Depois do luto, Penapolense é goleado em casa pelo XV de Piracicaba

andré cunha.jpg

André Cunha foi um dos destaques do XV diante do CAP (Foto: Divulgação/XV de Piracicaba)

Jogando em casa neste sábado (12), o Penapolense recebeu o XV de Piracicaba pela 8ª rodada da Copa Paulista e acabou goleado em casa por 5 a 0. Para o time visitante marcaram André Cunha, Tito, Bruninho, Rafael e Hugo. O time de Penápolis fez o primeiro jogo depois da tragédia com seu treinador, Claudemir Peixoto, que perdeu seus dois filhos depois de um acidente automobilístico.

Apesar da derrota, o CAP continua na 4ª posição, com 7 pontos, já o XV chegou aos 16 pontos e é o líder isolado do Grupo A da Copa Paulista.

Na entrada em campo, os jogadores do Penapolense fizeram uma homenagem ao treinador e entraram em campo com camisas com as fotos dos filhos do treinador e uma faixa com os dizeres: “Que Deus seja capaz de transformar a dor da perda em uma saudade serena”. Além disso, o treinador foi abraçado por todos os jogadores antes do apito inicial e ficou bastante emocionado na hora que foi respeitado um minuto de silêncio.

CAP começa perdido e XV abre 3 a 0

Jogando em casa, o Penapolense não conseguiu segurar a pressão do XV. Os destaques do time de Piracicaba no começo do jogo eram André Cunha e Crystian, dois jogadores que estavam no CAP no Paulistão da Série A2. E esse entrosamento que vinha desde a época que atuavam com a camisa do Penapolense deu resultado aos 6 minutos, depois de boa jogada da dupla, Crystian cruzou e encontrou Hugo sozinho, para abrir o placar para o XV.

Aos 16 minutos, apareceu a “Lei do Ex”, a bola foi rebatida pela zaga do CAP e na sobra, André Cunha marcou um belo gol, de primeira, acertando o ângulo do goleiro capeano.
Buscando a reação, o CAP conseguiu um pênalti, depois que Caxito foi derrubado na área por Hugo. Na cobrança, Dimba bateu mal e viu o goleiro Matheus fazer boa defesa e evitar o gol do time da casa.

Depois do pênalti perdido, o CAP sentiu o golpe e viu o XV fazer o 3º gol ainda no primeiro tempo. Aos 36 minutos, Rafael Gomes aproveitou o cruzamento de Samuel e de carrinho, fez 3 a 0 para o time visitante dentro do Tenentão quase vazio, com apenas 226 pagantes.

XV amplia e CAP não reage

Depois de um primeiro tempo muito superior, o XV não diminuiu o ritmo e foi em busca de mais gols. Já o CAP buscava reagir e buscava neutralizar a pressão do XV.

Mas o time visitante foi mais eficiente, aos 18 minutos, Tito aproveitou a falha da zaga do CAP e bateu forte para fazer o quarto gol do XV em Penápolis. No final do jogo, Bruninho aproveitou bem o espaço e puxou contra-ataque, driblou o goleiro e matou o jogo com o quinto gol, dando números finais à partida.

Próximos jogos

O Penapolense volta a campo no próximo sábado (19), quando vai até Bauru enfrentar o Noroeste, às 16h, pela 9ª rodada. Já o XV está de folga e só volta a campo no dia 26 de agosto, para enfrentar o Noroeste, em casa, pela 10ª rodada da Copa Paulista.

Anúncios

Em amistoso, Penapolense vence Marília por 3 a 1

Na tarde desta quarta-feira (11), o Penapolense recebeu o Marília no Tenentão para mais um amistoso de preparação para a Série A2 do Paulistão. O time da casa venceu o adversário que disputará a Série A3 por 3 a 1, com gols de André Cunha, Fio e Augusto Ramos, Gil Paraíba descontou para os visitantes.

O destaque do time capeano foi o volante André Cunha que participou dos 3 gols do time da casa.

Golaço de Fio e vantagem no intervalo

No começo da partida, o CAP partiu para o ataque e não demorou para abrir o placar. André Cunha lançou Gilvan que de costas ajeitou a boa para Fio, que de primeira, fora da área, acertou um belo chute no ângulo, sem chance para o goleiro, fazendo 1 a 0 para o time da casa.

Buscando ritmo de jogo, o Penapolense continuou pressionando o adversário e antes do intervalo conseguiu o segundo gol, após cobrança de pênalti de André Cunha, ampliando o placar antes do intervalo.

MAC diminui, mas CAP garante a vitória

Depois do intervalo, o Marília voltou animado e logo conseguiu diminuir o placar, após pênalti cometido por PV. Na cobrança, Gil Paraíba fez o gol do MAC.

O Penapolense manteve o ritmo e conseguiu o terceiro gol, depois de belo passe de André Cunha, o lateral esquerdo Augusto Ramos bateu cruzado e fez 3 a 1 para o CAP.

O Penapolense entrou em campo com: Samuel; Chrystian, Joílson, Léo Sam e Léo Carvalho; Paulo Vitor, Juliano, André Cunha e Germano; Fio Maravilha e Gilvan. Técnico Edson Só.

Próximo jogo

 O CAP volta a campo no próximo sábado (14) para enfrentar a Matonense, às 10h, no Tenentão. A estreia no Paulistão da Série A2, no dia 29 de janeiro, diante do Batatais, em casa.

Penapolense começa preparação para 2017

Pensando na disputa da Série A2 do próximo ano e com diretoria nova, o Clube Atletico Penapolense começou a montagem do elenco já neste fim de ano. A primeira contratação foi do treinador Edson Só, que já passou o CAP em outras duas oportunidades – uma como jogador – e inclusive foi o treinador que conseguiu o acesso à Serie A1 em 2012.

O elenco se apresentou no último dia (5) e já começou os treinos visando a disputa da A2 no próximo ano. Segundo o diretor Afonso Braga, as contratações foram criteriosas e o clube espera uma resposta positiva dos jogadores. “Iremos trabalhar com lealdade, respeito e responsabilidade. Estaremos abertos ao diálogo e esperamos o comprometimento do grupo”, destacou o treinador Edson Só.

De acordo com o planejamento da diretoria, a ideia inicial é permanecer na Serie A2 para 2018, e depois de alcançar esse objetivo, o clube tentará uma das quatro vagas para a próxima fase. O CAP pensa em inscrever 23 jogadores no início do campeonato e deixar 5 vagas para serem usadas para reforços pontuais.

Confira os jogadores já confirmados para 2017:

Goleiros: Cleiton (remanescente) e Felipe (ex-Sete de Dourados/MS);

Laterais: Altino (ex-Sete de Dourados/MS), Léo Carvalho (ex-Goianésia/GO), Cristiano; 

Zagueiros: Léo San (remanescente), Geam (remanescente), Guilherme (ex-Fluminense de Feira/BA), Luciano (ex-Catanduvense/SP);

Volantes: Fernando (remanescente), Batista (remanescente), Julinho (ex-Olímpia/SP);

Meias: André Cunha (remanescente), Paulinho (ex-Nacional-POR), Dudé (ex-ASA de Arapiraca/AL);

Atacantes: Fio (remanescente), Douglas Santana (ex-Marília/SP), Benito (volta de empréstimo);

De virada, Penapolense bate Marília e mantém liderança na Copa Paulista

O Marília recebeu o Penapolense no estádio Bento de Abreu neste sábado e acabou derrotado por 2 a 1, de virada, pela 7ª rodada da Copa Paulista. O MAC saiu na frente no primeiro tempo e teve um pênalti desperdiçado, no segundo tempo, o CAP virou justamente numa cobrança de pênalti, no final da partida. Com a vitória, o Penapolense abriu vantagem na liderança do Grupo 1, com 11 pontos, mantendo 3 pontos sobre o Mirassol. Já o MAC continua na lanterna, sem vencer, com apenas 1 ponto somado.

MAC sai na frente e perde penalti

Em casa, o Marília entrou com vontade de vencer e conseguiu fazer um primeiro tempo melhor que o CAP. Aos 28 minutos, Luciano Gigante recebeu a bola e não perdeu a chance de abrir o placar, fazendo valer a lei do ex.  Aos 40 minutos, Raul cruzou da esquerda para Luciano Gigante que foi tocado por Léo, dentro da área. Douglas foi para a cobrança, mas parou em Samuel Pires, que fez ótima defesa. Depois da defesa, o CAP cresceu na partida, mas continuou vendo Samuel Pires fazer defesas e salvar o time visitante.

Penapolense vira com pênalti no final

O jogo começou a mudar na segunda etapa, enquanto o MAC tentava se fechar para garantir o resultado, o Penapolense partiu para o ataque. O time visitante apostava nas jogadas aéreas e tentou diversas vezes até que aos 33 minutos, João Victor acertou uma cabeçada e empatou o jogo.

Depois do gol, o Marília se perdeu e o CAP cresceu na partida; aos 41 minutos, a bola pegou na mão do defensor e o árbitro marcou pênalti. A cobrança foi de André Cunha que não perdeu a chance e virou a partida para o Penapolense.

Próximos Jogos

As equipes do Grupo 1 estarão de folga na próxima rodada, mas voltam na 9ª rodada. O Penapolense enfrenta o Catanduvense, fora de casa, no sábado 20 de agosto, no Silvio Salles. Já o MAC vai até Olímpia enfrentar o time da casa, no domingo, às 10h00.

Penapolense empata com Olímpia e mantém liderança do Grupo 1

O time de Penápolis perdeu a chance de se isolar na liderança, neste sábado, o time empatou com o Olímpia no Tenentão. O time da casa abriu o placar com André Cunha e sofreu o empate nos minutos finais da partida com Robinho. O Penapolense continua na liderança do Grupo 1, com oito pontos em 4 jogos, com o Votuporanguense na cola, com 6 pontos. Enquanto isso, o Olímpia também chegou aos 6 pontos, mas está em terceiro por conta do saldo de gols.

Penapolense sai na frente

Com a partida bastante disputada, os dois times se estudaram bastante no meio campo, em busca de espaços para chegar bem em busca do gol. O Penapolense abusava das jogadas aéreas, já o Olímpia se defendia bem e buscava os contra-ataques em velocidade.

A primeira chance clara só aconteceu aos 35 minutos, quando Cassinho bateu de fora da área e Mumu fez boa defesa.

O primeiro gol saiu aos 43 minutos, quando Fio recebeu dentro da área e bateu forte, o goleiro Mumu deu rebote e André Cunha chegou para empurrar para o fundo das redes. Depois do gol, o time visitante partiu em busca do gol, mas o CAP soube segurar o resultado.

No final, Olímpia consegue o empate

No segundo tempo, o Penapolense continuava melhor e criando boas chances de gol, enquanto o time visitante se defendia e buscava velocidade para chegar ao gol do CAP, mas não tinha muito sucesso.

Aos 22 minutos, Fio ficou perto de fazer 2 a 0, o atacante recebeu ótimo lançamento e bateu forte, mas o goleiro fez ótima defesa.

Apesar das poucas chances, o Olímpia conseguiu o empate aos 39 minutos, Marcos Bahia arriscou de fora da área, o goleiro Samuel Pires deu rebote e a bola sobrou para Robinho que não desperdiçou e empatou a partida.

No fim da partida, as duas equipes estavam em busca da vitória, mas não conseguiram tirar o empate do placar.

Próximos jogos

Os dois times voltam a campo no próximo domingo, para a disputa da sétima rodada do Grupo 1. Às 10 horas da manhã, o Olímpia recebe o Votuporanguense, no Estádio Maria Tereza Breda. Já a tarde, às 16h00, o Penapolense encara o Marília, fora de casa, no Bento de Abreu.

André Cunha marca e garante a vitória do Penapolense diante do Mirassol

13692764_1444916385523861_5200364305762529713_o

André Cunha foi o nome do jogo e mais uma vez foi decisivo para o Penapolense (Foto: Silas Reche/C.A. Penapolense)

Pela quarta rodada da Copa Paulista, o Penapolense recebeu o Mirassol no Tenente Carriço. O time da casa venceu por 1 a 0, com gol de André Cunha e continua na liderança do Grupo 1. O CAP continua invicto, com duas vitórias e um empate, somando 7 pontos. Já o Mirassol continua sem vencer e é o 4º colocado, com dois pontos.

MUITA VONTADE E POUCAS CHANCES

Com muita vontade e com um ritmo forte, Penapolense e Mirassol fizeram um primeiro tempo equilibrado, com o time da casa com mais posse de bola e o visitante buscando chances em erros do adversário.

Com muitas faltas e poucos lances de perigo, o melhor momento da primeira etapa foi uma cabeçada de André Cunha, que parou em ótima defesa do goleiro do Mirassol.

PENAPOLENSE TENTA ATÉ ABRIR O PLACAR

Diferente do primeiro tempo, o Mirassol adiantou a marcação e teve a primeira chance de perigo. Alex Reinaldo acertou um belo chute, obrigando Samuel a fazer boa defesa.

Na sequência, André Cunha apareceu bem e por pouco não abriu o placar, mas a bola desviou na zaga e foi para fora.

E de tanto tentar, André Cunha conseguiu abrir o placar aos 9 minutos, depois de cruzamento de Fio, fez a finta no zagueiro e bateu para marcar 1 a 0 para o CAP.

Depois do gol, o Penapolense continuou apertando e acertou o travessão aos 35 minutos.

PRÓXIMOS JOGOS

Pela 6ª rodada, o Penapolense recebe o Olímpia, no Tenentão, no sábado, às 18h30. Já o Mirassol joga em casa diante do Marília, na terça-feira (02/08), às 20h.

No sufoco, Penapolense vence o Catanduvense pela estreia da Copa Paulista

cap_Fotor

Penapolense venceu o Catanduvense na estreia com gols de Fio e Gilsinho (Foto: Silas Reche/C.A. Penapolense)

Na estreia do Penapolense na Copa Paulista, o time da casa recebeu o Catanduvense no Tenente Carriço e conseguiu uma importante vitória por 2 a 1, com gols de Fio e Gilsinho; Fabinho descontou para o Catanduvense. Apesar dos 3 pontos, o time de Penápolis levou um sufoco no final, com direito a bola na trave.

CAP sai na frente e domina o 1º tempo

Jogando em casa e querendo os 3 pontos, o Penapolense partiu para o ataque e por pouco não abriu o placar no começo do jogo com Fio, que parou em ótima defesa de Wendel.

Na segunda chance, o atacante do CAP não bobeou e abriu o placar, André Cunha fez ótima jogada e tocou para Fio, que bateu sem chances para Wendel, fazendo 1 a 0.

Depois do gol, o time visitante foi em busca do empate e deixou espaços para o CAP. A melhor chance antes do intervalo saiu e novo dos pés de André Cunha, que bateu falta e viu Fio obrigar Wendel a novamente salvar o Catanduvense.

Catanduvense empata, mas CAP consegue a vitória

Depois do intervalo, o Catanduvense voltou melhor e aproveitou a chance para empatar a partida logo aos 4 minutos. Tabarana cobrou falta, Samuel Pires espalmou, o rebote ficou com Leandro Love que acertou a trave, na terceira chance, Fabinho empurrou para as redes fazendo 1 a 1.

10 minutos depois, Carlinhos perdeu a bola no meio-campo para Fio, que puxou o contra-ataque e tocou para Gilsinho fazer 2 a 1 para o Penapolense.

Aos 28 minutos, Rufino foi expulso após receber o segundo amarelo depois de fazer falta dura no meio campo, deixando o Catanduvense com 10 jogadores.

Depois de um pé alto de André Cunha, o Catanduvense teve a chance de empatar em falta em dois lances que Fabinho acertou o travessão.

Próximo Jogos

O Penapolense volta a campo no próximo sábado contra a Votuporanguense, às 15 horas, em Votuporanga. No mesmo dia, o Catanduvense recebe o Marília, no Silvio Salles, em Catanduva às 16h00.