroeste, São Caetano, Náutico, Ponte Preta e Figueirense. Seu último clube foi o CRB-AL.

Penapolense perde para o Botafogo-SP e chega ao 3º jogos sem vitória

O Penapolense foi até Ribeirão Preto e perdeu para o Botafogo-SP por 1 a 0, mesmo tendo dominado boa parte do jogo. Os dois times disputam uma vaga na Série D do Brasileirão – e com o resultado, o Botafogo ultrapassou o CAP.

O jogo começou com o Penapolense partindo para o ataque e criando boas chances de gol, principalmente com Silvinho, quando o gol estava “perto”, São Pedro e a chuva “brecaram” a equipe de Penápolis. A chuva forte fez com que parte dos refletores apagasse – o apagão durou mais de uma hora.

Depois da volta, o Penapolense continuou melhor, mas deu mais espaços para o Botafogo. Em um escanteio, Cris subiu mais que a zaga do CAP e fez 1 a 0 para o time da casa. Depois do gol, o time voltou a se fechar e o Penapolense teve várias chances de empatar, porém, o gol não saiu.

No segundo tempo, o time de Penápolis foi com tudo para o ataque, mas parava na boa marcação do Botafogo, e quando chegava com chances, perdia gols “cara a cara”. O Botafogo por sua vez, jogava com 11 homens atrás do meio campo e explorava a velocidade de Francis, e conseguiu criar algumas chances.

O Penapolense por sua vez não conseguiu reagir e acabou chegando ao 3º jogo sem vitória. Depois de um começo de campeonato “arrasador”, o time de Penápolis pode terminar a 9ª rodada fora do G8.

O próximo jogo do Penapolense será no próximo domingo (3), contra o São Paulo, no estádio Tenente Carriço.

Fora de casa, Penapolense perde para o lanterna Oeste

Precisando de uma vitória para se aproximar ainda mais dos líderes, o Penapolense foi até Itápolis para tentar um bom resultado contra o lanterna Oeste. No começo da partida, o Penapolense foi melhor e comandou boa parte do primeiro tempo, criando boas chances, a maioria delas em chutes de fora da área.

O Penapolense criou boas chances com Liel que cabeceou na trave e depois continuo comandando o jogo com os dois laterais – Rodrigo Biro e Luis Felipe – descendo ao ataque e criando chances de gol.

Mas aos 21 minutos, o jogo mudou, Gilmar sofreu falta e ele mesmo bateu sem chances para o goleiro Marcelo, fazendo 1 a 0 para o time de casa e fazendo o visitante “sentir” o gol. Depois de sair atrás na partida, o Penapolense acabou “cansando” e não teve poder de reação até o fim do primeiro tempo.

No segundo tempo, o Oeste voltou melhor e o Penapolense continuava “cansado” e sem criar chances para iniciar uma reação.  Os dois treinadores fizeram alterações, mas pouca coisa mudou e o jogo continuou “pegado” no meio campo.

O Penapolense foi para o ataque em busca do empate e o Oeste apostava nos contra-ataques. Foi em um contra-ataque que Gilmar lançou Serginho que bateu na saída do goleiro Roni – que substitui Marcelo, que sentiu lesão – fazendo 2 a 0 para o time da casa.

E antes do apito final, o zagueiro Jaílton (Penapolense), foi expulso depois de uma entrada sem a bola em Mirandinha. E no final dos 90 minutos, o placar apontou 2 a 0 para o Oeste, que saiu da zona do rebaixamento.

O próximo jogo do Penapolense será sábado, às 18h30, em Ribeirão Preto, contra o Botafogo.

Penapolense empata com o Atlético Sorocaba e deixa escapar a chance de ser líder

Neste domingo, Penapolense e Atlético Sorocaba – que conseguiram o acesso para a elite em 2012 – se enfrentaram e ficaram no empate em 1 a 1, jogando no Tenente Carriço, em Penápolis.

O time de Penápolis precisava vencer para encostar nos líderes, já o Atlético Sorocaba buscava uma vaga no G8 e “fugir” da zona do rebaixamento. O empate acabou por “derrubar” a campanha 100% do Penapolense em casa.

O jogo começou com o CAP atacando e buscando o gol desde o começo, com apoio de mais de 1100 pagantes. Aos 15 minutos, Marcelo Moretto errou na saída de bola e Guaru foi até a linha de fundo e cruzou para Silvinho, de primeira, fazer 1 a 0 para o Penapolense – que naquele momento era líder do Paulistão.

Mas o gostinho de ser líder novamente durou apenas 12 minutos, aos 27, Gérson antecipou a zaga e fez o gol de empate da equipe de Sorocaba.

No segundo tempo, o Atlético Sorocaba voltou melhor e criou boas chances logo depois do intervalo, primeiro com Carlinhos e depois com Rai. O Penapolense respondeu com Guaru que ao invés de cruzar bateu direto para o gol, quase enganando o goleiro adversário.

No final da partida, o Atlético Sorocaba quase conseguiu a virada, primeiro com Misael que chutou para defesa de Roni, no rebote, Jorge Preá chutou na trave e perdeu a chance de conquistar os três pontos.

Com o empate, o Penapolense chegou aos 13 pontos, dois a menos que a líder Ponte Preta. No próximo domingo, o CAP vai até Itápolis enfrentar o Oeste, às 19h30.

Marcelo salva nos acréscimos e o Penapolense vence o União Barbarense por 2 a 1

O Penapolense continua fazendo boa campanha no Paulistão 2013, depois de ser derrotado na última rodada pela Ponte Preta, o time recebeu o União Barbarense por 2 a 1 e chegou a 3ª posição (provisória).

O jogo começou com o Penapolense atacando e o União se defendendo e esperando as chances de contra ataque. A correria deu resultado, aos 7 minutos, Guaru cobrou escanteio, Gualberto desviou e Magrão desviou no meio da área, fazendo 1 a 0 para o CAP. O time continuou criando boas chances mas não conseguiu ampliar o placar até o fim dos primeiros 45 minutos.

O começo do segundo tempo foi de susto para a torcida capeana, que viu Itaqui empatar logo aos 6 minutos, depois de um chute de fora da área que desviou no zagueiro Gualberto e “matou” o goleiro Marcelo.

Aos 18 minutos, Silvinho recebeu passe de Gualberto, entrou na área e bateu cruzado, sem chances para o goleiro, fazendo 2 a 1 para o Penapolense. O time da casa continuou pressionando e perdeu várias chances. O “castigo” veio aos 45 minutos, quando Gualberto cometeu pênalti em Júnior Goiano, o atacante mesmo cobrou mas parou no goleiro Marcelo, que defendeu a cobrança e garantiu mais uma vitória do time de Penápolis.

A próxima partida será domingo, quando o Penapolense recebe o Atlético Sorocaba, às 5 da tarde.