Em amistoso, Penapolense vence Marília por 3 a 1

Na tarde desta quarta-feira (11), o Penapolense recebeu o Marília no Tenentão para mais um amistoso de preparação para a Série A2 do Paulistão. O time da casa venceu o adversário que disputará a Série A3 por 3 a 1, com gols de André Cunha, Fio e Augusto Ramos, Gil Paraíba descontou para os visitantes.

O destaque do time capeano foi o volante André Cunha que participou dos 3 gols do time da casa.

Golaço de Fio e vantagem no intervalo

No começo da partida, o CAP partiu para o ataque e não demorou para abrir o placar. André Cunha lançou Gilvan que de costas ajeitou a boa para Fio, que de primeira, fora da área, acertou um belo chute no ângulo, sem chance para o goleiro, fazendo 1 a 0 para o time da casa.

Buscando ritmo de jogo, o Penapolense continuou pressionando o adversário e antes do intervalo conseguiu o segundo gol, após cobrança de pênalti de André Cunha, ampliando o placar antes do intervalo.

MAC diminui, mas CAP garante a vitória

Depois do intervalo, o Marília voltou animado e logo conseguiu diminuir o placar, após pênalti cometido por PV. Na cobrança, Gil Paraíba fez o gol do MAC.

O Penapolense manteve o ritmo e conseguiu o terceiro gol, depois de belo passe de André Cunha, o lateral esquerdo Augusto Ramos bateu cruzado e fez 3 a 1 para o CAP.

O Penapolense entrou em campo com: Samuel; Chrystian, Joílson, Léo Sam e Léo Carvalho; Paulo Vitor, Juliano, André Cunha e Germano; Fio Maravilha e Gilvan. Técnico Edson Só.

Próximo jogo

 O CAP volta a campo no próximo sábado (14) para enfrentar a Matonense, às 10h, no Tenentão. A estreia no Paulistão da Série A2, no dia 29 de janeiro, diante do Batatais, em casa.

Anúncios

No sufoco, Penapolense vence o Catanduvense pela estreia da Copa Paulista

cap_Fotor

Penapolense venceu o Catanduvense na estreia com gols de Fio e Gilsinho (Foto: Silas Reche/C.A. Penapolense)

Na estreia do Penapolense na Copa Paulista, o time da casa recebeu o Catanduvense no Tenente Carriço e conseguiu uma importante vitória por 2 a 1, com gols de Fio e Gilsinho; Fabinho descontou para o Catanduvense. Apesar dos 3 pontos, o time de Penápolis levou um sufoco no final, com direito a bola na trave.

CAP sai na frente e domina o 1º tempo

Jogando em casa e querendo os 3 pontos, o Penapolense partiu para o ataque e por pouco não abriu o placar no começo do jogo com Fio, que parou em ótima defesa de Wendel.

Na segunda chance, o atacante do CAP não bobeou e abriu o placar, André Cunha fez ótima jogada e tocou para Fio, que bateu sem chances para Wendel, fazendo 1 a 0.

Depois do gol, o time visitante foi em busca do empate e deixou espaços para o CAP. A melhor chance antes do intervalo saiu e novo dos pés de André Cunha, que bateu falta e viu Fio obrigar Wendel a novamente salvar o Catanduvense.

Catanduvense empata, mas CAP consegue a vitória

Depois do intervalo, o Catanduvense voltou melhor e aproveitou a chance para empatar a partida logo aos 4 minutos. Tabarana cobrou falta, Samuel Pires espalmou, o rebote ficou com Leandro Love que acertou a trave, na terceira chance, Fabinho empurrou para as redes fazendo 1 a 1.

10 minutos depois, Carlinhos perdeu a bola no meio-campo para Fio, que puxou o contra-ataque e tocou para Gilsinho fazer 2 a 1 para o Penapolense.

Aos 28 minutos, Rufino foi expulso após receber o segundo amarelo depois de fazer falta dura no meio campo, deixando o Catanduvense com 10 jogadores.

Depois de um pé alto de André Cunha, o Catanduvense teve a chance de empatar em falta em dois lances que Fabinho acertou o travessão.

Próximo Jogos

O Penapolense volta a campo no próximo sábado contra a Votuporanguense, às 15 horas, em Votuporanga. No mesmo dia, o Catanduvense recebe o Marília, no Silvio Salles, em Catanduva às 16h00.

Em casa, Penapolense vence o Atlético Sorocaba por 3 a 0 e garante primeira vitória

12697483_1311655632183271_6802085728632180419_o.jpg

Diante do Atlético Sorocaba, o Penapolense garantiu a primeira vitória na A2. (Foto: Silas Reche/CA Penapolense)

Neste domingo (14), o Penapolense recebeu o Atlético Sorocaba no Estádio Tenente Carriço e conseguiu a primeira vitória na Série A2. O placar foi 3 a 0, com gols de Fio, Kesley e Neílson. Com o resultado, o time de Penápolis saiu da zona de rebaixamento e chegou aos 5 pontos na competição, já o Atlético Sorocaba ficou com os mesmos 3 pontos e continua no Z6.

Fio marca e o Penapolense domina o primeiro tempo

Jogando nos seus domínios, o Penapolense conseguiu impor seu ritmo de jogo, e tentou por diversas vezes, mas não conseguia abrir o placar.

O gol do Penapolense saiu aos 44 minutos, depois de bom lance, Fio marcou e deixou o CAP na frente, dando uma calma para o time na segunda etapa.

Kesley e Neílson garantem a vitória

Com o placar a seu favor, o CAP soube administrar o resultado e chegou ao segundo gol com Kesley aos 26 minutos do segundo tempo. Para fechar o placar, Neílson – de pênalti – fez 3 a 0 aos 29 minutos.

Próximos jogos

As duas equipes voltam a campo na próxima quarta-feira, às 20h. O Penapolense vai até Taubaté enfrentar o time da casa, enquanto o Atlético Sorocaba vai até Jundiaí enfrentar o Paulista.

 

Penapolense garante empate com o Azulão

12698416_1309211929094308_4462820302248745684_o.jpg

Fio garante o empate diante do São Caetano (Foto: Silas Reche/CA Penapolense)

Jogando em casa, o Penapolense conseguiu um empate diante do São Caetano pela quarta rodada do Paulistão A2. A partida terminou empatada em 1 a 1. Os gols foram marcados por Fio para o Penapolense e Matheuzinho para o Azulão. Com o resultado, o São Caetano continua no G8, enquanto o CAP continua no Z6.

São Caetano pressiona e Samuel Pires salva o CAP

Parecia que o time da casa era o São Caetano, que tomou a iniciativa do jogo e dominou o Penapolense, no Tenentão.

O time do ABC teve ótimas chances, mas Samuel Pires fez ótimas defesas, evitando o primeiro gol do Azulão. E quando o goleiro não conseguiu segurar, contou com o impedimento no gol de Sandoval.

Mesmo adiantando a marcação, o Penapolense dava espaço para o São Caetano, que abusava das jogadas pelo lado direito do campo. Antes do apito, Dominguinhos recebeu lançamento de Neílson e bateu frente à trave de Renan Rocha.

Azulão abre o placar e Fio empata a partida para o CAP

O time do ABC voltou ligado e abriu o placar logo aos 4 minutos, depois de Matheuzinho aparece no meio da defesa e de carrinho fazer 1 a 0 para o Azulão.

Depois do gol, o Penapolense acordou e a resposta foi imediata, Zelão cabeceou à queima-roupa e Renan Rocha fez um milagre e salvou o gol de empate.

Mesmo vencendo, o São Caetano continuou pressionando em busca do segundo gol. E por pouco não fez o segundo depois de ótima jogada de Neto e conclusão de Matheuzinho. O destaque do Penapolense era o zagueiro Zelão que tenta evitar que os atacantes adversários buscassem ampliar o placar.

E buscando o contra-ataque, o Penapolense conseguiu o empate. Felipe Merlo roubou a bola e tocou para Kesley que deixou Fio em condições de empatar e o atacante não desperdiçou e deixou tudo igual no Tenentão.

Próximos jogos

Na próxima rodada, o Penapolense enfrenta o Atlético Sorocaba, às 10h, no Tenentão. Já o São Caetano recebe o Barretos, no sábado, às 16h, no Anacleto Campanella.

 

 

Penapolense segura o Bragantino e empata fora de casa

bragantino.JPG

Penapolense e Bragantino ficam no empate no Nabizão (Foto: Divulgação/C.A Bragantino)

Jogando em casa, o Bragantino bem que tentou, mas acabou empatando em 2 a 2 com o Penapolense. Um tempo para equipe, foi assim o jogo no Nabizão, pela terceira rodada da Série A2 do Campeonato Paulista. Apesar do resultado, o Braga continua no G8, enquanto que o CAP se mantém no Z6 e ainda busca a primeira vitória na competição.

Penapolense começa melhor

Depois de duas derrotas, o Penapolense começou a partida em busca dos três pontos. Em menos de dez minutos, já tinha criado 3 chances de abrir o placar.

O gol do CAP que já estava maduro, saiu aos 13 minutos com Rodrigo Souto, que de cabeça aproveitou o escanteio e fez 1 a 0 para o time de Penápolis.

A resposta do Bragantino foi imediata, aos 22 minutos, Bruno Pacheco cruzou para Jobinho que ajeitou e bateu forte, sem chances para Samuel Pires, e empatou a partida.

Quando o time da casa estava perto de virar a partida, o Penapolense aprontou de novo, aos 26 minutos, Fio apareceu bem e desviou de cabeça, fazendo 2 a 1 para os visitantes.

Com o placar favorável e a lesão de Luizinho Melo, Paulinho Kobayashi trocou o meia pelo zagueiro Zelão, para tentar segurar o placar.

Bragantino consegue o empate

Com algumas alterações, o Bragantino voltou melhor e teve mais posse de bola em busca do gol de empate.

E o empate veio aos 10 minutos, depois de um pênalti, quando a bola bateu no braço do defensor capeano. Lincom bateu e empatou a partida.

Depois de empatar, o Bragantino foi para cima e o Penapolense se segurou como pode. O destaque foi Samuel Pires que fez boas defesas e garantiu o primeiro ponto na Série A2 para o CAP.

Próximos jogos

Os dois times voltam a campo na próxima quarta-feira (10), o Penapolense recebe o São Caetano, no Tenentão. Enquanto isso, o Bragantino vai até Campinas enfrentar o Guarani, no Brinco de Ouro.

Penapolense vira pra cima do Linense e abre vantagem na semi da Copinha

Paraíba comemora o gol da vitória do Penapolense diante do Linense (Foto: Silas Reche/C.A. Penapolense)

Paraíba comemora o gol da vitória do Penapolense diante do Linense (Foto: Silas Reche/C.A. Penapolense)

Jogando neste domingo (8) no estádio Tenente Carriço, o Penapolense recebeu o Linense pela primeira partida da semifinal da Copa Paulista. Depois de sair perdendo, o time da casa virou o placar e venceu por 2 a 1, com gols de Fio e Paraíba; Thiago Humberto descontou para o time de Lins.

Com a vitória, o time de Penápolis joga por um empate na próxima partida, sábado. Ao Linense resta vencer por 2 gols de diferença para chegar à final, ou por 1 gol para levar a decisão para os pênaltis.

Linense começa melhor e sai na frente

Diante de mais de 8 mil pessoas, as duas equipes entraram em campo buscando a vitória desde o primeiro minuto.

Apoiado pela torcida, o Penapolense teve a primeira boa chance aos 5 minutos, depois de boa jogada, Fio cabeceou no travessão e a bola ainda pingou na linha, antes da zaga tirar o perigo.

Aos 12 minutos, novamente o CAP chegou com perigo, desta vez Pará cruzou bem, mas Galletti chegou antes de Kesley, salvando o time de Lins.

A primeira boa chance do Linense aconteceu apenas aos 24 minutos e foi fatal. Depois de tabela de Gabrielzinho e Rafael Aidar, a bola foi rolada para Thiago Humberto, que só teve o trabalho de empurrar para o gol, fazendo 1 a 0 para os visitantes.

Depois do gol, o Linense cresceu por duas vezes só não ampliou o marcador por causa de Samuel Pires, que teve ótima atuação, salvando o CAP.

Penapolense muda e Paraíba brilha no final

Depois de terminar o primeiro tempo em desvantagem, o técnico Paulinho Kobayashi fez duas mudanças no intervalo, saíram Pará e Felipe Merlo e entraram Paraíba e Vinícius.

A primeira boa chance do Penapolense foi apenas aos 11 minutos, depois de cobrança de Paraíba, Ricardo cabeceou e Fio completou para o fundo das redes, empatando a partida.

3 minutos depois, o CAP chegou novamente, mas Dimba foi derrubado na área, mas o juiz marcou falta do atacante em cima do zagueiro Jorge Luiz.

Depois do gol, o Penapolense foi pra cima e o Linense se segurava como podia. Paraíba teve chance de virar o marcador, mas bateu pra fora.

Já no final da partida, Dimba fez ótima jogada e tocou para Paraíba, que bateu perto do gol de Galletti.

Aos 45 minutos, Paraíba fez ótima jogada, driblou Galletti e fez o gol da virada do Penapolense, fazendo 2 a 1 para a alegria dos 8.202 pagantes que lotaram o Tenentão.

Com um a menos, o Linense foi pra cima, mas quem teve chance de matar o jogo foi o CAP – aos 48 minutos, Kesley encobriu o goleiro e a bola explodiu na trave, evitando o 3º gol.

Próximo jogo

A segunda partida será no próximo sábado (14), às 19 horas, no Gilbertão, em Lins. 

Com duas expulsões, Penapolense é derrotado pelo Mirassol na Copa Paulista

Nesta quinta-feira, Penapolense e Mirassol se enfrentaram pela Copa Paulista. O time da casa venceu por 3 a 1, com gols de Caio, Igor e Pedro Henrique; Fio descontou para o CAP. Com o resultado, o Mirassol assumiu a liderança do grupo com 9 pontos, enquanto o Penapolense caiu para 3º com 7. O jogo foi decidido nos minutos finais, depois que o Penapolense teve dois jogadores expulsos, se aproveitando da vantagem numérica, o Mirassol conseguiu a vitória.

Mirassol pressiona e sai na frente

Jogando em casa, o Mirassol comecou pressionando o Penapolense e teve a primeira chance apenas aos 16 minutos, quando Murilo por pouco não abriu o placar depois da sobra do goleiro do Samuel.

Aos 26 minutos, novamente Samuel apareceu bem depois de ótima jogada de de Murilo.

Depois da confusão na grande área, Caio bate e faz 1 a 0 para o Mirassol. Mesmo com o gol, o time da casa continuou pressionando e dominando totalmente o CAP.

CAP reage, mas sofre dois gols depois das expulsões

Na segunda etapa, o Penapolense buscou o empate desde o primeiro minuto, mas quem assustou e chegou perto de ampliar o placar foi o Mirassol, novamente com Murilo.

Com as mudanças do técnico Paulinho Kobayashi, o time de Penápolis começou a pressionar e chegou ao empate aos 31 minutos, depois de um escanteio, Fio apareceu livre para marcar o gol e empatar a partida.

3 minutos depois, quando o CAP partia para o ataque, o zagueiro Guilherme recebeu o segundo amarelo e foi expulso – deixando o CAP com 10 jogadores.  Na sequência, Igor recebeu cruzamento e fez o 2º do time da casa.

Aos 40 foi a vez do atacante Fio reclamar com o árbitro e também ser expulso, deixando o CAP com nove jogadores em campo. O Mirassol aproveitou a vantagem numérica e fez o 3º com Pedro Henrique, dando números finais ao jogo.

Próximo jogo

O Penapolense volta a campo no próximo dia 30 de agosto, diante do Linense, no clássico regional, às 10 da manhã no estádio Tenente Carriço.