Penapolense vence o Linense e ainda sonha com a permanência na A2

Penapolense venceu por 3-1 e jogou o rival em crise (Foto: CA Linense)

Jogando fora de casa e correndo o risco de ser rebaixado, o Penapolense foi até Lins e venceu o rival por 3-1. Com a vitória, o time de Penápolis saiu da lanterna, mas continua na zona do rebaixamento com dez pontos, um ponto a menos que a Portuguesa, a primeira fora do Z2. Já o Linense continua com 13 pontos, entrou em crise de vez e se vê cada vez mais ameaçado pelo Z2. 

CAP é mais eficiente e abre 2-0 

No começo da partida, o Linense começou com tudo e foi muito superior ao CAP, foram pelo menos três bolas na trave. Já o CAP sabia que teria que segurar o começo da partida para depois buscar seu jogo, já que uma derrota e uma combinação de resultados, poderia sacramentar a queda para a Série A3 em 2020.  

E depois de resistir, o Penapolense abriu o placar aos 30 minutos, Manoel subiu livre depois do escanteio e cabeceou sem chances, fazendo 1-0 para o time de Penápolis. Depois do gol, o Linense se jogou para o ataque e deixou espaços na defesa, foi assim que saiu o segundo gol do CAP, aos 47 minutos, depois de boa puxada de contra-ataque, a bola sobrou para Rafael Sayão fazer 2-0.  

CAP mata o jogo e garante a vitória 

O segundo tempo começou com o CAP pressionando e não demorou para sair o terceiro gol, novamente um bom contra-ataque. Depois de escanteio cobrado para o time da casa, os visitantes puxaram pelo lado esquerdo e após bom cruzamento, Rafael Sayão subiu sozinho de cabeça para fazer 3-0. 

Em desvantagem, o Linense se perdeu em campo e não conseguia ameaçar o gol de Samuel Pires. O gol de honra saiu já no final, com Raul, fazendo 3-1 e dando números finais para a partida. 

Próximo jogo 

O Penapolense volta a campo na próxima quarta-feira, às 15 horas, diante do líder Água Santa, fora de casa. 

CAP sofre gol do Atibaia no final e volta para a zona do rebaixamento

Pela 11ª rodada da Série A2, Penapolense e Atibaia fizeram em Penápolis uma partida que valia muito para as duas equipas, afinal era um confronto direto na luta contra o rebaixamento. Melhor para os visitantes, que venceram por 2-1 e acabaram de distanciando da zona do rebaixamento, já o CAP continua na parte de baixo da tabela, lutando para se manter vivo na competição.  

Com a vitória, o Falcão chegou aos 12 pontos e agora ocupa a 11ª posição na tabela da A2, já o Pantera da Noroeste é o 15º colocado com apenas sete pontos e corre o risco de ser rebaixado já na próxima rodada, diante do rival Linense.  

Poucas chances e muita vontade 

Como as duas equipas estavam na parte de baixo da tabela, o começo do jogo foi de muito “estudo” de ambas as partes, com o time da casa tentando tomar as rédeas do jogo, mas sem se expor muito.  

Já os visitantes jogavam recuados e deixavam o time da casa propor seu jogo, com isso, o Atibaia apostava nos contra-ataques, apesar de tudo, nenhuma equipe conseguiu ter chance clara no primeiro tempo.  

Mais emoção e vitória do Atibaia 

No segundo tempo, o jogo começou mais emocionante, logo aos três minutos de jogo, Wallace abriu o placar para o Atibaia e jogou toda a pressão para cima do Penapolense, que jogava em casa. 

Mas a resposta do CAP foi rápida, aos 6 minutos, Franklin empatou para o time da casa e colocou um novo ânimo no time da casa. E tudo parecia que iria terminar assim, até que no final da partida, Luís Oyama sofreu um pênalti, e Gian aos 45 minutos da segunda etapa fez 2-1 para o Atibaia e afundou ainda mais o Penapolense. 

Próximo jogo 

O Penapolense volta a campo no próximo sábado, às 15 horas, no Gilbertão para encarar o rival Linense. 

Penapolense perde para o XV de Piracicaba e pode voltar à zona de degola

Jogando em casa, o Penapolense bem que tentou, mas não conseguiu segurar o XV de Piracicaba, que venceu por 1-0 e chegou à terceira vitória seguida, chegando mais perto do Água Santa, atual líder da Série A2.  

O gol da equipe de Piracicaba foi marcado por Ronaldo, de penalti, e garantiu mais uma vitória da equipe que agora é vice-líder da competição com 20 pontos, 2 a menos que o time de Diadema. Com a derrota, o CAP continua com sete pontos e agora é o 14º colocado, e pode voltar à zona do rebaixamento. 

XV é melhor e abre o placar 

Jogando em casa e sem pressão depois da primeira vitória na competição, o Penapolense bem que tentou impor seu ritmo de jogo, mas o XV rapidamente controlou o jogo e criou diversas chances de abrir o placar. 

A primeira boa chance foi com Kadu que aproveitou cruzamento e por pouco não inaugurou o marcado no Tenentão. A resposta do CAP vinha nos contra-ataques, mas esbarravam nas falhas de passe e de remates. 

E num desses contra-ataques, o time de Penápolis perdeu a bola no meio campo, o XV roubou a bola e lançou Ítalo, que foi derrubado dentro da área. Na cobrança do penalti, Ronaldo fez 1-0 para o time visitante, aos 12 minutos de jogo. 

Depois do gol, o Penapolense tentou sair para buscar o jogo, mas não passava pela boa marcação da equipe visitante, além de ver os seus jogadores errar passes curtos e criar boas chances aos adversários. 

Nada muda e XV garante a vitória 

O segundo tempo começou com o XV partindo para o ataque e por pouco não ampliou o placar com um golaço. Bruno Lima fez boa tabela, passou pelos marcadores, mas acabou sendo travado na hora do remate e a bola saiu pela linha de fundo. 

Depois foi a vez de Ronaldo completar o escanteio e quase fazer seu segundo gol no jogo, a bola acabou desviando na trave e saindo. Já o CAP continuava sem criar chances de perigo e não assustava o goleiro do XV. 

Na reta final do jogo, Bruno Lima acabou expulso, com um jogador a mais, o Penapolense tentou um abafa para buscar pelo menos o empate, mas não conseguiu tirar o zero do placar. 

Próximo jogo 

O Penapolense volta a campo no próximo domingo, em casa, diante do Atibaia, às 10 horas da manhã. 

Penapolense vence a Portuguesa no Canindé e sai da zona de rebaixamento

Fora de casa, o Penapolense venceu a Lusa por 3-2 (Foto: Everton Calício/Portuguesa)

Penapolense conquistou a primeira vitória na Série A2 de 2019 fora de casa, no Canindé, diante da Portuguesa. Pela nona rodada, o CAP chegou a abrir 3-0, sofreu dois gols, mas garantiu o primeiro triunfo, no confronto direto contra o rebaixamento.  

Com os três pontos conquistados, o CAP abandona a lanterna na mão da Portuguesa e sobe para a 13ª posição, com sete pontos. A Lusa fica agora com cinco pontos em 16º lugar.  

CAP surpreende e sai na frente 

Jogando em casa, a Portuguesa bem que tentou pressionar logo no começo da partida. Mas o time da casa esbarrava nos erros de passes e não ameaçava o gol do goleiro Samuel Pires. Já o Penapolense apostava nas bolas paradas para tirar o zero do placar, mas tinha dificuldade na hora de finalizar as jogadas. 

A primeira boa chance da Lusa apareceu depois de boa tabela entre Hudson e Bruninho, que cruzou para Matheus, livre de marcação chutar para fora a melhor chance da Lusa. 

Depois do susto, o Penapolense cresceu ainda mais na partida e chegou ao gol aos 33 minutos, Douglas cruzou, Lucas Bahia furou e a bola sobrou pra Ricardinho, que bateu forte, fazendo 1-0 para o CAP.  

E no último lance do primeiro tempo, Franklin recebeu passe açucarado de Rafael Sayão e bateu forte de pé esquerdo, fazendo o segundo gol do Penapolense e dando boa vantagem no intervalo. 

CAP sofre, mas garante a vitória 

Em vantagem no marcador, o Penapolense administrava o resultado e abusava dos contra-ataques para tentar fazer o terceiro. Em busca do primeiro gol, a Portuguesa viu Hudson fazer nova boa jogada que novamente foi desperdiçada por Matheus Rodrigues. 

Na sequência, o Penapolense acelerou o ataque e chegou ao terceiro gol, depois de a bola sobrar na meia lua, João Lucas acertou belo chute e fez 3-0.  

Aos 33 minutos da segunda etapa, a Lusa começou a reagir, primeiro com Fernandinho que aproveitou rebote do escanteio e bateu de primeira, fazendo 3-1.  

E aos 38, Fernandinho de pênalti fez o segundo gol e colocou uma dose extra de sofrimento para o torcedor do CAP. Com os dois gols, a Lusa bem que tentou empatar, mas parou nos erros de finalização e no goleiro Samuel Pires. 

Próximo jogo 

O Penapolense volta a campo no sábado, às 19 horas, contra o XV de Piracicaba, atual vice-líder da competição, no Tenentão.   

Penapolense perde para o Sertãozinho e vai para a lanterna da A2

Maycon fez o segundo gol do Sertãozinho (Foto: Luciano André / Sertãozinho F.C.)

No confronto direito na oitava rodada, Penapolense e Sertãozinho estavam em busca da primeira vitória para abandonar a zona de rebaixamento. Melhor para o time da casa, que jogando um futebol mais envolvente venceu por 2-0 e empurrou o time de Penápolis para a lanterna da competição. 

Com a vitória, o Sertãozinho agora chega aos seis pontos e assume o 11º lugar da tabela de classificação. Já o Penapolense continua com quatro pontos e agora é o 16º colocado.  

Sertãozinho é melhor e sai na frente 

Muito superior na primeira metade do jogo, o Sertãozinho não sofreu muitas investidas do CAP e conseguiu abrir o placar ainda na primeira etapa. Aos 24 minutos, Jessé desviou de cabeça e fez 1-0 para o time da casa. 

Depois do gol, o Penapolense bem que tentou equilibrar a partida, mas pecava no último passe. Além disso, arriscava chutes de fora da área que em sua maioria eram sem direção.  

Mas antes do apito final, Maycon recebeu ótimo passe e bateu sem chances para o goleiro, fazendo 2-0 para o time da casa. 

Penapolense pressiona, mas sofre segundo no final 

No segundo tempo, o Penapolense bem que tentou, foi para o ataque e pressionou o goleiro do time da casa, apesar de levar pouco perigo. Foram muitas chances criadas, mas poucas resultaram em chances claras de gol. 

Em compensação, o time da casa buscava matar o jogo num contra-ataque e tinha muito espaço para desenvolver seu futebol.  

Sem conseguir diminuir o placar, o CAP viu o tempo passar e a primeira vitória ficar cada vez mais distante.  

Próximo jogo 

Penapolense volta a campo no próximo domingo, quando vai até o Canindé enfrentar a Portuguesa, em um duelo de clubes que ainda não venceram na Série A2

Mais um empate! Penapolense fica no 0-0 com o Rio Claro

Depois de estrear fora de casa, o técnico Edison Só queria a primeira vitória na competição e contava com o apoio dos torcedores que foram até o Tenentão apoiar a equipa diante do Rio Claro. Mas em um jogo bastante monótono, Penapolense e Rio Claro ficam no 0-0

Mesmo jogando fora de casa, o Rio Claro que briga pela liderança da competição foi melhor, teve as melhores chances, mas acabou esbarrando na retranca do time da casa. Mas o resultado não ajudou o Penapolense, que continua sem vencer e na zona de rebaixamento, agora com quatro pontos. Já o Rio Claro chegou aos 14 pontos e é segundo colocado, atrás apenas do Água Santa que tem 19 pontos. 

Foi quase 

Em posição melhor na tabela, o Rio Claro foi a equipe que mais buscou o ataque desde o começo da partida. Logo aos 11 minutos, teve boa chance que passou perto do gol. Aos 23 minutos, Franco arriscou e o goleiro Bruno fez boa defesa. 

O CAP chegou com chance apenas aos 35 minutos, com Gabriel Duarte que bateu forte, mas não acertou o gol do time visitante. 

Nada mudou 

No segundo tempo as coisas continuaram iguais a primeira etapa. Com o Rio Claro dominando a partida e criando as melhores chances de gol.  

Aos 22 minutos, Franco arriscou de longe, mas a bola foi parar nas mãos do goleiro do CAP. E depois disso, as duas equipes bem que tentaram, mas não conseguiram tirar o zero do placar. 

Próximo jogo 

Penapolense volta a campo no próximo domingo pela 8ª rodada, às 19 horas, diante do Sertãozinho, fora de casa. 

Na estreia de Edison Só, Penapolense fica no 0-0 com a Inter de Limeira

Depois de demitir o técnico Thiago Oliveira, o Penapolense foi até Limeira enfrentar a Inter em busca da primeira vitória na competição, justamente na estreia de Edison Só, velho conhecido dos torcedores capeanos. 

Com muita vontade e pouco futebol, as duas equipes não saíram de um 0-0, que não animou nenhuma das torcidas. Com o resultado a Inter continua brigando por uma vaga no G8, com oito pontos. Já o CAP continua no Z2, com apenas três pontos conquistados.  

CAP tenta, mas para na trave 

Mesmo jogando fora de casa, o Penapolense foi quem tomou a iniciativa do jogo no começo da partida. Aos dois minutos, Gabriel Duarte teve a primeira boa chance do CAP, que passou perto do gol. Seis minutos depois, o avançado capeano apareceu de novo e acertou o travessão, quase tirando o zero do marcador.  

Aos 17 minutos, Gabriel Duarte cobrou falta e o zagueiro Ranielli subiu mais que a zaga adversária e só parou na trave do goleiro Moisés. Com a parada técnica por conta do forte calor, o time da casa voltou mais organizado e conseguiu equilibrar o jogo.  

A primeira chance do time da casa aconteceu aos 34 minutos, Michel chutou e a zaga colocou a bola pra escanteio. Na sequência, Oliveira subiu sozinho, mas errou o alvo. Antes do intervalo, Elvis ainda teve uma chance, mas acabou batendo por cima da barra. 

0-0 até o apito final 

Depois do intervalo, o CAP voltou melhor e criou boa chance de novo com Gabriel Duarte logo aos três minutos. O avançado aproveitou vacilo da zaga da Inter e bateu de longe, levando perigo ao gol de Moisés.  

Aos 17 minutos foi a vez de Ademir receber passe de Elvis, mas o avançado do time da casa pegou mal na bola e mandou longe do gol.  

Com o forte calor, na reta final, os dois times perderam ritmo, enquanto a Inter arriscava para buscar a vitória, o CAP se segurava para garantir seu terceiro ponto na competição.  

Próximo jogo 

Penapolense volta a campo na próxima quarta-feira para enfrentar o Rio Claro, no Tenente Carriço, em Penápolis, às 20 horas.