Em casa, Penapolense vence o XV de Piracicaba e entra no G4

17097796_1696065463742284_6164156249897469209_o

Jogando no Tenentão, CAP venceu o XV de Piracicaba por 2 a 0 e chegou ao G4 (Foto: Silas Reche/CA Penapolense)

Jogando no Tenentão, o Penapolense fez o dever de casa e venceu o XV de Piracicaba por 2 a 0, com gols de André Cunha e Thiago Moura. Com o resultado, o time de Penápolis entra no G4, até o confronto entre Batatais e São Caetano, neste domingo, às 16h00.

Com a vitória, o CAP chegou aos 16 pontos e chegou ao 4º lugar, já o XV continua com 11 pontos na 11ª posição.

CAP domina a partida

O time da casa começou bem e dominou o primeiro tempo. Em busca de mais uma vitória, o CAP pressionou o XV e não deixou o time visitante gostar do jogo. E o primeiro gol não demorou para sair. Com quatro minutos, Léo Carvalho cobrou escanteio na cabeça de Thiago Moura, que subiu sozinho e fez 1 a 0 para o time de Penápolis.

Apesar da vantagem, o Penapolense não diminuiu o ritmo e continuo pressionando e por pouco não ampliou com Leandro Love.

O XV chegou com perigo aos 25 minutos, com Marcos Vinicius, que cabeceou forte e parou na ótima defesa de Samuel Pires.

O CAP continuou no ataque e Leandro Love teve outra chance depois de passe de Léo Coelho, mas acabou travado na hora do chute. Na sequência, o Penapolense acertou o travessão depois de uma boa tabela de Altino e Fio, o atacante chutou na saída de Veloso e por pouco não ampliou o placar.

No último lance da primeira etapa, André Cunha apareceu bem, e o XV escapou graças ao desvio da zaga.

 

Penapolense amplia e chega no G4

Apesar do intervalo, o jogo continuou o mesmo, o ataque do Penapolense contra a defesa do XV. Com cinco minutos, André Cunha teve outra ótima chance e só não ampliou graças ao desarme de Clayton. Altino ainda teve boa chance, mas perdeu a chance.

Depois dos 15 minutos, o Penapolense continuava atacando e o XV apenas se defendia. Fio teve ótima chance de fazer o segundo, mas parou em ótima defesa de Veloso. Depois foi Léo Coelho quem perdeu ótima chance.

O XV de Piracicaba teve a melhor chance com Gilsinho, que de fora da área, acertou belo chute e viu Samuel Pires fazer boa defesa.

Pouco depois, André Cunha invadiu a área e foi derrubado por Romarinho. O camisa 10 foi para a cobrança e fez 2 a 0 para o Penapolense.

Com o segundo gol, o XV não conseguiu reagir e viu o time de Penápolis manter a vantagem na partida.

Próximos jogos

O Penapolense volta a campo às 15h no próximo sábado, contra o Água Santa, em Diadema. Já o XV de Piracicaba terá duelo contra o Rio Claro, fora de casa, no domingo, às 16h. As duas partidas valem pela 10ª rodada da Série A2.

Penapolense anuncia zagueiro Zelão e deve apresentar Rodrigo Biro em janeiro

zelao-marca-para-o-corinthians-contra-o-sao-paulo-em-2007-1300669182414_956x500.jpg

Zelão é o novo reforço do Penapolense para a Série A2 (Foto: Divulgação)

O torcedor do Penapolense recebeu duas boas notícias na manhã desta quarta-feira (30), a diretoria anunciou a contratação do zagueiro Zelão (ex-Corinthians) para a disputa da Série A2.

Com 31 anos e 1,88m de altura, Zelão chega ao CAP depois de passar por clubes como Matonense, Novorizontino, Bragantino e XV de Piracicaba.

Além do zagueiro, o lateral esquerdo Rodrigo Biro também já está acertado com o clube, faltando apenas o anúncio oficial do clube.

Os dois jogadores vão se juntar ao elenco no próximo dia 04 de janeiro, na reapresentação após as festas de fim de ano.

O Penapolense estreia na Série A2 do Paulista no final de janeiro, diante do Juventus, na Rua Javari.

Penapolense se apresenta com reforços para a Série A2

12307378_1263707493644752_2484597757426843577_o.jpg

Paulinho Kobayashi terá a missão de devolver o Penapolense à elite paulista (Foto: Silas Reche)

Buscando retornar à Série A1, o Penapolense apresentou parte do seu elenco para a disputa da Série A2 do Paulistão em 2016. Mantendo 80% do elenco que foi semifinalista na Copa Paulista, o time apresentou apenas alguns reforços – entre eles – alguns velhos conhecidos da torcida capeana.

Entre as novidades estão os volantes Dudu (ex-Red Bull Brasil) e Fernando (ex-Paysandu), os atacantes Beto (ex-Botafogo-PB) e Everton (ex-Criciúma-SC) e o goleiro Renan (ex-Inter de Lages-SC).

Outra novidade foi a apresentação do ex-volante Heleno como auxiliar técnico de Paulinho Kobayashi, que continua no comando da equipe depois da participação na Copa Paulista.

O treinador capeano se mostrou animado com a chance de acesso e retorno à elite estadual no próximo ano. “Nossa meta é alcançar a Série A1. Na Copa Paulista havia dito que a equipe tinha potencial para desenvolver uma boa campanha, o que acabou ocorrendo. Para o próximo campeonato (Série A2) minha visão é idêntica. Se 80% do elenco permaneceu, é sinal que todos têm qualidade”, afirmou Kobayashi.

Nos próximos dias mais reforços devem ser anunciados para fechar a lista de 28 atletas que podem ser inscritos na competição.

Confira o que mudou na Série A2 do Paulistão para 2016

A edição do Campeonato Paulista – Série A2 passará por mudanças no regulamento a partir de 2016, isso foi definido no arbitral que aconteceu na semana passada na sede da Federação Paulista de Futebol, com votação da maioria dos clubes sobre as mudanças.

A primeira mudança significativa é o número de acesso, se até 2015 eram 4 clubes que garantiam o acesso, ano que vem serão apenas 2. Além disso, o número de rebaixados sobe de 4 para 6, aumentando a preocupação dos clubes menores.

Outra mudança foi na fórmula de disputa, saem os pontos corridos e volta o “mata-mata”- a primeira fase será em turno único, com 19 rodadas, os 8 melhores se classificam para as oitavas, depois quartas e semis, os dois finalistas estarão na Série A1 em 2017. As quartas e semifinais serão disputadas em duas partidas, já a final será partida única (no dia 8 de maio).

O que continua igual é o limite de 28 jogadores inscritos por equipe (25 jogadores de linha e três goleiros). O prazo para inscrição é no dia 4 de março, ou seja, antes da décima rodada.

O calendário dos jogos só deverá ser divulgado em dezembro, um mês antes do inicio da competição.

Outra mudança que segue o que foi definido na Série A1 é que os técnicos só poderão trabalhar em um clube daquela divisão, evitando a troca de técnicos dentro da mesma série.

Dezenove clubes estão confirmados na Série A2 em 2016, 11 já disputaram a competição em 2015 (Atlético Sorocaba, Batatais, Guarani, Independente, Monte Azul, Paulista, Rio Branco, Santo André, São Caetano, União Barbarense e Velo Clube); quatro foram rebaixados da elite (Bragantino, Marília, Penapolense e Portuguesa) e quatro clubes que conseguiram o acesso (Barretos, Juventus, Taubaté e Votuporanguense).

A última vaga está entre Mirassol e Água Santa – o time de Diadema conseguiu o acesso, mas está com problemas em seu estádio e pode ficar de fora por não ter o número mínimo de lugares para receber jogos da Série A1 e assim pode continuar na Série A2, se não entregar os laudos necessários para a Federação.