Penapolense acaba com a empolgação do Mirassol e está mais perto da Série D

Neste sábado, o Penapolense foi até Mirassol enfrentar o time da casa – que vinha embalado depois de fazer 6 a 2 no Palmeiras na última rodada. Mas quem deu as “cartas” no confronto foi o time visitante, que venceu por 1 a 0, gol do atacante Magrão – que entrou no lugar de Val Baiano.

Os dois times não foram bem, o Mirassol conseguiu criar poucas chances, parando no bom desempenho da zaga do Penapolense, que por sua vez, tocava a bola no meio campo e parecia feliz com o empate fora de casa.

E durante o primeiro tempo, apenas duas chances claras de gol, uma para cada lado. O Penapolense assustou primeiro com Liel, que bateu por cobertura e viu a bola passar perto do travessão. O Mirassol respondeu em cobrança de falta que deu trabalho para Roni – que mais uma vez foi o substituto do titular Marcelo.

No segundo tempo, o Penapolense resolveu buscar os 3 pontos e foi para o ataque, e a mudança deu resultado, aos 13 minutos, o CAP teve um gol anulado por impedimento. Mesmo com o gol invalidado o time continuou pressionando e não demorou para abrir o placar, aos 27 minutos, Rodrigo Biro cruzou da esquerda e Magrão tocou para o fundo do gol, fazendo 1 a 0 para o Penapolense.

Apesar de estar vencendo, o time de Penápolis continuava atacando enquanto o time da casa jogava fechado e esperando um contra-ataque. O CAP ainda teve um segundo gol anulado, quando Magrão recebeu dentro da área e chutou sem chances para Emerson, mas novamente foi marcada posição irregular.

No final da partida, o Mirassol se lançou ao ataque em busca do empate, porém, o time visitante conseguiu armar bem sua zaga, impedindo que o time da casa criasse boas chances.

No próximo sábado, o Penapolense recebeu o lanterna Guarani às 16h, no Tenente Carriço, em Penápolis. Só lembrando que a entrada para esse jogo será 2 embalagens de garrafa pet que poderão ser trocadas por ingressos.

No Pacaembu, Penapolense arranca empate contra o Corinthians

O Penapolense continua fazendo boa campanha e dessa vez complicou a “vida” do Corinthians. Mas apesar do empate, o CAP não começou bem, e diante de pouco mais de 13 mil pessoas – entre essas, 550 capeanos – viu o Corinthians abrir o placar logo aos 4 minutos, depois de cruzamento de Emerson Sheik, Heleno tentou cruzar e acabou jogando contra o próprio gol, fazendo 1 a 0 para o Timão.

Apesar de sair na frente, o Corinthians manteve o ritmo e criou boas chances, mas não conseguia fazer o gol. No final do primeiro tempo, o atual campeão do mundo deu espaço e Val Baiano teve algumas chances de empatar a partida.

No segundo tempo, o Corinthians deu menos espaço e tinha o controle do jogo, tocava a bola e esperava o tempo passar. Já o Penapolense esperava um erro do time da casa para tentar buscar o empate. E buscando mudar o ritmo do jogo, Pintado mexeu e tirou o atacante Val Baiano e colocou o veloz Geuvânio.

Depois da alteração, o time ganhou velocidade e assustou mais a zaga corintiana, e foi uma saída errada de Edenilson aos 29 minutos, que essa velocidade fez a diferença: Geuvânio tocou de primeira e Silvinho, de cara para o gol, só precisou tocar por entre as pernas de Júlio César e comemorar o gol de empate do “caçula” do Paulistão.

No final da partida, o Corinthians ainda tentou fazer o gol, mas não conseguiu balançar as redes do goleiro Marcelo. Com o empate, o Corinthians chegou aos 26 pontos e está na 5ª posição, já o Penapolense chegou a 21 e agora é o 8º colocado.

A próxima partida do Penapolense é no sábado, diante do Mirassol – que vem de goleada sobre o Palmeiras – fora de casa, às 18h30.

Penapolense vence São Bernardo e se garante no Paulistão 2014

O Penapolense conseguiu o primeiro dos seus objetivos neste sábado – o time venceu o São Bernardo por 3 a 0, com gols de Fernando, Rodrigo Biro e Geuvânio – escapou do rebaixamento, garantindo a vaga na elite em 2014.

No primeiro tempo, o Penapolense chegou a tomar um pequeno sufoco, mas logo tomou conta da partida, e o primeiro gol não demorou a sair, aos 14 minutos, depois de escanteio, Wilson Júnior saiu mal e Fernando de cabeça fez 1 a 0 para o time da casa.

Depois do gol, o São Bernardo foi para cima, mas o “Bernô” esbarrava na zaga e no goleiro Marcelo – que mais uma vez fez boas defesas e passou segurança aos zagueiros capeanos.

Aos 34 minutos, novamente um escanteio, e novamente um gol de cabeça, dessa vez, Rodrigo Biro subiu sozinho e fez 2 a 0 para o time da casa.

No segundo tempo, o Penapolense preferiu segurar o resultado, tocando bola no meio campo e esperando o São Bernardo buscar as ações de ataque. O Bernô até tentou, mas a zaga do Penapolense continuava bem.

E as ações do São Bernardo diminuíram depois dos 20 minutos, quando o zagueiro Daniel Marques foi expulso, depois de entrada dura em Silvinho. Depois da expulsão, o Penapolense teve mais espaço e bons contra-ataques, em um deles aos 44 minutos, Geuvânio saiu sozinho na frente de Wilson Júnior e bateu sem chances, fazendo 3 a 0 e fechando o placar.

Com a vitória, o Penapolense chegou aos 20 pontos – 9º colocado – 1 pontos a menos que o Linense que é o 8º colocado.

A próxima partida do Penapolense será quarta-feira, às 22 horas, contra o Corinthians, no estádio do Pacaembu.

Sem “ajuda” de São Pedro, Penapolense e Linense ficam no 1 a 1

O primeiro clássico na 1ª divisão do Paulistão não foi como se esperava, pela 13ª rodada e debaixo de muita chuva, Penapolense e Linense empataram em 1 a 1, em um jogo onde foi difícil fazer a ‘bola rolar’ no gramado do Gilbertão.

O jogo começou com o gramado encharcado e com as duas equipes com dificuldade de criar jogadas. Mas foi o time de Penápolis que criou a primeira chance, depois de cobrança de escanteio, Gualberto cabeceou na trave.

Aos 39 minutos, o Linense perdeu um “gol feito” depois de receber lançamento e driblar o goleiro Marcelo, Fábio Lopes bateu mal e “isolou” a bola. Aos 42, Lenílson recebeu a bola dentro da pequena área e bateu por cima do gol de Marcelo.

No segundo tempo, o Linense começou melhor e quase abriu o placar aos 8 minutos, mas Fábio Lopes perdeu mais uma chance clara de gol.

E depois de sofrer pressão do time da casa, o Penapolense acabou abrindo o placar em cobrança de escanteio, desta vez, Gualberto na cabeceou na trave, o zagueiro aproveitou o bate e rebate e empurrou a bola para o fundo do gol, fazendo 1 a 0 para o time visitante.

Aos 39 minutos, o Linense conseguiu o empate, depois de uma bela cobrança de falta de Tarracha, que foi no ângulo do goleiro Marcelo, que ainda tocou na bola, mas não conseguiu evitar o gol.

Com o empate, o Penapolense chegou aos 17 pontos – 10º colocado – e continua brigando por uma vaga na Série D e no G8.

Na próxima rodada, o Penapolense recebe o São Bernardo, no estádio Tenente Carriço, às 16h.

Fora de casa, Penapolense é derrotado pelo Bragantino

Em uma partida com muitos gols, o Penapolense foi derrotado pelo Bragantino por 3 a 2, neste sábado. Com o resultado, o Penapolense perdeu a 9ª posição para o próprio Bragantino, que chegou aos 17 pontos, contra 16 do time de Penápolis – que agora é o 10º colocado.

O jogo começou com as duas equipes marcando bem no meio campo, sem criar muitas chances claras, apesar da forte marcação, as melhores chances foram do Bragantino. E a pressão do time da casa deu resultado aos 21 minutos de jogo, quando Serginho escapou pela e cruzou para Léo Jaime bater sem chances para o goleiro Marcelo, fazendo 1 a 0 para o Braga.

Depois dos 30 minutos, a situação se inverteu e foi a vez do Penapolense dominar e criar as melhores chances, e nessa pressão, o time chegou ao empate aos 42 minutos, quando Rodrigo Biro tabelou e bateu de fora da área sem chances para goleiro, empatando o jogo em 1 a 1.

No segundo tempo, o Penapolense continuou melhor – como no final do primeiro tempo – e quando pressionava mais o time da casa, acabou levando um gol num contra ataque. Serginho lançou Magno que ajeitou de peito e deixou Léo Jaime na cara do gol, para mais uma vez colocar o Bragantino na frente e marcar seu 7º gol no campeonato.

Depois do gol do time da casa, o jogo ficou aberto com boas chances para as duas equipes, e aos 24 minutos, Silvinho aproveitou um desvio e de primeira empatou novamente a partida.

Mas só 2 minutos depois, o Bragantino conseguiu o gol da vitória. Serginho bateu de fora da área depois de um rebote, a bola desviou em Jaílton e acabou indo parar no fundo das redes, dando números finais à partida. No fim do jogo, o Penapolense quase chegou ao empate, mas parou na retranca do time casa.

A próxima partida do Penapolense é na quarta-feira, às 19h30, contra o Linense, fora de casa. O confronto é mais um dos “jogos de seis pontos” na busca por uma vaga na Série D e também nas quartas-de-final do Paulistão.

Penapolense vence jogo dos “6 pontos” contra o Paulista

Depois de quatro jogos sem vitória, o Penapolense voltou a vencer, o time fez 2 a 0 no Paulista, pela 11ª rodada do Paulistão e chegou aos 16 pontos e manteve o 9º lugar. Além de voltar a vencer, o time bateu um adversário direto pela vaga no G8 e na Série D, o time de Penápolis também conseguiu a primeira vitória sob o comando do técnico Pintado.

Jogando em casa, o Penapolense foi superior e tomou a iniciativa do jogo, enquanto o Paulista buscava assustar em contra-ataques. O destaque do Penapolense foi o meia Neto que ditava o ritmo do jogo ao lado de Sérgio Mota, que fazia sua estreia, substituindo Guaru – que estava suspenso.

Apesar de comandar o jogo, o gol do Penapolense só saiu aos 36 minutos, quando Sérgio Moto lançou Silvinho, que invadiu a área e bateu por baixo do goleiro, fazendo 1 a 0 para o time da casa.  O Paulista ainda tentou pressionar em busca do empate, mas não conseguiu tirar o zero do placar.

Na volta do 2º tempo, o Penapolense voltou com a mesma vontade do começo do jogo, e o resultado disso apareceu logo aos 2 minutos de jogo, quando o Fio ganhou na corrida da zaga do Paulista e só teve o trabalho de deslocar o goleiro para fazer 2 a 0.

Depois de sofrer o 2º gol, o Paulista foi em busca do gol e deixou espaços para o Penapolense, “invertendo” a situação do começo da partida e deixando o contra-ataque como arma para o time da casa.

Porém, a zaga do Penapolense foi bem e não deixou que o Paulista criasse chances claras de gol, terminando o jogo em 2 a0.

O time de Penápolis volta a campo no sábado, às 16h, quando vai até Bragança Paulista, enfrentar o Bragantino.

Val Baiano é o novo reforço do Penapolense para o Paulistão

O Clube Atlético Penapolense anunciou ontem (05/03), a contratação do atacante Val Baiano – que já passou por Grêmio Barueri, Santos, Flamengo – o jogador já está em Penápolis e a disposição para fazer sua estreia no próximo sábado diante do Paulista, no Tenentão.

Além dele, o técnico Pintado terá a disposição também fazerem suas estreias: o atacante Eric, o volante Heleno e o meia Sérgio Mota. O goleiro Marcelo está recuperado de lesão e deve ser titular, já o zagueiro Jaílton que cumpriu suspensão está de volta também. Já o camisa 10, Guaru, está fora por acumulo de cartões amarelos.

O time volta a campo no sábado, às 18h30, contra o Paulista de Jundiaí, jogando no estádio Tenente Carriço, em Penápolis.