Penapolense vence Rio Branco por 3 a 1 e se aproxima da classificação na Copa Paulista

Penapolense vence a segunda seguida e chega aos 8 pontos (Foto: Silas Reche/CA Penapolense)

Penapolense vence a segunda seguida e chega aos 8 pontos (Foto: Silas Reche/CA Penapolense)

Jogando no estádio Tenente Carriço, o Penapolense enfrentou o Rio Branco na noite desta quarta-feira (14) e venceu por 3 a 1, com gols de Dimba, Kesley e Neílson; Agenor descontou para o time visitante.

Com a vitória, o Penapolense assumiu a liderança do grupo com 8 pontos, os outros 3 times do grupo estão com 6 pontos.

Dimba aparece e coloca o CAP na frente

Em busca de uma vitória que deixaria a classificação próxima, as duas equipes tinham propostas claras, o Penapolense atacaria e o Rio Branco apostaria em contra-ataques. E o jogo começou assim, a primeira boa chance aconteceu aos 5 minutos, numa escapada do time visitante que parou em ótima defesa de Samuel Pires.

Já o CAP só chegou com perigo aos 17 minutos, e Dimba não perdoou. O atacante recebeu belo passe de Paraíba e abriu o placar para o time da casa.

Depois do gol, o Rio Branco partiu para o ataque e quase empatou aos 29 minutos, quando Samuel Pires mais uma vez apareceu bem e fez ótima defesa.

No lance seguinte, Dimba aproveitou o contra-ataque e por pouco não fez 2 a 0. E o atacante do Penapolense estava inspirado, aos 33, fez ótima jogada e passou para Fio, que não alcançou.

A última jogada de perigo foi do Rio Branco, aos 39 minutos, quando Diegão recebeu cara a cara com Samuel e mais uma vez, perdeu a chance de empatar.

Kesley faz golaço e Neílson garante a vitória

Com um cenário diferente do começo da partida, foi o Rio Branco quem partiu para o ataque em busca do empate, deixando espaços para o Penapolense.

Em um contra-ataque, Kesley fez ótima jogada e na sobra Vinícius chutou por cima do gol.

Aos 23, o Rio Branco novamente chegou bem e Felipe Merlo salvou o CAP do gol de empate.

No lance seguinte, Kesley recebeu ótimo passe e bateu por cima do goleiro, fazendo um golaço e botando o CAP em vantagem no Tenentão.

E o Penapolense continuou dominando e aos 33 veio o golpe de misericórdia, Neílson dividiu com o zagueiro e acabou fazendo 3 a 0 e praticamente dando números finais à partida.

Aos 39, Agenor apareceu bem e aproveitou o cruzamento para descontar para o Rio Branco, mas já era tarde para reação.

Próxima partida

Pela última rodada da segunda fase, o Penapolense enfrenta o Nacional fora de casa, às 10h. Já o Rio Branco recebe o Paulista, no mesmo horário, no Décio Vitta.

Anúncios

De virada, Penapolense vence o Catanduvense

Jogando no Tenente Carriço apenas para cumprir tabela, o Penapolense venceu o Catanduvense, de virada, por 2 a 1, com gols de Thiago Batista e Neílson; Wanderson fez o gol do time visitante.

Com a vitória, o CAP chegou aos 13 pontos e manteve a 3ª posição no Grupo 01. O Catanduvense terminou a primeira fase com apenas 1 ponto em 8 jogos.

Catanduvense sai na frente

Apenas para cumprir tabela, o Penapolense começou em ritmo lento e dando espaço para o Catanduvense – que buscava a primeira vitória na Copa Paulista.

E o time visitante abriu o placar logo aos 3 minutos, quando muitos torcedores ainda entravam no Tenentão e nem viram o Wanderson fazer 1 a 0.

Depois do gol, o jogo ficou nervoso e o CAP não conseguia empatar a partida e foi preocupando os torcedores para a segunda fase.

Virada nos acréscimos e vitória do Penapolense

Se no primeiro tempo, o Catanduvense abriu o placar logo aos 3 minutos, o Penapolense empatou aos 8 minutos, com Thiago Batista de cabeça, depois de ótimo cruzamento.

E sem muitas pretensões na competição – enquanto o CAP já estava classificado e o Catanduvense eliminado – o jogo ficou sem muita emoção.

A partida só animou aos 45 minutos, quando o árbitro marcou pênalti para o Penapolense. Na cobrança, Neílson marcou e virou a partida, garantindo mais uma vitória do CAP na Copa Paulista.

Próxima fase

Com o fim da primeira fase, os grupos da segunda fase da Copa Paulista foram definidos. Confira:

Grupo 05

União Barbarense
Linense
São Bento
Audax

Grupo 06

Ituano
Mirassol
São Bernardo
Independente

Grupo 07

Nacional
Rio Branco
Paulista
Penapolense

Penapolense-SP sofre segunda derrota na Série D

O Penapolense continua sem saber o que é conquistar um ponto em competições nacionais, depois de perder na estreia, em casa para o Juventude-RS por 2 a 1. O time voltou da pausa para a Copa das Confederações com nova derrota, dessa vez, fora de casa, para o Marcílio Dias-SC, também por 2 a 1. Com o resultado, o time continua sem nenhum ponto na Série D.

Marcílio Dias-SC começa melhor e abre 2 a 0

O primeiro tempo começou com o time da casa tomando a iniciativa do jogo, e por pouco não abriu o placar logo aos 15 minutos, quando Samuel furou um recuo e Tony só não abriu o placar porque Perez apareceu e salvou o time de Penápolis.

O time de Santa Catarina continua a criar boas chances, principalmente com Rodrigo Jesus, que assustava o goleiro Samuel. O Penapolense assustou em chute de André Luis, mais ainda era dominado pelo Marcílio.

Com a pressão, o gol do time casa saiu aos 30 minutos, quando Rodrigo Jesus invadiu a área e foi derrubado por Biro. Na cobrança, ele mesmo bateu e fez 1 a 0 para o time catarinense. 

8 minutos depois, o Penapolense sofreu o segundo gol, Felipe cruzou e na hora de tirar Neílson acabou fazendo contra, dando tranquilidade ao time da casa.

Penapolense-SP reage, mas não consegue o empate

Com o time perdendo por 2 a 0, o técnico Luciano Dias trocou e colocou Fio no lugar de Daniel, em busca de uma reação, colocando o time no ataque e dando espaço para o Marcílio Dias.  O time voltou mais ofensivo e quase diminuiu com Val Baiano, mas a zaga salvou. Aos 15, Juliano cruzou para Rodrigo Jesus que só não ampliou o placar porque Perez mais uma vez atrapalhou o atacante e salvou o time visitante.

Depois de uma pressão e de um lance perdido por Val Baiano, o Penapolense diminuiu com Neílson, que pegou de primeira um cruzamento vindo da esquerda e não deu chances de defesa para Igor.

Com o gol, o time visitante se animou e quase empatou aos 38 quando Val Baiano recebeu sozinho e bateu para fora. No final, Xipote ainda fez Samuel salvar o Penapolense de tomar o 3º gol, em um chute de longe. Nos acréscimos, o Marcílio Dias teve que se segurar e o Penapolense por pouco não empatou em dois lance, mas no apito final, a vitória ficou com o time catarinense.

Próximo jogo

O Penapolense volta a campo no próximo domingo,  em Santo André, diante do time da casa, no estádio Bruno José Daniel, às 15h.