Penapolense faz 3 a 1 no Linense e afunda o rival

Jogando no Tenentão lotado, o Penapolense conseguiu um ótimo resultado, o time venceu o Linense por 3 a 1 e saiu da zona de rebaixamento do Paulistão e ainda empurrou o rival para a vice lanterna do estadual.

Os destaques da partida foram o meia Sérgio Mota – que deu dois passes para gol – e o atacante Crislan – que fez o terceiro gol, no momento em que o Linense pressionava em busca do empate.

CAP perde muitos gols, mas Diego Rosa abre o placar

Jogando com o apoio da torcida que lotou o estádio, o Penapolense atacou desde o primeiro minuto de jogo, e se mostrava disposto a decidir o jogo ainda no primeiro tempo. Antes de abrir o placar, o time criou várias chances de gol e pecou nas finalizações.

Mas aos 28 minutos, Diego Rosa recebeu cruzamento de Sérgio Mota e de cabeça, abriu o placar para o CAP. Enquanto isso, o Linense não se encontrava em campo e deixava espaços para o time da casa dominar todas as ações do jogo.

Mesmo depois de abrir o placar, o CAP buscava ampliar a vantagem e perdeu algumas chances antes do árbitro apitar o fim do primeiro tempo.

Samuel Pires aparece e Crislan define a vitória

O segundo tempo nem começou e o torcedor capeano soltou o grito de gol logo aos 2 minutos, depois de falta cobrada por Sérgio Mota, o zagueiro Luiz Gustavo tocou e fez o segundo do CAP.

Depois do segundo gol, o Linense cresceu e começou a criar chances para diminuir, em vários lances esbarrou na boa atuação de Samuel Pires. Mas aos 15 minutos, nem mesmo a boa defesa do goleiro, depois de chute de Bruno salvou o CAP, que viu William Pottker sozinho no rebote, diminuir a vantagem. Os jogadores do Penapolense reclamaram muito do lance, já que a cobrança foi rápida e pegou a zaga ainda se organizando.

Depois do gol, o Linense cresceu ainda mais e esbarrou em Samuel em algumas oportunidades. Foi aí que brilhou a estrela do técnico PC Gusmão e do atacante Crislan.

Aos 18, o time de Penápolis respondeu e mostrou que não deixaria a vitória em casa no clássico escapar. Depois de desvio de Diego Rosa, o goleiro Anderson não alcançou e Crislan completou para as redes, fazendo 3 a 1 e dando números finais à partida.

Próxima rodada e classificação

O Linense volta à campo no próximo sábado, para enfrentar o Bragantino, em Lins, às 18h30. Já o Penapolense terá pela frente o Botafogo de Ribeirão, fora de casa, na terça-feira, às 19h30.

Anúncios

Sem “ajuda” de São Pedro, Penapolense e Linense ficam no 1 a 1

O primeiro clássico na 1ª divisão do Paulistão não foi como se esperava, pela 13ª rodada e debaixo de muita chuva, Penapolense e Linense empataram em 1 a 1, em um jogo onde foi difícil fazer a ‘bola rolar’ no gramado do Gilbertão.

O jogo começou com o gramado encharcado e com as duas equipes com dificuldade de criar jogadas. Mas foi o time de Penápolis que criou a primeira chance, depois de cobrança de escanteio, Gualberto cabeceou na trave.

Aos 39 minutos, o Linense perdeu um “gol feito” depois de receber lançamento e driblar o goleiro Marcelo, Fábio Lopes bateu mal e “isolou” a bola. Aos 42, Lenílson recebeu a bola dentro da pequena área e bateu por cima do gol de Marcelo.

No segundo tempo, o Linense começou melhor e quase abriu o placar aos 8 minutos, mas Fábio Lopes perdeu mais uma chance clara de gol.

E depois de sofrer pressão do time da casa, o Penapolense acabou abrindo o placar em cobrança de escanteio, desta vez, Gualberto na cabeceou na trave, o zagueiro aproveitou o bate e rebate e empurrou a bola para o fundo do gol, fazendo 1 a 0 para o time visitante.

Aos 39 minutos, o Linense conseguiu o empate, depois de uma bela cobrança de falta de Tarracha, que foi no ângulo do goleiro Marcelo, que ainda tocou na bola, mas não conseguiu evitar o gol.

Com o empate, o Penapolense chegou aos 17 pontos – 10º colocado – e continua brigando por uma vaga na Série D e no G8.

Na próxima rodada, o Penapolense recebe o São Bernardo, no estádio Tenente Carriço, às 16h.

Santos vence e chega com moral para o Clássico contra o Palmeiras

Depois de uma quarta feira recheada de gols pelo estadual, o Santos jogou na Vila mais famosa do mundo e conseguiu mais um bom resultado. Venceu o São Caetano por 2×0, com dois gols do jovem Róbson que entrou no 2º tempo, depois de ver Lúcio Flávio não fazer um bom jogo. Desta vez Kléber Pereira não marcou.

Ainda no campeonato Paulista, o Guaratinguetá, que foi destaque ano passado, venceu o Mogi-Mirim do presidente Rivaldo, por 2×1. E agora começa a respirar neste campeonato, saindo da zona do rebaixamento e chegando aos 5 pontos no torneio. Já o “Sapão” continua mal com 3 pontos em 5 jogos.

Se o Paulistão terminasse hoje os confrontos das semifinais seriam: Corinthians x Santos e Palmeiras x Barueri. Mas só foram  5 rodadas, faltam 14 rodadas para definir esses confrontos de mata-mata.

Próximos jogos:

SÁBADO:

17:00 – Corinthians x Portuguesa – Corinthians tem tudo para se manter na liderança, mas a Lusa vem numa crescente e pode complicar a vida do Timão. Empate.

18:30 – Santo André x Marília – O Santo André vem bem melhor que o Marília e deve passar pela equipe do interior sem muita dificuldade.

19:10 – Bragantino x Paulista – O Bragantino vem mal, está na zona do rebaixamento. O Paulista não vem bem mas quase complicou a vida do Corinthians na última rodada. Aposto no Braga por jogar em casa.

19:10 – Mirassol x Ituano – Mirassol perdeu em casa na última rodada pro Santo André e vai com tudo para cima do Ituano que vem complicando para os grandes, mas diante dos pequenos não tem feito muita coisa. Aposto no Mirassol.

DOMINGO:
11:00 – Oeste x Noroeste – O duelo dos desesperados, Oeste joga em casa, mas acredito que o Norusca tem mais time que o time de Itápolis.

17:00 – Palmeiras x Santos – Clássico não tem favoritos, o Palmeiras está 100% em 2009, e o Santos vem bem no estadual, é o 4º colocado no Paulistão.

17:00 – Botafogo-SP x São Paulo – Mesmo jogando no interior, o São Paulo é forte e deve passar pelo Botafogo sem nenhuma dificuldade.

19:10 – Guarani x Ponte Preta – Dérbi de Campinas, Ponte vem de goleada sobre o MAC, e o Guarani perdeu para o Botafogo em Ribeirão. Ponte chega mais forte, mas é um clássico.

19:10 – Mogi Mirim x Barueri – Na minha opinião, Mogi caminha a passos largos para a série A-2 e nem deve complicar a vida do Barueri que com a vitória deve continuar no G4.

19:10 – Guaratinguetá x São Caetano – O Guara venceu a primeira e deve chegar animado, mas o São Caetano tem um time mais entrosado que o Guará, o Azulão deve vencer mesmo jogando fora de casa.

Purity/Cesumar 1×3 Uniamérica/Foz do Iguaçu

Não foi a despedida que o torcedor maringaense esperava. Um time apático, cometendo erros primários, e um time de Foz jogando bem desde o começo. Esse foi o cenário visto por quem foi até o ginásio Chico Netto acompanhar o último jogo da Superliga deste ano.

Um time que nenhum torcedor no ginásio conseguiu entender, o time foi crescer apenas no 3º set, e mesmo assim, foi na base da superação. No 4º set, o time mostrou o desinteresse no jogo. Quando uma bola no fundo de quadra, com dois jogadores acompanhando e uma aposta no famoso “golpe de vista”. O resultado foi a “derrubada” do time no final do set e a vitória da equipe de Foz.

O primeiro set foi um set para ser esquecido, o time errou ataques bobos, queimou várias bolas de fundo, e tocou muitas vezes na rede, fazendo o time de Foz abrir uma boa vantagem no placar, que foi fechado em 25×19.

No segundo set novamente o time não se encontrou em quadra e mostrou novamente erros que não foram cometidos em nenhum outro jogo desta Superliga e o placar foi 25×21 novamente para a equipe de Foz.

O terceiro set foi bem disputado com o time maringaense abrindo vantagem apenas no final do set, e mesmo com um voleibol fraco e sem muito esforço, o time venceu o set e evitou uma derrota por 3×0 para a equipe de Foz que já estava rebaixada. No final do set o placar apontava 25×23 para a equipe do Purity/Cesumar.

O quarto set foi o reflexo de todo o jogo, um time sem muito esforço, mas que mesmo assim chegou a abrir 24×21 e acabou levando a virada depois de um “golpe de vista” que deu moral para a equipe do Uniamérica buscar o set e fechar em 27×25. Fazendo 3×1 no jogo.

Apesar da derrota, a equipe do Purity/Cesumar ficou com 36 pontos, na 13ª posição, uma posição acima da zona de rebaixamento, e a equipe de Foz mesmo com a vitória ficou na última posição com 34 pontos.

Apesar da desastrosa despedida, o saldo deste ano na Superliga foi positivo, afinal foram 8 vitórias e muitos jogos bons contra equipes maiores. Vale lembrar também que as duas derrotas pra Foz valeram a classificação para a segunda fase, já que o time chegaria a 38 pontos e teria um saldo de set melhor que do Universo/Uptime, equipe que ficou na 8ª posição.

Fica a sensação de dever cumprido, mas a despedida deixou uma má impressão de um time que foi aguerrido durante toda a competição mas que não teve uma despedida digna dos jogos que realizou durante a Superliga.

por Zuba Ortiz