Penapolense já tem data para estrear na Série D do Brasileirão

Depois de ser eliminado pelo São Paulo nas quartas de final do Paulistão, o Penapolense volta suas atenções para as semifinais do Troféu Interior – o time vai a Ribeirão Preto enfrentar o Botafogo, em busca de uma vaga na final.

Além disso, no segundo semestre, o time de Penápolis vai disputar a Série D do Brasileirão e além de já conhecer o seu grupo (o 8), a equipe já tem até data para estrear. O time fará a primeira partida da história numa competição nacional no dia 2 de junho, em casa, no estádio Tenente Carriço, diante do Metropolitano, de Santa Catarina.

Até lá, o Penapolense deve “reformular” o elenco, já que peças importantes devem deixar a equipe ao término do Troféu do Interior.

Confira a tabela do Penapolense na Série D:

02/06 – Penapolense x Metropolitano-SC
07/07 – Lajeadense-RS x Penapolense
14/07 – Londrina-PR x Penapolense
21/07 – Penapolense x J. Malucelli-PR
28/07 – Penapolense x Londrina-PR
04/08 – J. Malucelli-PR x Penapolense
11/08 – Penapolense x Lajeadense-RS
25/08 – Metropolitano-SC x Penapolense

Com gol contra, Penapolense é eliminado pelo São Paulo

Jogando no último domingo no estádio do Morumbi, o Penapolense acabou eliminado do Paulistão 2013. O time do interior, no seu ano de estreia na elite, perdeu por 1 a 0 para o São Paulo e acabou ficando de fora das semifinais. O gol do tricolor paulista foi de Jaílton, contra. Um dos destaque do time da capital foi o goleiro e capitão Rogério Ceni, que fez pelo menos 4 defesas importantes durante a partida.

No começo da partida, o Penapolense parecia assustado e foi dominado pelo time da casa, que arriscou de longe com Carleto. Ganso e Jadson tentavam armar as jogadas, mas esbarravam na forte retranca da equipe do interior. Já Luis Fabiano que voltava a ser titular, não conseguia levar a melhor em cima da zaga do Penapolense. E as melhores chances do São Paulo vinham sempre pela esquerda, com Osvaldo partindo pra cima de Niander – que voltava de lesão depois de quase 9 meses. O time de Penápolis, ainda assustou em alguns chutes de longe, mas o placar do 1º tempo foi mesmo 0 a 0.

No segundo tempo, o time de Penápolis resolveu buscar o gol que colocaria uma pressão ainda maior no time da casa. A primeira boa chance foi em uma cabeçada de Jaílton, que parou em Rogério Ceni. Depois foi a vez de Fernando chutar de longe com efeito e novamente ver o goleiro do São Paulo fazer ótima defesa. Mas as duas chances mais claras foram com o camisa 11 do Penapolense, Silvinho, foi o destaque da equipe, sempre ganhando dos zagueiros do tricolor paulista. Em uma chance, chegou até a fazer o gol, mas estava impedido, impedindo a festa de quase 2 mil pessoas do setor visitante. No segundo lance de perigo, mais uma vez Rogério Ceni apareceu e evitou o gol.

Depois disso, o São Paulo tentou atacar novamente, e em uma dessas decidas pela esquerda, Osvaldo ganhou de Niander e cruzou, o zagueiro Jaílton tentou tirar e acabou jogando para dentro do gol, fazendo 1 a 0 para o São Paulo.  Com o gol, o São Paulo resolveu se fechar e esperar o adversário, que mais uma vez teve boa chance, depois de Silvinho escapar pela esquerda, o camisa 11 cruzou para Sérgio Mota (ex-São Paulo) que dominou e bateu a queima roupa, exigindo ótima defesa do camisa 1 do São Paulo. Depois disso, o tricolor paulista esperou o apito final para comemorar a classificação. Já os jogadores do Penapolense foram aplaudir os torcedores que estavam no Morumbi e que apoiaram e reconheceram o bom desempenho da equipe.

Apesar de eliminado do Paulistão,  o CAP ainda irá disputar a semifinal do Troféu do Interior, no próximo sábado, em Ribeirão Preto, diante do Botafogo-SP. A partida será jogo único e empate leva a decisão para os pênaltis, além disso, o clube de Penápolis terá seu primeiro torneio nacional no segundo semestre, já que o clube garantiu a classificação para a Série D.

Penapolense perde para o Santos, mas conta com “ajuda” do Mirassol e encara o São Paulo nas quartas do Paulistão

Neste domingo, o Penapolense foi até Santos enfrentar a equipe de Neymar e cia, e apesar da derrota, saiu com a classificação para as quartas de final do estadual. Isso porque, o Mirassol – que acabou rebaixado – venceu o Linense por 3 a 0 e garantiu o time de Penápolis também na Série D do Campeonato Brasileiro.

A partida começou com o Santos criando boas chances e o Penapolense, mais uma vez, buscando jogar nos erros do adversário.
O Santos precisava da vitória para garantir o mando de jogo na próxima fase e foi para cima, em um toque de Neymar, André recebeu dentro da área e bateu sem chances para o goleiro Marcelo.

3 minutos depois, em cobrança de escanteio, Marcelo errou na saída e a bola sobrou para Cicero – que impedido- fez 2 a 0 para o Santos ainda no primeiro tempo.

Na segunda etapa, o Penapolense descontou logo no início, depois de troca de passe entre Guaru e Fio, o camisa 10 bateu e contou com o desvio do lateral Galhardo, para diminuir o placar.

Depois do gol, o time de Penápolis teve outras chances, mas não conseguiu marcar o gol de empate. Mas a torcida do CAP vibrou mesmo na Vila Belmiro, quando os alto-falantes do estádio anunciavam os 3 gols do Mirassol diante do Linense.

O time entra em campo somente no próximo final de semana, no domingo, às 18h30, diante do São Paulo, no Morumbi – a data foi confirmada em reunião nesta segunda-feira na sede da Federação Paulista.

Depois do jogo em declaração ao site oficial do Penapolense, o presidente do clube, Nilso Moreira se mostrou emocionado com a campanha de estreia na elite estadual. “Para quem achava que fossemos cair, estamos classificados e com vaga no Brasileirão D”, afirmou.

Penapolense empata com o São Caetano e adia sonho da classificação

Neste sábado, o Penapolense recebeu o até então, apenas ameaçado pelo rebaixamento, São Caetano. E o resultado foi um empate em 1 a 1, péssimo para as duas equipes – pelo lado de Penápolis, a vaga nas Quartas ficou para ser definida na última rodada, diante do Santos na Vila Belmiro, já dos lados do ABC, o time foi rebaixado para a Série A2 do Paulistão.

Em busca do primeiro gol logo no começo do jogo, o Penapolense pressionou o São Caetano no início do jogo e perdeu várias chances de abrir o placar, o Azulão só se encontrou depois dos 25 minutos do 1º tempo.  E quando começou a levar alguns sustos, o Penapolense abriu o placar com Silvinho, aos 32 minutos, depois de belo passe de Guaru.

Mesmo perdendo, o São Caetano continuou atacando e dando espaço para os contra-ataques – que foram desperdiçados diversas vezes pelos atacantes do CAP. E o castigo veio aos 43 minutos, quando Rivaldo puxou contra ataque, tocou para Danielzinho que bateu, Marcelo defendeu, mas a bola sobrou nos pés de Jobson, que bateu sem chances e empatou o jogo e ainda provocou a torcida de Penápolis.

No 2º tempo, o São Caetano sabia que precisava da vitória para não ser rebaixado e o Penapolense buscava a vitória que daria uma vaga inédita nas quartas de final do Paulistão.  Depois de 10 minutos, os dois times diminuíram o ritmo e o Penapolense apesar de não se classificar para a próxima fase, deixa o clube dependendo apenas de suas forças para isso.

Já para o São Caetano, a situação era pior a cada minuto, o time tentou um “abafa” nos últimos minutos, mas abriu espaço para o contra-ataque e por pouco Silvinho não fez o 2º do time da casa.

Com o empate, o Penapolense vai até Santos, enfrentar o time da casa, no próximo domingo, às 16 horas – todos os jogos serão as 16 horas.

Conheça os grupos e os possíveis adversários do Penapolense na Série D

O Penapolense está cada vez mais perto de disputar pela primeira vez na sua história o Campeonato Brasileiro – caso vença o São Caetano, no próximo sábado, o time garante matematicamente a vaga na Série D do Brasileirão e também uma vaga entre os 8 melhores do estado.

E caso se classifique, o time de Penápolis vai cair no Grupo 07 ou 08, dependendo da posição final no Paulistão – no confronto com Linense e Botafogo-SP.

Confira abaixo os grupos e uma análise superficial dos prováveis adversários do Penapolense na Série D. (Os grupos estão divididos com a posição atual dos Estaduais).

GRUPO 07Juventude-RS, Marcilio Dias-SC, Santo André-SP, Botafogo-SP e Villa Nova-MG.

GRUPO 08Londrina-PR, J. Malucelli-PR, Lajeadense-RS, Metropolitano-SC e Penapolense-SP

*Os clubes em negrito já estão confirmados na Série D de 2013. 

Veja a análise dos dois grupos:

Grupo 07:
Marcilio Dias-SC – disputa apenas a Segunda Divisão do Catarinense (que ainda não começou).
Santo André-SP – foi o 13º na A2 do Campeonato Paulista e lutou contra o rebaixamento.
Juventude-RS – é o 4º colocado na classificação geral do Gauchão, atrás de Internacional, Grêmio e Lajeadense.
Villa Nova-MG – é o4º colocado do Campeonato Mineiro, atrás de Tombense, Atlético-MG e Cruzeiro.

Grupo 08:
Londrina-PR – é o 1º colocado na classificação geral do Paranaense.
J. Malucelli-PR – é o 4ºcolocado na classificação geral do Paranaense, atrás de Londrina, Atlético-PR e Coritiba.
Lajeadense-RS – é o 2º colocado na classificação geral do Gauchão, está a frente de Grêmio e Juventude.
Metropolitano-SC – é o 5º colocado na classificação geral do Catarinense, está atrás de Avaí, Chapecoense, Criciúma e Figueirense.

Penapolense vence o Guarani e está a 3 pontos da Série D e das Quartas de Final

O Penapolense chegou ao 5º jogo sem derrota nessa reta final de Paulistão e a “vítima” deste sábado foi o Guarani – que com a derrota está virtualmente rebaixado. O placar foi 3 a 0 para o time de casa, com gols de Guaru (2) e Wellysson (contra). Se o time de Penápolis não perde a 5 jogos, o de Campinas não ganha a 9 rodadas – a última vitória foi há dois meses, contra o São Caetano, por 3 a 1.

O jogo começou com o time da casa criando boas chances com Magrão e Rodrigo Biro. O Guarani só conseguiu assustar o time da casa aos 13 minutos, em lance de Erik. Depois disso, o Penapolense tomou conta do jogo, mas se complicava com as poças de água no gramado.

A história do jogo começou a ser mudada aos 30 minutos, quando Silvinho ganhou na corrida do zagueiro Cássio e foi derrubado dentro da área. O juiz marcou pênalti, Guaru cobrou e fez 1 a 0 para o time de casa. Antes do apito para o final do primeiro tempo, o Penapolense quase fez o segundo, com Silvinho.

No segundo tempo, o Guarani decidiu ir em busca do empate e deu espaços para o Penapolense jogar no contra-ataque, e foi assim que as 14 minutos, Silvinho ganhou na velocidade e bateu para defesa do goleiro Renan, mas na sobra, Guaru chutou para o gol vazio, fazendo 2 a 0 para o Penapolense.

Logo depois do gol, o Guarani chegou a pressionar com Cadu, mas o Penapolense conseguiu segurar o time de Campinas e só administrou o resultado e “abusou” de perder gols com Magrão – que perdeu pelo menos duas chances claras.

No final da partida, aos 43 minutos, Fio cruzou e o zagueiro Wellyson chegou antes de Sérgio Mota e deu números finais aos jogo, fazendo 3 a 0 para o time de Penápolis – que na sua primeira participação na elite estadual está perto de chegar no “mata-mata”.

Com a vitória, o Penapolense chegou aos 27 pontos e é o 8º colocado, com 3 pontos a mais que o Bragantino (9º). Já o Guarani continua com 10 pontos e ocupa a última posição (20º) da competição.

Na próxima rodada, o Penapolense recebe o São Caetano – outro clube ameaçado pelo rebaixamento – enquanto o Guarani vai enfrentar o Palmeiras no Pacaembu e pode ser matematicamente rebaixado.