Nos pênaltis, Penapolense cai diante do Linense na semi da Copa Paulista

Linense garantiu a vaga na final da Copa Paulista depois de vencer nos pênaltis por 4 a 2.

Linense garantiu a vaga na final da Copa Paulista depois de vencer nos pênaltis por 4 a 2. (Foto: José Luis Silva/ CA Linense)

Jogando neste sábado (14) em Lins, o Penapolense foi derrotado pelo Linense no tempo normal por 1 a 0 – com o resultado, o jogo foi para a decisão por pênaltis. E o time da casa foi mais eficiente e venceu por 4 a 2, garantindo a vaga na final da Copa Paulista, diante do Ituano.

Com a eliminação, o Penapolense começa a pensar na próxima temporada, quando disputa a Série A2 do Paulistão. Já o Linense vai em busca do título que garante vaga na Copa do Brasil ou na Série D do Brasileiro.

Linense pressiona, mas não abre o placar

Jogando em casa e precisando do resultado, o Linense foi para o ataque logo no começo da partida.

Aos 9 minutos, Gedeílson cruzou para Gabrielzinho, que bateu de primeira sem muito perigo para o goleiro Samuel Pires.

Antes dos 20 minutos, o time da casa chegou mais duas vezes com Gabrielzinho que primeiro bateu perto da trave, na segunda chance, cortou dentro da área, mas acabou batendo para fora.

Aos 25 minutos, o CAL abriu o placar, com Tássio – mas o bandeira já havia marcado impedimento, anulando o lance.

Aos 43, a melhor chance do Penapolense, depois de ótima jogada de paraíba, a zaga do Linense coloca a bola para escanteio e por pouco não faz contra.

No intervalo, Moisés Egert (técnico do Linense) foi expulso por reclamação.

Pênalti polêmico no final e decisão na marca da cal

Precisando vencer, o Linense entrou no segundo tempo disposto a tirar o zero do placar. Aos 4 minutos, Gabrielzinho bem que tentou, mas foi marcado impedimento do atacante do CAL.

Aos 25 minutos, o time da casa chega novamente com perigo, depois do cruzamento, três jogadores do Linense tentam, mas não alcançam a bola para cabecear.

1 minuto depois foi a vez de Tavares tentar abrir o placar e parar em ótima defesa de Samuel Pires.

Com o jogo chegando no seu final, o Linense pressionava e o Penapolense se segurava como podia, principalmente com ótima atuação de Samuel Pires.

Aos 39 minutos, o atacante Tardelli caiu na área e o juiz marcou pênalti, para revolta dos jogadores do CAP.  Na cobrança, Thiago Humberto fez 1 a 0 para o time da casa.

Depois do pênalti, Paulinho Kobayashi acabou expulso, deixando o CAP sendo comandado por seu auxiliar nos minutos finais.

Pará e Elbis perdem e Linense garante vaga na final

Na disputa por pênaltis brilhou a estrela de Galletti, o goleiro do Linense que pegou duas cobranças e garantiu a vaga na final da Copa Paulista diante do Ituano.

Pelo Linense fizeram: Rafael Chorão, Marcelo Pé, Gedeílson e Tardelli; já pelo CAP marcaram: Neílson e Jessé e perderam: Pará e Elbis.

Anúncios

Penapolense vira pra cima do Linense e abre vantagem na semi da Copinha

Paraíba comemora o gol da vitória do Penapolense diante do Linense (Foto: Silas Reche/C.A. Penapolense)

Paraíba comemora o gol da vitória do Penapolense diante do Linense (Foto: Silas Reche/C.A. Penapolense)

Jogando neste domingo (8) no estádio Tenente Carriço, o Penapolense recebeu o Linense pela primeira partida da semifinal da Copa Paulista. Depois de sair perdendo, o time da casa virou o placar e venceu por 2 a 1, com gols de Fio e Paraíba; Thiago Humberto descontou para o time de Lins.

Com a vitória, o time de Penápolis joga por um empate na próxima partida, sábado. Ao Linense resta vencer por 2 gols de diferença para chegar à final, ou por 1 gol para levar a decisão para os pênaltis.

Linense começa melhor e sai na frente

Diante de mais de 8 mil pessoas, as duas equipes entraram em campo buscando a vitória desde o primeiro minuto.

Apoiado pela torcida, o Penapolense teve a primeira boa chance aos 5 minutos, depois de boa jogada, Fio cabeceou no travessão e a bola ainda pingou na linha, antes da zaga tirar o perigo.

Aos 12 minutos, novamente o CAP chegou com perigo, desta vez Pará cruzou bem, mas Galletti chegou antes de Kesley, salvando o time de Lins.

A primeira boa chance do Linense aconteceu apenas aos 24 minutos e foi fatal. Depois de tabela de Gabrielzinho e Rafael Aidar, a bola foi rolada para Thiago Humberto, que só teve o trabalho de empurrar para o gol, fazendo 1 a 0 para os visitantes.

Depois do gol, o Linense cresceu por duas vezes só não ampliou o marcador por causa de Samuel Pires, que teve ótima atuação, salvando o CAP.

Penapolense muda e Paraíba brilha no final

Depois de terminar o primeiro tempo em desvantagem, o técnico Paulinho Kobayashi fez duas mudanças no intervalo, saíram Pará e Felipe Merlo e entraram Paraíba e Vinícius.

A primeira boa chance do Penapolense foi apenas aos 11 minutos, depois de cobrança de Paraíba, Ricardo cabeceou e Fio completou para o fundo das redes, empatando a partida.

3 minutos depois, o CAP chegou novamente, mas Dimba foi derrubado na área, mas o juiz marcou falta do atacante em cima do zagueiro Jorge Luiz.

Depois do gol, o Penapolense foi pra cima e o Linense se segurava como podia. Paraíba teve chance de virar o marcador, mas bateu pra fora.

Já no final da partida, Dimba fez ótima jogada e tocou para Paraíba, que bateu perto do gol de Galletti.

Aos 45 minutos, Paraíba fez ótima jogada, driblou Galletti e fez o gol da virada do Penapolense, fazendo 2 a 1 para a alegria dos 8.202 pagantes que lotaram o Tenentão.

Com um a menos, o Linense foi pra cima, mas quem teve chance de matar o jogo foi o CAP – aos 48 minutos, Kesley encobriu o goleiro e a bola explodiu na trave, evitando o 3º gol.

Próximo jogo

A segunda partida será no próximo sábado (14), às 19 horas, no Gilbertão, em Lins. 

Penapolense empata com o Independente e garante vaga na semi da Copa Paulista

Depois de dois empates, o Penapolense garantiu vaga na semifinal da Copa Paulista (Foto: Silas Reche/C.A. Penapolense)

Depois de dois empates, o Penapolense garantiu vaga na semifinal da Copa Paulista (Foto: Silas Reche/C.A. Penapolense)

Jogando neste domingo (1), no estádio Tenente Carriço, o Penapolense empatou em 0 a 0 com o Independente e garantiu a vaga na semifinal da Copa Paulista.

Com o empate, o CAP levou vantagem pois tinha melhor campanha na soma das fases anteriores e por isso garantiu a classificação.

Depois de garantir a classificação, o time se prepara para um clássico regional, já que na outra chave, o Linense garantiu o empate aos 42 do segundo tempo e eliminou o Nacional.

Penapolense aperta, mas não abre o placar

Diante de um bom público, o Penapolense começou pressionando e por pouco não abriu o placar logo aos 8 minutos, depois de belo chute de Pará que Marcelo Bonan espalmou e viu a bola pegar no travessão antes de sair.

O calor e o começo acelerado fizeram os dois times errarem muitos passes e criarem poucas chances de gols.

Aos 28 minutos, novamente Bonan salvou o Independente depois de belo chute de Pará.

O CAP pressionou no final, mas acabou 0 a 0.

Independente por pouco não estraga a festa capeana

Como no primeiro tempo, o CAP começou pressionando e levando perigo com chutes de Fio e Neílson.

Buscando garantir a classificação, o Penapolense pressionou, mas esbarrou em manhã inspirada de Marcelo Bonan.

Aos 15 minutos, o duelo entre Pará e Bonan ganhou um novo capítulo, após dividida com o meia, o goleiro salvou o que seria o primeiro gol do CAP.

Dois minutos depois foi a vez de Jairo tentar e o goleiro aparecer novamente e evitar o primeiro gol.

Aos 23 minutos, a melhor chance do Independente, Americano recebeu belo passe e bateu forte, a bola explodiu na trave, assustando os torcedores que estavam no Tenentão.

Já no final da partida, Dominguinhos recebeu dentro da área e chutou para fora, após ótimo passe de Dimba.

No minuto final, PC tentou boa jogada, mas acabou cruzando para as mãos de Samuel Pires.

Próximo jogo

A primeira partida da semifinal será disputada no próximo domingo (8), às 10h, no Tenentão. O Linense joga por dois resultados iguais, pois possui melhor campanha na soma da competição.

De virada, Penapolense vence Nacional e garante liderança do Grupo 07

Jogando neste domingo (18) em São Paulo no estádio Nicolau Alayon, o Penapolense venceu o Nacional por 3 a 1, com gols de Dimba (2) e Kesley; Jorge Mauá descontou para o time da casa. Os dois times se classificaram para o “mata-mata”, o Naça foi um dos 2 melhores 3º colocados. Já o time de Penápolis terminou na liderança com 11 pontos.

Mauá coloca o Nacional em vantagem

Jogando em casa, o Nacional partiu para o ataque e tentava ter a posse de bola para furar a zaga capeana.

Em jogo equilibrado, Ricardo foi o primeiro a ter uma boa chance e por pouco não abriu o placar para o Penapolense. Caio respondeu e viu a bola passar perto do gol do goleiro Samuel.

Apesar de dominar o primeiro tempo, o time da casa só teve chance clara aos 41 minutos, quando Jorge Mauá pegou de primeira e surpreendeu o goleiro Samuel Pires, que estava adiantado e fez um belo gol, abrindo o placar para o Nacional.

Depois do gol, o Nacional cresceu e por pouco não ampliou o placar antes do intervalo, mas parou na boa marcação do Penapolense.

Dimba brilha e CAP garante a vitória

O CAP voltou disposto a vencer e mudou a forma de jogar. E a diferença apareceu logo no primeiro minuto, quando Dimba deu um chapéu no goleiro Carlão, mas foi travado por Jairo. O Nacional tentava garantir o resultado e se segurava como podia.

Mas aos 10 minutos, Dimba não desperdiçou, bateu de fora da área e venceu o goleiro Carlão, empatando a partida.

Com o empate, o Nacional foi para o ataque e abriu espaço para o time do técnico Paulinho Kobayashi. Caio fez boa jogada e cruzou para Jorge Mauá, que bateu a queima roupa e viu Samuel Pires fazer uma excelente defesa e garantir o empate.

Aos 26 minutos, Kesley bateu de fora da área e viu o goleiro Carlão não alcançar, virando a partida para o CAP.

E antes do apito final, Dimba apareceu de novo e fez 3 a 1 para o Penapolense, garantindo a liderança do Grupo 07.

Próxima fase

Com a liderança do grupo, o Penapolense vai enfrentar o Independente – com a vantagem de definir a vaga em casa, jogando no Tenentão. O calendário deve ser divulgado essa semana.

O Classificado do confronto entre Penapolense e Independente enfrenta o vencedor de Linense e Nacional. Do outro lado da chave, o vencedor de União Barbarense e Rio Branco enfrenta o vencedor de Mirassol e Ituano.

Confira os confrontos do mata-mata:

Linense x Nacional

Penapolense x Independente

União Barbarense x Rio Branco

Mirassol x Ituano

Penapolense vence Rio Branco por 3 a 1 e se aproxima da classificação na Copa Paulista

Penapolense vence a segunda seguida e chega aos 8 pontos (Foto: Silas Reche/CA Penapolense)

Penapolense vence a segunda seguida e chega aos 8 pontos (Foto: Silas Reche/CA Penapolense)

Jogando no estádio Tenente Carriço, o Penapolense enfrentou o Rio Branco na noite desta quarta-feira (14) e venceu por 3 a 1, com gols de Dimba, Kesley e Neílson; Agenor descontou para o time visitante.

Com a vitória, o Penapolense assumiu a liderança do grupo com 8 pontos, os outros 3 times do grupo estão com 6 pontos.

Dimba aparece e coloca o CAP na frente

Em busca de uma vitória que deixaria a classificação próxima, as duas equipes tinham propostas claras, o Penapolense atacaria e o Rio Branco apostaria em contra-ataques. E o jogo começou assim, a primeira boa chance aconteceu aos 5 minutos, numa escapada do time visitante que parou em ótima defesa de Samuel Pires.

Já o CAP só chegou com perigo aos 17 minutos, e Dimba não perdoou. O atacante recebeu belo passe de Paraíba e abriu o placar para o time da casa.

Depois do gol, o Rio Branco partiu para o ataque e quase empatou aos 29 minutos, quando Samuel Pires mais uma vez apareceu bem e fez ótima defesa.

No lance seguinte, Dimba aproveitou o contra-ataque e por pouco não fez 2 a 0. E o atacante do Penapolense estava inspirado, aos 33, fez ótima jogada e passou para Fio, que não alcançou.

A última jogada de perigo foi do Rio Branco, aos 39 minutos, quando Diegão recebeu cara a cara com Samuel e mais uma vez, perdeu a chance de empatar.

Kesley faz golaço e Neílson garante a vitória

Com um cenário diferente do começo da partida, foi o Rio Branco quem partiu para o ataque em busca do empate, deixando espaços para o Penapolense.

Em um contra-ataque, Kesley fez ótima jogada e na sobra Vinícius chutou por cima do gol.

Aos 23, o Rio Branco novamente chegou bem e Felipe Merlo salvou o CAP do gol de empate.

No lance seguinte, Kesley recebeu ótimo passe e bateu por cima do goleiro, fazendo um golaço e botando o CAP em vantagem no Tenentão.

E o Penapolense continuou dominando e aos 33 veio o golpe de misericórdia, Neílson dividiu com o zagueiro e acabou fazendo 3 a 0 e praticamente dando números finais à partida.

Aos 39, Agenor apareceu bem e aproveitou o cruzamento para descontar para o Rio Branco, mas já era tarde para reação.

Próxima partida

Pela última rodada da segunda fase, o Penapolense enfrenta o Nacional fora de casa, às 10h. Já o Rio Branco recebe o Paulista, no mesmo horário, no Décio Vitta.

Penapolense vence o Paulista por 3 a 1 e assume vice liderança do grupo

Nova Imagem

Penapolense venceu o Paulista pela Copa Paulista por 3 a 1. (Foto: Silas Reche/C.A. Penapolense)

Jogando na manhã deste domingo (11), o Penapolense venceu o Paulista por 3 a 1, no estádio Tenente Carriço, em Penápolis. Na rodada anterior, os dois times haviam empatado em 2 a 2, em Jundiaí. Com a vitória, o time de Penápolis sobe para a segunda posição do grupo – com 5 pontos, um a menos que o Rio Branco, o Paulista e o Nacional também possuem 5 pontos, mas perdem no saldo de gols (1 gol do CAP contra 0 de Nacional e Paulista).

Neílson brilha e abre 2 a 0

Jogando em casa, o Penapolense buscava a vitória para se manter vivo na Copa Paulista, já o Paulista queria a vitória para assumir a liderança isolada do grupo. Com o fato casa a seu favor, o CAP não se intimidou e foi logo para o ataque, enquanto o Paulista se defendia como podia.

Aos 35 minutos, Dimba foi derrubado por Mayko dentro da área, o árbitro marcou pênalti par o time da casa. Na cobrança, Neílson fez 1 a 0 para o Penapolense.

Antes do intervalo, Neílson apareceu novamente, desta vez com a bola rolando, e aos 43 minutos, fez 2 a 0 depois de um bate-rebate dentro da área do Paulista.

Kesley brilha, garante a vitória e a vice-liderança

Diferente do primeiro tempo, o Paulista partiu para o ataque em busca do empate, que garantiria o time na vice-liderança.

Essa pressão do time visitante foi recompensada aos 20 minutos, quando Rafinha escapou em velocidade e marcou um belo gol para o Paulista, fazendo 2 a 1.

5 minutos depois, Samuel Pires apareceu bem e salvou o CAP de levar o gol de empate, fazendo ótima defesa.

Na sequência, Gabriel Nunes foi expulso e deixou o Paulista com 10 em campo. Com a vantagem numérica, o Penapolense foi pra cima e conseguiu marcar o 3º.

Kesley escapou em contra-ataque, deu o drible da vaca no goleiro Iago e fechou o placar em 3 a 1 para o CAP.

Próximo Jogo

Pela penúltima rodada na quarta-feira (14/10), o Penapolense recebe o líder Rio Branco no Tenentão às 19h30; já o Paulista recebe o Nacional em casa às 19h.

Fora de casa, Penapolense consegue o empate contra o Paulista aos 48 do 2º tempo

Jogando no estádio Jayme Cintra, em Jundiaí, Paulista e Penapolense se enfrentaram pela terceira rodada da segunda fase da Copa Paulista. O placar final foi 2 a 2, com gols de Jader e Gabriel Nunes para o Paulista;  Ricardo Duarte e Dimba empataram para o Penapolense.

Com o empate, o CAP chegou aos 2 pontos e assumiu a terceira posição do grupo; já o Paulista foi a 5 e está na vice-liderança.

Paulista sai na frente, mas Penapolense consegue empate

Jogando em casa e como líder do grupo, o Paulista partiu para o ataque e chegou perto de abrir o placar logo aos 3 minutos – com belo chute de Cajado, que acertou o travessão do goleiro Samuel.

Aos 8 minutos foi a vez de Jader arriscar de longe e passar perto do gol de Samuel. Dois minutos depois, foi a vez do Penapolense chegar, Paraíba recebeu cara a cara com o goleiro e bateu forte para boa defesa de Yago.

O Penapolense equilibrou o jogo e por pouco não abriu o placar com Fio, que aproveitou falha da zaga do Paulista e por pouco não encobriu o goleiro Yago.

Aos 16 minutos, Cajado novamente acertou belo chute, dessa vez acertando a trave, no rebote, Jader empurrou para as redes fazendo 1 a 0 para o Paulista.

3 minutos depois o Penapolense consegue o empate. Na cobrança de escanteio, Ricardo Duarte sobe mais que a marcação e marca para o CAP, fazendo 1 a 1.

Os dois times erraram muitos passes e pouco criavam, até aos 42 minutos, quando Gabriel Nunes quase fez o 2º, mas parou em ótima defesa de Samuel.

Paulista perde pênalti e toma o castigo do Penapolense aos 48 minutos

A segunda etapa começou da mesma forma que a primeira, com o Paulista sufocando o Penapolense em busca do gol. A primeira boa chance surgiu logo aos 4 minutos, Serrano arriscou, Samuel rebateu e a zaga afastou o perigo.

Aos 26 minutos, o árbitro marcou pênalti para o Paulista, depois de Ricardo Duarte tocar com a mão na bola. Na cobrança, Gabriel Nunes bate bem e faz 2 a 1 para o Paulista.

O Penapolense respondeu aos 31 minutos, depois de boa jogada, Paraíba arrisca e a bola passa perto do gol de Ian.

O lance chave da partida aconteceu aos 36 minutos, o juiz marcou mais um pênalti para o Paulista, depois que Neílson derrubou Rafinha dentro da área. Na cobrança, Rafinha acerta a trave e perde a chance de ampliar a vantagem do Paulista.

Um minuto depois, Ian aparece bem e salva o Paulista de tomar o gol de empate, depois de mais uma boa chance de Paraíba.

Depois de ver o Paulista perder o pênalti, o Penapolense cresceu em busca do empate.

Aos 48 minutos, o atacante Dimba que havia entrado 7 minutos antes, apareceu livre no segundo pau para empatar a partida.

Próximo jogo

Os dois times voltam a se enfrentar no próximo domingo (10/10), às 10h, em Penápolis, no estádio Tenente Carriço.