Nos acréscimos, Penapolense garante o empate com o Red Bull Brasil

Divulgação/Red Bull Brasil

Crislan empata a partida aos 46 minutos do segundo tempo (Divulgação/Red Bull Brasil)

O Penapolense conseguiu seu primeiro ponto no Paulistão depois de empatar com o Red Bull Brasil em Campinas. O jogo foi disputado com muita marcação e lances “sem querer” que decidiram o placar.

Depois de um primeiro tempo com muita marcação e poucas chances de gol, o Red Bull saiu na frente com a cobrança de falta de Jonas, que cruzou na área e contou com ajuda do goleiro Leandro Santos, que acabou encoberto, e viu o Toro Loko abrir o placar.

Na segunda etapa, o Penapolense partiu para o ataque e deu espaço para o Red Bull usar o contra-ataque a seu favor. Nos acréscimos, Anderson Marques cortou a bola com a mão, o árbitro marcou pênalti e Crislan empatou a partida.

Muita marcação e gol sem querer

O jogo começou com uma chance clara do Red Bull – um gol perdido por Isac, depois de ótimo lançamento de Jocinei, com 1 minuto de jogo, o chute saiu mascado – e foi um dos únicos lances de perigo da primeira etapa.

Com muitos erros de passe e pouca inspiração de seus camisas 10, os dois times levaram pouco perigo aos goleiros.

A história do jogo começou a mudar aos 24 minutos, quando Jonas cobrou falta, surpreendendo o goleiro Leandro Santos e abrindo o placar para o Red Bull. Depois do gol, o time de Campinas preferiu esperar o Penapolense e partir nos contra-ataques. A única chance do Penapolense no primeiro tempo veio aos 42 minutos, quando Diego Rosa recebeu dentro da área e bateu por cima do gol de Juninho.

Pênalti polêmico e empate nos acréscimos

No segundo tempo, o cansaço apareceu e as duas equipes deram mais espaços ao adversário. O Penapolense começou arriscando de longe e o Red Bull buscava a velocidade nos contra-ataques para ampliar o placar. E o time de Campinas teve duas chances claras, primeiro com Fabiano Eller e depois com Isac.

Depois da pressão do time da casa, o CAP saiu para o jogo e quase empatou duas vezes, primeiro com o zagueiro Jaílton de cabeça e depois com Crislan de bicicleta.

Quando parecia que o Red Bull manteria os 100% de aproveitamento, o lateral João Lucas mandou a bola para a área e o árbitro viu um toque de mão de Anderson Marques e assinalou o pênalti para o Penapolense. Na cobrança, Crislan bateu e empatou, dando números finais ao jogo.

Com o empate, o Red Bull chegou aos 4 pontos e é vice líder do Grupo A, já o Penapolense marcou seu primeiro ponto e é o 3º colocado do Grupo D.

Próximos jogos

Os dois times voltam à campo nesse final de semana, o Penapolense recebe o Ituano, no sábado, às 17 horas. Já o Red Bull Brasil encara o Santos, em São José do Rio Preto, no domingo, às 19h30.

Ficha Técnica

Red Bull Brasil: Juninho; Jonas, Anderson Marques, Fabiano Eller e Romário; Andrade, Jocinei, Lulinha (Allan Dias) e Everton Silva (Wilson Junior); Raul e Isac (Edmilson).

Técnico: Maurício Barbieri

Penapolense: Leandro Santos; Arnaldo, Gualberto, Jailton e João Lucas; Gilmak, Washington (Roni), Wellington Bruno e Rafael Costa (Fernando); Crislan e Diego Rosa (Dimba).

Técnico: Narciso

Anúncios

Penapolense-SP perde para o Londrina-PR, mas se mantém em 2° no Grupo 8

Neste domingo (17), o Penapolense foi até Londrina, enfrentar o time da casa e conheceu sua primeira derrota na Série D. O time de Penápolis perdeu por 1 a 0 para o Tubarão, mas foi beneficiado pelo empate entre Metropolitano-SC e Pelotas-RS e continua na vice-liderança do grupo. O Londrina é o líder, com 12 pontos.

Poucas chances e nenhum gol

No começo do jogo, o Londrina fez valer o mando de campo e partiu para o ataque, criando boas chances. Do lado do time visitante quem mais apareceu foi Leandro Santos, que fez boas defesas e evitou que o time da casa saísse na frente.

Aos 7 minutos, o atacante Oliveira recebeu livre após passe de Guaru e ficou cara a cara com o goleiro Vitor, porém foi marcado impedimento do camisa 11.

No final do primeiro tempo, Joel faz boa jogada e toca para Bruno Batata, que por pouco não chegou para abrir o placar.

Londrina aperta e sai com os três pontos

Na segunda etapa, o Londrina voltou pressionando e por pouco não abriu o placar logo aos 2 minutos, depois de cruzamento de Lucas, a bola quase vai para o gol, mas Leandro Santos salva o CAP.

A resposta do Penapolense foi rápida, aos 6 minutos, Luiz Gustavo aparece dentro da área e bate forte, a bola vai por cima do gol do goleiro Vitor.

A melhor chance do CAP apareceu aos 18 minutos, depois de jogada de Fio e Guaru, Oliveira recebeu pela esquerda e tocou na saída do goleiro, a bola passou tirando tinta da trave do Londrina.

O time visitante continuou pressionando e por pouco Oliveira – de novo – não abriu o placar, ele teve boa chance, mas a zaga afastou.

O castigo do Penapolense veio aos 33 minutos, depois de boa jogada pelo lado esquerdo, Joel de carrinho fez 1 a 0 para o time paranaense.

Após o gol, o Londrina segurou o jogo e não sofreu mais nenhum lance de perigo,  e só esperou o apito final.

Próximo jogo

No próximo final de semana, o Londrina recebe o Boavista-RJ, novamente no estádio do Café, às 16 horas. Já o Penapolense vai até Blumenau enfrentar o Metropolitano, num confronto direto pelo segundo lugar. O jogo do CAP também será domingo, às 16 horas.