Na estreia de Edison Só, Penapolense fica no 0-0 com a Inter de Limeira

Depois de demitir o técnico Thiago Oliveira, o Penapolense foi até Limeira enfrentar a Inter em busca da primeira vitória na competição, justamente na estreia de Edison Só, velho conhecido dos torcedores capeanos. 

Com muita vontade e pouco futebol, as duas equipes não saíram de um 0-0, que não animou nenhuma das torcidas. Com o resultado a Inter continua brigando por uma vaga no G8, com oito pontos. Já o CAP continua no Z2, com apenas três pontos conquistados.  

CAP tenta, mas para na trave 

Mesmo jogando fora de casa, o Penapolense foi quem tomou a iniciativa do jogo no começo da partida. Aos dois minutos, Gabriel Duarte teve a primeira boa chance do CAP, que passou perto do gol. Seis minutos depois, o avançado capeano apareceu de novo e acertou o travessão, quase tirando o zero do marcador.  

Aos 17 minutos, Gabriel Duarte cobrou falta e o zagueiro Ranielli subiu mais que a zaga adversária e só parou na trave do goleiro Moisés. Com a parada técnica por conta do forte calor, o time da casa voltou mais organizado e conseguiu equilibrar o jogo.  

A primeira chance do time da casa aconteceu aos 34 minutos, Michel chutou e a zaga colocou a bola pra escanteio. Na sequência, Oliveira subiu sozinho, mas errou o alvo. Antes do intervalo, Elvis ainda teve uma chance, mas acabou batendo por cima da barra. 

0-0 até o apito final 

Depois do intervalo, o CAP voltou melhor e criou boa chance de novo com Gabriel Duarte logo aos três minutos. O avançado aproveitou vacilo da zaga da Inter e bateu de longe, levando perigo ao gol de Moisés.  

Aos 17 minutos foi a vez de Ademir receber passe de Elvis, mas o avançado do time da casa pegou mal na bola e mandou longe do gol.  

Com o forte calor, na reta final, os dois times perderam ritmo, enquanto a Inter arriscava para buscar a vitória, o CAP se segurava para garantir seu terceiro ponto na competição.  

Próximo jogo 

Penapolense volta a campo na próxima quarta-feira para enfrentar o Rio Claro, no Tenente Carriço, em Penápolis, às 20 horas. 

Penapolense vacila e empata em casa com a Inter de Limeira

0002050294686_img.jpg

Penapolense e Inter de Limeira ficaram no 2 a 2 no Tenentão (Foto: João Vitor Fedato)

Jogando pela sétima rodada da primeira fase da Série A2, o Penapolense recebeu a Inter de Limeira no Tenentão, no único jogo dessa terça-feira de carnaval (13), e empatou por 2 a 2. Os gols do CAP foram marcados por Matheus Humberto e Branquinho, Moisés e Tom empataram para o time de Limeira. O time comandado por Thiago Olivera estava garantindo a liderança até o finalzinho da partida, quando sofreu o gol de empate e acabou ficando com a vice-liderança.

Com o empate, o CAP chegou aos 14 pontos e assumiu a vice-liderança, já a Inter foi a 11 pontos e está na 5ª posição.

Muita chuva e empate no placar

Debaixo de muita chuva, o Penapolense sofreu para encontrar sua forma de jogar e sofreu muito no começo da partida. Já a Inter de Limeira conseguiu entender melhor o estado do gramado e acabou ditando o ritmo no início da partida.

Enquanto o time visitante explorava as laterais e os cruzamentos na área, o CAP se segurava lá atrás e apostava nos contra-ataques para tirar o zero do placar.

Depois de duas boas chances dos visitantes com Moisés e Tom, o Penapolense conseguiu equilibrar a partida e partiu para o ataque. Ainda assim, a chance mais clara foi da Inter, aos 30 minutos, quando Éder Paulista acertou belo chute e viu Velloso fazer a primeira grande defesa da noite, evitando o gol.

E fazendo valer o velho ditado do futebol, aos 33 minutos, Matheus Humberto havia acabou de entrar no lugar do machucado Gersimar, apareceu de cabeça para abrir o marcador no Tenentão, para a alegria da torcida capeana, fazendo 1 a 0 para o Penapolense.

Atrás do placar, a Inter partiu para o ataque no final do primeiro tempo e conseguiu o empate aos 40 minutos, com Moisés, após cruzamento de Vinícius Pedalada, deixando tudo igual em Penápolis, 1 a 1.

Gol no final tira a liderança do CAP

Depois do intervalo as duas equipe voltaram em busca da vitória, mas tudo continuou igual ao primeiro tempo. A primeira grande chance veio com Zé Mateus, que obrigou Velloso a fazer a segunda bela defesa da noite e evitar a virada da Inter.

O time da casa trocava passes, mas tinha muita dificuldade de criar boas chances de gol. O cenário mudou aos 21 minutos, quando Jussandro encontrou Branquinho na entrada da área, o camisa 10 bateu colocado sem chances para o goleiro, fazendo 2 a 1 para o Penapolense.

Em vantagem no placar, o CAP voltou a se fechar e explorar os contra-ataques. Num lance, o volante Felipe Alves sentiu a lesão, mas o Penapolense já havia feito as três alterações – o time da casa ficou com um a menos tentando segurar a pressão do time de Limeira.

De tanto insistir, a Inter conseguiu o empate aos 40 minutos, Tom bateu forte, a bola desviou na zaga e enganou o goleiro Velloso, deixando tudo igual no Tenente Carriço, 2 a 2.

Com um homem a mais, a Inter bem que tentou sair de Penápolis com a vitória, mas o time da casa conseguiu se segurar e se manteve no G4.

Próximo jogo

O Penapolense volta a campo no próximo fim de semana, o time vai até Piracicaba, no sábado, enfrentar o XV, às 17 horas.