Na estreia de Edison Só, Penapolense fica no 0-0 com a Inter de Limeira

Depois de demitir o técnico Thiago Oliveira, o Penapolense foi até Limeira enfrentar a Inter em busca da primeira vitória na competição, justamente na estreia de Edison Só, velho conhecido dos torcedores capeanos. 

Com muita vontade e pouco futebol, as duas equipes não saíram de um 0-0, que não animou nenhuma das torcidas. Com o resultado a Inter continua brigando por uma vaga no G8, com oito pontos. Já o CAP continua no Z2, com apenas três pontos conquistados.  

CAP tenta, mas para na trave 

Mesmo jogando fora de casa, o Penapolense foi quem tomou a iniciativa do jogo no começo da partida. Aos dois minutos, Gabriel Duarte teve a primeira boa chance do CAP, que passou perto do gol. Seis minutos depois, o avançado capeano apareceu de novo e acertou o travessão, quase tirando o zero do marcador.  

Aos 17 minutos, Gabriel Duarte cobrou falta e o zagueiro Ranielli subiu mais que a zaga adversária e só parou na trave do goleiro Moisés. Com a parada técnica por conta do forte calor, o time da casa voltou mais organizado e conseguiu equilibrar o jogo.  

A primeira chance do time da casa aconteceu aos 34 minutos, Michel chutou e a zaga colocou a bola pra escanteio. Na sequência, Oliveira subiu sozinho, mas errou o alvo. Antes do intervalo, Elvis ainda teve uma chance, mas acabou batendo por cima da barra. 

0-0 até o apito final 

Depois do intervalo, o CAP voltou melhor e criou boa chance de novo com Gabriel Duarte logo aos três minutos. O avançado aproveitou vacilo da zaga da Inter e bateu de longe, levando perigo ao gol de Moisés.  

Aos 17 minutos foi a vez de Ademir receber passe de Elvis, mas o avançado do time da casa pegou mal na bola e mandou longe do gol.  

Com o forte calor, na reta final, os dois times perderam ritmo, enquanto a Inter arriscava para buscar a vitória, o CAP se segurava para garantir seu terceiro ponto na competição.  

Próximo jogo 

Penapolense volta a campo na próxima quarta-feira para enfrentar o Rio Claro, no Tenente Carriço, em Penápolis, às 20 horas. 

Anúncios

Penapolense vacila e empata em casa com a Inter de Limeira

0002050294686_img.jpg

Penapolense e Inter de Limeira ficaram no 2 a 2 no Tenentão (Foto: João Vitor Fedato)

Jogando pela sétima rodada da primeira fase da Série A2, o Penapolense recebeu a Inter de Limeira no Tenentão, no único jogo dessa terça-feira de carnaval (13), e empatou por 2 a 2. Os gols do CAP foram marcados por Matheus Humberto e Branquinho, Moisés e Tom empataram para o time de Limeira. O time comandado por Thiago Olivera estava garantindo a liderança até o finalzinho da partida, quando sofreu o gol de empate e acabou ficando com a vice-liderança.

Com o empate, o CAP chegou aos 14 pontos e assumiu a vice-liderança, já a Inter foi a 11 pontos e está na 5ª posição.

Muita chuva e empate no placar

Debaixo de muita chuva, o Penapolense sofreu para encontrar sua forma de jogar e sofreu muito no começo da partida. Já a Inter de Limeira conseguiu entender melhor o estado do gramado e acabou ditando o ritmo no início da partida.

Enquanto o time visitante explorava as laterais e os cruzamentos na área, o CAP se segurava lá atrás e apostava nos contra-ataques para tirar o zero do placar.

Depois de duas boas chances dos visitantes com Moisés e Tom, o Penapolense conseguiu equilibrar a partida e partiu para o ataque. Ainda assim, a chance mais clara foi da Inter, aos 30 minutos, quando Éder Paulista acertou belo chute e viu Velloso fazer a primeira grande defesa da noite, evitando o gol.

E fazendo valer o velho ditado do futebol, aos 33 minutos, Matheus Humberto havia acabou de entrar no lugar do machucado Gersimar, apareceu de cabeça para abrir o marcador no Tenentão, para a alegria da torcida capeana, fazendo 1 a 0 para o Penapolense.

Atrás do placar, a Inter partiu para o ataque no final do primeiro tempo e conseguiu o empate aos 40 minutos, com Moisés, após cruzamento de Vinícius Pedalada, deixando tudo igual em Penápolis, 1 a 1.

Gol no final tira a liderança do CAP

Depois do intervalo as duas equipe voltaram em busca da vitória, mas tudo continuou igual ao primeiro tempo. A primeira grande chance veio com Zé Mateus, que obrigou Velloso a fazer a segunda bela defesa da noite e evitar a virada da Inter.

O time da casa trocava passes, mas tinha muita dificuldade de criar boas chances de gol. O cenário mudou aos 21 minutos, quando Jussandro encontrou Branquinho na entrada da área, o camisa 10 bateu colocado sem chances para o goleiro, fazendo 2 a 1 para o Penapolense.

Em vantagem no placar, o CAP voltou a se fechar e explorar os contra-ataques. Num lance, o volante Felipe Alves sentiu a lesão, mas o Penapolense já havia feito as três alterações – o time da casa ficou com um a menos tentando segurar a pressão do time de Limeira.

De tanto insistir, a Inter conseguiu o empate aos 40 minutos, Tom bateu forte, a bola desviou na zaga e enganou o goleiro Velloso, deixando tudo igual no Tenente Carriço, 2 a 2.

Com um homem a mais, a Inter bem que tentou sair de Penápolis com a vitória, mas o time da casa conseguiu se segurar e se manteve no G4.

Próximo jogo

O Penapolense volta a campo no próximo fim de semana, o time vai até Piracicaba, no sábado, enfrentar o XV, às 17 horas.

Penapolense empata com o Independente e garante vaga na semi da Copa Paulista

Depois de dois empates, o Penapolense garantiu vaga na semifinal da Copa Paulista (Foto: Silas Reche/C.A. Penapolense)

Depois de dois empates, o Penapolense garantiu vaga na semifinal da Copa Paulista (Foto: Silas Reche/C.A. Penapolense)

Jogando neste domingo (1), no estádio Tenente Carriço, o Penapolense empatou em 0 a 0 com o Independente e garantiu a vaga na semifinal da Copa Paulista.

Com o empate, o CAP levou vantagem pois tinha melhor campanha na soma das fases anteriores e por isso garantiu a classificação.

Depois de garantir a classificação, o time se prepara para um clássico regional, já que na outra chave, o Linense garantiu o empate aos 42 do segundo tempo e eliminou o Nacional.

Penapolense aperta, mas não abre o placar

Diante de um bom público, o Penapolense começou pressionando e por pouco não abriu o placar logo aos 8 minutos, depois de belo chute de Pará que Marcelo Bonan espalmou e viu a bola pegar no travessão antes de sair.

O calor e o começo acelerado fizeram os dois times errarem muitos passes e criarem poucas chances de gols.

Aos 28 minutos, novamente Bonan salvou o Independente depois de belo chute de Pará.

O CAP pressionou no final, mas acabou 0 a 0.

Independente por pouco não estraga a festa capeana

Como no primeiro tempo, o CAP começou pressionando e levando perigo com chutes de Fio e Neílson.

Buscando garantir a classificação, o Penapolense pressionou, mas esbarrou em manhã inspirada de Marcelo Bonan.

Aos 15 minutos, o duelo entre Pará e Bonan ganhou um novo capítulo, após dividida com o meia, o goleiro salvou o que seria o primeiro gol do CAP.

Dois minutos depois foi a vez de Jairo tentar e o goleiro aparecer novamente e evitar o primeiro gol.

Aos 23 minutos, a melhor chance do Independente, Americano recebeu belo passe e bateu forte, a bola explodiu na trave, assustando os torcedores que estavam no Tenentão.

Já no final da partida, Dominguinhos recebeu dentro da área e chutou para fora, após ótimo passe de Dimba.

No minuto final, PC tentou boa jogada, mas acabou cruzando para as mãos de Samuel Pires.

Próximo jogo

A primeira partida da semifinal será disputada no próximo domingo (8), às 10h, no Tenentão. O Linense joga por dois resultados iguais, pois possui melhor campanha na soma da competição.

Penapolense garante empate diante do Independente em Limeira

Jogando neste sábado (24), o Penapolense foi até Limeira enfrentar o Independente e conseguiu um ótimo resultado, o time empatou em 1 a 1, com gols de Americano para o time da casa e Melinho (contra) para o CAP.

Com o empate, o Penapolense joga por outro empate ou por qualquer vitória para se garantir na próxima fase, já o Independente precisa vencer para chegar às semifinais.

Quem passar desse confronto enfrenta o vencedor de Linense e Nacional, que empataram em 0 a 0 na capital paulista e agora decidem a vaga em Lins.

Melinho erra e coloca o CAP na frente, Americano salva o Independente

Jogando em casa e com apoio da torcida, o Independente sabia que precisava garantir um bom resultado no seu estádio e começou pressionando o Penapolense, que apostava nos contra-ataques para buscar o gol.

A primeira boa chance apareceu aos 9 minutos, quando Lucas Xavier acertou o travessão de Samuel Pires e por pouco não tirou o zero do placar.

1 minuto depois veio a resposta do Penapolense, Pará cobrou o escanteio, Melinho tentou tirar a acabou mandando para o fundo das redes, abrindo o placar em Limeira.

O time da casa ainda teve uma boa chance com Americano, que parou em ótima defesa de Samuel Pires.

Aos 26, Americano novamente teve uma boa chance, depois de passe de Lucas Xavier, mas dessa vez, Samuel Pires não pode evitar o 5º gol do atacante do time da casa na Copa Paulista.

E o Independente continuou atacando, aos 36 minutos, Americano teve a chance de virar após bate e rebate dentro da área, mas Samuel Pires apareceu bem e novamente salvou o CAP.

Penapolense volta melhor, mas não consegue o gol

Depois de sofrer pressão quando levou o gol de empate, o Penapolense voltou mais ligado e por pouco não fez 2 a 1. Aos 8 minutos, Pará recebeu ótimo passe e bateu à direita do gol de Marcelo Bonan, que já estava batido no lance.

4 minutos depois, Pará aparece de novo e acerta belo chute que desvia em Dener e mata Bonan, por sorte do time da casa, a bola vai para fora.

E o Penapolense era só pressão, aos 17 minutos, Kesley bateu forte dentro da pequena área e viu Bonan fazer uma excelente defesa para segurar o empate.

Aos 21, mais um milagre de Bonan, após cabeçada de Pará, o goleiro do Independente se esticou todo e salvou o time da casa mais uma vez.

Um minuto depois, Juninho arranca e só para em boa defesa de Samuel Pires.

Aos 34 minutos, Julio César marcou para o Independente, mas o árbitro já havia marcado falta na dividida do jogador com o goleiro do CAP.

Os dois times tentaram criar chances no fim da partida, mas esbarraram no cansaço e na boa marcação do adversário.

Próximo jogo

Os dois times voltam a se enfrentar no próximo domingo (01), às 10 horas, no estádio Tenente Carriço, em Penápolis, valendo uma vaga para a semifinal da Copa Paulista.