Times baianos não ficam de fora da elite do futebol brasileiro desde 2007

Desde que começou a “Era dos Pontos Corridos”, a Bahia ficou apenas três anos (2005, 2006 e 2007) sem nenhum representantes na elite do futebol brasileiro. No entanto, nos últimos onze anos, os dois maiores times do estado representaram juntos a Bahia apenas três vezes (2003, 2013, 2014).

Faltando cinco rodadas para o fim do Brasileirão 2014, os dois times correm o risco de rebaixamento; o Vitória está a dois pontos da Chapecoense, primeiro time fora da zona do rebaixamento. A situação do Bahia é mais complicada. O time soma 31 pontos e está a cinco da equipe catarinense, faltando 15 pontos em disputa.

pontuaçao

Confira o gráfico detalhado

Segundo matemáticos, a pontuação que pode salvar do Z4 é 45 pontos, mesma pontuação de 2012 e 2013. Faltando 15 pontos (cinco jogos) em disputa, o Bahia precisa de cinco vitórias para chegar aos 46 pontos. Já o Vitória precisa vencer quatro das cinco partidas que ainda vai fazer para chegar aos 46 pontos que livram a equipe do pesadelo da Série B.

Um fato que chama atenção é que nos cinco anos em que esteve na Série A (2003, 2011, 2012, 2013 e 2014), o Bahia venceu o Campeonato Baiano apenas em duas ocasiões – 2012 e 2014.

Já o Vitória esteve na Série A em sete anos (2003, 2004, 2008, 2009, 2010, 2013 e 2014) e venceu o Baianão em seis oportunidades, só perdeu o estadual este ano para o arquirrival – 2003, 2004, 2008, 2009, 2010, 2013.

classificação

Confira o gráfico detalhado

Nos anos que disputou a Série A, o Bahia nunca passou da 12ª posição em 2013. O Vitória alcançou a melhor posição de um clube baiano na “Era dos Pontos Corridos” em 2013, quando ficou em 5º lugar, e por pouco não conseguiu uma vaga na Libertadores da América. Antes disso, o time tinha ficado em 10º lugar em 2008.

* A pontuação e classificação dos clubes em 2014 está atualizada até a 33ª rodada do Brasileirão. 

Para evitar “times reservas”, Federação Paulista define limite de jogadores para o Paulistão 2015

Na tarde de ontem (3), foi realizado, na sede da Federação Paulista de Futebol, o conselho arbitral do Paulistão 2015. E a principal mudança em relação a 2014 é o limite de atletas inscritos na competição. Cada um dos 20 clubes poderá inscrever 28 atletas, sendo 25 jogadores de linha e 3 goleiros.

No caso dos goleiros, o regulamento permite que sejam trocados antes do final da primeira fase, em caso de lesão. Nos demais casos, os clubes só poderão trocar os atletas – quatro trocas – caso cheguem até as quartas-de-final. O regulamento é parecido com o utilizado pela Copa Libertadores da América – porém, na competição continental, apenas três trocas são liberadas com a passagem para a próxima fase.

Outra mudança é o fim dos árbitros adicionais que ficam atrás dos gols, deixando o quadro de arbitragem novamente com com 1 árbitro , 2 bandeirinhas e 1 quarto árbitro.

Outras propostas como: não incluir os jogadores da categoria de base na contagem dos inscritos, ou de serem 30 jogadores e não 28, chegaram a ser discutidas, mas 19 dos 20 clubes preferiram o formato com 28 atletas – apenas o São Paulo votou contra a mudança.

Com a mudança no regulamento, muitos clubes do interior devem buscar reforços nos times considerados grandes – que com o elenco inchado devem facilitar o empréstimo dos jogadores para a disputa do Paulistão.

Federação Paulista define os grupos do Paulistão 2015

Nesta segunda-feira (3), foram sorteados os grupos para o Campeonato Paulista de 2015. As 20 equipes foram divididas em 5 potes com 4 equipes cada. Os cabeça de chave – que estavam no pote 1- foram Corinthians, Palmeiras, Santos e São Paulo. Os demais potes estavam divididos de acordo com a classificação do clube no estadual deste ano.

A primeira fase do Paulistão será de 1º de fevereiro a 8 de abril de 2015. As equipes jogam entre si, tirando as do mesmo grupo que não se enfrentam na primeira fase. Na segunda fase, os dois melhores de cada grupo se enfrentam em jogo único. Em caso de empate, a decisão será nos pênaltis.

As quartas-de-final serão dia 12 de abril; já as semifinais serão dia 19 de abril – o time de melhor campanha enfrenta a quarta melhor campanha e a segunda enfrenta a terceira.

A final será decidida em dois jogos – 26 de abril e 3 de maio. Nenhuma equipe terá vantagem por ter melhor campanha. Em caso de empate, a decisão será sempre nos pênaltis.

Confira os grupos do Paulistão 2015:

Grupo 1
São Paulo
Ituano
São Bernardo
Mogi Mirim
Red Bull

Grupo 2
Corinthians
Ponte Preta
Audax
Rio Claro
São Bento

Grupo 3
Palmeiras
Botafogo
Portuguesa
Linense
Marília

Grupo 4
Santos
Penapolense
Bragantino
XV de Piracicaba
Capivariano