Com gol de Fio, Penapolense vence o Santo André pela Série D

Depois de quase ser eliminado de maneira precoce na Série D, o Penapolense deu a volta por cima e  está a 1 ponto do 2º colocado do grupo A7, o Marcílio Dias-SC.  O time de Penápolis venceu o Santo André-SP, no sábado, por 1 a 0, pela 6ª rodada da Série D. Com o resultado, o Santo André continua com 7 pontos, na 3ª posição.

Fio novamente é decisivo

O jogo começou sem grandes chances e os dois times se respeitavam muito, e a primeira chance de gol surgiu apenas aos 18 minutos, quando Samuel fez boa jogada pelo lado esquerdo e tocou para Fio, que de esquerda fez 1 a 0 para o Penapolense. Com o gol, os times se soltaram e quase o CAP marcou o segundo, Renan Mota cruzou e por pouco Fio não fez o segundo dele na partida. Apesar de estar dominando, o Penapolense não criou boas chances até o apito final do primeiro tempo.

No sufoco, o Penapolense se segura

Diferente do primeiro tempo, o Santo André voltou melhor e conseguiu criar boas chances. E o Penapolense também voltou mais ligado e esteve perto de marcar o segundo gol.  Aos 8 minutos, Felipe Piovesan cruzou e o baixinho Renan Mota cabeceou para boa defesa do goleiro.

Depois disso, o CAP sentiu o cansaço e se segurou, não deixando o time do ABC criar chances claras de gol.  Já nos acréscimos, o meia Juninho teve a chance de empatar a partida, mas foi travado pelo zagueiro Perez.

Próximo jogo

No próximo sábado, o Penapolense volta a campo para enfrentar o Villa Nova-MG, fora de casa, em Nova Lima, às 16 horas.

Penapolense vence o Villa Nova-MG por 2 a 0 e volta a sonhar com classificação na Série D

Penapolense venceu a primeira na Série D (Foto: Silas Reche/ Assessoria C.A. Penapolense)

Penapolense venceu a primeira na Série D (Foto: Silas Reche/ Assessoria C.A. Penapolense)

No último sábado, o Penapolense-SP recebeu o Villa Nova-MG buscando seguir vivo na Série D. E conseguiu sua primeira vitória em uma competição nacional, vencendo por 2 a 0 a equipe mineira.

Com o resultado,  o time chegou aos 3 pontos e assumiu a 4ª posição do grupo A7, deixando o Villa Nova-MG na lanterna pelo saldo de gols. O time de Penápolis ainda foi “ajudado” pelo Juventude-RS que venceu o Santo André-SP, por 2 a 0.

Muito sono e pouco futebol

O primeiro tempo começou com os dois times buscando espaços e esperando erros do adversário para buscar o gol. Apesar disso, o Penapolense precisava da vitória para se manter vivo na competição e criou as melhores chances, principalmente com Fio e Alexandro. Enquanto isso, o Villa Nova buscava um contra ataque para tentar abrir o placar. As melhores chances do time da casa foram com cruzamentos, mas a defesa mineira se saiu melhor e os dois times foram para o intervalo sem mexer no placar.

Penapolense muda e vence em casa

No segundo tempo, o Penapolense mudou e André Luis entrou para ajudar na organização do meio campo. O time cresceu de produção e criou boas chances. O primeiro gol saiu após passe de André Luis, que Fio recebeu e tocou na saída do goleiro da equipe mineira, fazendo 1 a 0 para o time da casa.

Com o gol, o Villa Nova precisou sair para o jogo, mesmo assim o time não criava boas chances de gol. Com o 1 a 0, o torcedor capeano já se preparava para sair do estádio, quando Niander lançou Alexandro, que bateu por baixo das pernas do goleiro, fazendo 2 a 0 e garantindo a primeira vitória do time de Penápolis em uma competição nacional.

Próximo jogo

O Penapolense volta a campo no próximo sábado, novamente em casa, diante do Santo André-SP, às 18h30, no estádio Tenente Carriço.

Penapolense perde para o Santo André e soma a 3ª derrota seguida na Série D

Buscando a primeira vitória em competições nacionais, o Penapolense foi até o ABC Paulista enfrentar o Santo André pela 4ª rodada da Série D. E mais uma vez o resultado não foi o esperado pelos torcedores penapolenses, o time foi derrotado por 2 a 0 com gols de Jonas e Rayan. O time de Penápolis continua sem pontuar em uma competição nacional. Já o Santo André chegou aos 7 pontos e é vice-líder do grupo, com a mesma pontuação do Marcílio Dias.

15 minutos e dois gols do Ramalhão

O primeiro tempo começou com o time da casa pressionando, enquanto o Penapolense se defendia  e buscava o contra-ataque. Mas o time da casa chegou ao gol logo no começo do jogo, aos 12 minutos, depois de cobrança de escanteio, Jonas cabeceou para fazer 1 a 0.

Dois minutos depois, em novo cruzamento, Rayan aproveitou a bobeira dos zagueiros do Penapolense e fez 2 a 0.

Com os dois gols, o CAP ficou perdido em campo e não criou boas chances e ainda viu o Santo André manter a superioridade até o fim do primeiro tempo.

Muito sono e poucas chances

Na volta do segundo tempo, o técnico Luciano Dias manteve o time e o jogo mudou pouco, o Santo André esperava uma boa chance e o Penapolense não conseguia criar as jogadas. E sem criar muitas chances, apesar de ser um pouco melhor, o time de Penápolis, em momento algum ameaçou a vitória do Ramalhão.

Próximo jogo

O Penapolense volta a campo no próximo sábado para enfrentar o Villa Nova-MG, às 18h30, em Penápolis, no estádio Tenente Carriço.

Penapolense-SP sofre segunda derrota na Série D

O Penapolense continua sem saber o que é conquistar um ponto em competições nacionais, depois de perder na estreia, em casa para o Juventude-RS por 2 a 1. O time voltou da pausa para a Copa das Confederações com nova derrota, dessa vez, fora de casa, para o Marcílio Dias-SC, também por 2 a 1. Com o resultado, o time continua sem nenhum ponto na Série D.

Marcílio Dias-SC começa melhor e abre 2 a 0

O primeiro tempo começou com o time da casa tomando a iniciativa do jogo, e por pouco não abriu o placar logo aos 15 minutos, quando Samuel furou um recuo e Tony só não abriu o placar porque Perez apareceu e salvou o time de Penápolis.

O time de Santa Catarina continua a criar boas chances, principalmente com Rodrigo Jesus, que assustava o goleiro Samuel. O Penapolense assustou em chute de André Luis, mais ainda era dominado pelo Marcílio.

Com a pressão, o gol do time casa saiu aos 30 minutos, quando Rodrigo Jesus invadiu a área e foi derrubado por Biro. Na cobrança, ele mesmo bateu e fez 1 a 0 para o time catarinense. 

8 minutos depois, o Penapolense sofreu o segundo gol, Felipe cruzou e na hora de tirar Neílson acabou fazendo contra, dando tranquilidade ao time da casa.

Penapolense-SP reage, mas não consegue o empate

Com o time perdendo por 2 a 0, o técnico Luciano Dias trocou e colocou Fio no lugar de Daniel, em busca de uma reação, colocando o time no ataque e dando espaço para o Marcílio Dias.  O time voltou mais ofensivo e quase diminuiu com Val Baiano, mas a zaga salvou. Aos 15, Juliano cruzou para Rodrigo Jesus que só não ampliou o placar porque Perez mais uma vez atrapalhou o atacante e salvou o time visitante.

Depois de uma pressão e de um lance perdido por Val Baiano, o Penapolense diminuiu com Neílson, que pegou de primeira um cruzamento vindo da esquerda e não deu chances de defesa para Igor.

Com o gol, o time visitante se animou e quase empatou aos 38 quando Val Baiano recebeu sozinho e bateu para fora. No final, Xipote ainda fez Samuel salvar o Penapolense de tomar o 3º gol, em um chute de longe. Nos acréscimos, o Marcílio Dias teve que se segurar e o Penapolense por pouco não empatou em dois lance, mas no apito final, a vitória ficou com o time catarinense.

Próximo jogo

O Penapolense volta a campo no próximo domingo,  em Santo André, diante do time da casa, no estádio Bruno José Daniel, às 15h.