Nos pênaltis, Penapolense cai diante do Linense na semi da Copa Paulista

Linense garantiu a vaga na final da Copa Paulista depois de vencer nos pênaltis por 4 a 2.

Linense garantiu a vaga na final da Copa Paulista depois de vencer nos pênaltis por 4 a 2. (Foto: José Luis Silva/ CA Linense)

Jogando neste sábado (14) em Lins, o Penapolense foi derrotado pelo Linense no tempo normal por 1 a 0 – com o resultado, o jogo foi para a decisão por pênaltis. E o time da casa foi mais eficiente e venceu por 4 a 2, garantindo a vaga na final da Copa Paulista, diante do Ituano.

Com a eliminação, o Penapolense começa a pensar na próxima temporada, quando disputa a Série A2 do Paulistão. Já o Linense vai em busca do título que garante vaga na Copa do Brasil ou na Série D do Brasileiro.

Linense pressiona, mas não abre o placar

Jogando em casa e precisando do resultado, o Linense foi para o ataque logo no começo da partida.

Aos 9 minutos, Gedeílson cruzou para Gabrielzinho, que bateu de primeira sem muito perigo para o goleiro Samuel Pires.

Antes dos 20 minutos, o time da casa chegou mais duas vezes com Gabrielzinho que primeiro bateu perto da trave, na segunda chance, cortou dentro da área, mas acabou batendo para fora.

Aos 25 minutos, o CAL abriu o placar, com Tássio – mas o bandeira já havia marcado impedimento, anulando o lance.

Aos 43, a melhor chance do Penapolense, depois de ótima jogada de paraíba, a zaga do Linense coloca a bola para escanteio e por pouco não faz contra.

No intervalo, Moisés Egert (técnico do Linense) foi expulso por reclamação.

Pênalti polêmico no final e decisão na marca da cal

Precisando vencer, o Linense entrou no segundo tempo disposto a tirar o zero do placar. Aos 4 minutos, Gabrielzinho bem que tentou, mas foi marcado impedimento do atacante do CAL.

Aos 25 minutos, o time da casa chega novamente com perigo, depois do cruzamento, três jogadores do Linense tentam, mas não alcançam a bola para cabecear.

1 minuto depois foi a vez de Tavares tentar abrir o placar e parar em ótima defesa de Samuel Pires.

Com o jogo chegando no seu final, o Linense pressionava e o Penapolense se segurava como podia, principalmente com ótima atuação de Samuel Pires.

Aos 39 minutos, o atacante Tardelli caiu na área e o juiz marcou pênalti, para revolta dos jogadores do CAP.  Na cobrança, Thiago Humberto fez 1 a 0 para o time da casa.

Depois do pênalti, Paulinho Kobayashi acabou expulso, deixando o CAP sendo comandado por seu auxiliar nos minutos finais.

Pará e Elbis perdem e Linense garante vaga na final

Na disputa por pênaltis brilhou a estrela de Galletti, o goleiro do Linense que pegou duas cobranças e garantiu a vaga na final da Copa Paulista diante do Ituano.

Pelo Linense fizeram: Rafael Chorão, Marcelo Pé, Gedeílson e Tardelli; já pelo CAP marcaram: Neílson e Jessé e perderam: Pará e Elbis.

Anúncios

Penapolense vira pra cima do Linense e abre vantagem na semi da Copinha

Paraíba comemora o gol da vitória do Penapolense diante do Linense (Foto: Silas Reche/C.A. Penapolense)

Paraíba comemora o gol da vitória do Penapolense diante do Linense (Foto: Silas Reche/C.A. Penapolense)

Jogando neste domingo (8) no estádio Tenente Carriço, o Penapolense recebeu o Linense pela primeira partida da semifinal da Copa Paulista. Depois de sair perdendo, o time da casa virou o placar e venceu por 2 a 1, com gols de Fio e Paraíba; Thiago Humberto descontou para o time de Lins.

Com a vitória, o time de Penápolis joga por um empate na próxima partida, sábado. Ao Linense resta vencer por 2 gols de diferença para chegar à final, ou por 1 gol para levar a decisão para os pênaltis.

Linense começa melhor e sai na frente

Diante de mais de 8 mil pessoas, as duas equipes entraram em campo buscando a vitória desde o primeiro minuto.

Apoiado pela torcida, o Penapolense teve a primeira boa chance aos 5 minutos, depois de boa jogada, Fio cabeceou no travessão e a bola ainda pingou na linha, antes da zaga tirar o perigo.

Aos 12 minutos, novamente o CAP chegou com perigo, desta vez Pará cruzou bem, mas Galletti chegou antes de Kesley, salvando o time de Lins.

A primeira boa chance do Linense aconteceu apenas aos 24 minutos e foi fatal. Depois de tabela de Gabrielzinho e Rafael Aidar, a bola foi rolada para Thiago Humberto, que só teve o trabalho de empurrar para o gol, fazendo 1 a 0 para os visitantes.

Depois do gol, o Linense cresceu por duas vezes só não ampliou o marcador por causa de Samuel Pires, que teve ótima atuação, salvando o CAP.

Penapolense muda e Paraíba brilha no final

Depois de terminar o primeiro tempo em desvantagem, o técnico Paulinho Kobayashi fez duas mudanças no intervalo, saíram Pará e Felipe Merlo e entraram Paraíba e Vinícius.

A primeira boa chance do Penapolense foi apenas aos 11 minutos, depois de cobrança de Paraíba, Ricardo cabeceou e Fio completou para o fundo das redes, empatando a partida.

3 minutos depois, o CAP chegou novamente, mas Dimba foi derrubado na área, mas o juiz marcou falta do atacante em cima do zagueiro Jorge Luiz.

Depois do gol, o Penapolense foi pra cima e o Linense se segurava como podia. Paraíba teve chance de virar o marcador, mas bateu pra fora.

Já no final da partida, Dimba fez ótima jogada e tocou para Paraíba, que bateu perto do gol de Galletti.

Aos 45 minutos, Paraíba fez ótima jogada, driblou Galletti e fez o gol da virada do Penapolense, fazendo 2 a 1 para a alegria dos 8.202 pagantes que lotaram o Tenentão.

Com um a menos, o Linense foi pra cima, mas quem teve chance de matar o jogo foi o CAP – aos 48 minutos, Kesley encobriu o goleiro e a bola explodiu na trave, evitando o 3º gol.

Próximo jogo

A segunda partida será no próximo sábado (14), às 19 horas, no Gilbertão, em Lins. 

Com 13 desfalques, Penapolense é derrotado por 3 a 2 pelo Linense

Jogando no estádio Tenente Carriço neste domingo (30), o Penapolense  recebeu o Linense e foi derrotado por 3 a 2, Rafael Aidar (2) e Marcelo Bispo marcaram para o time de Lins, Pará e Felipe Merlo descontaram para o CAP. Com a derrota, o time da casa ainda vai disputar a vaga na próxima fase com o Rio Preto – 4º colocado com 6 pontos, um a menos que o time de Penápolis. Já o Linense continua na vice-liderança com 11 pontos, 1 a menos que o líder Mirassol.

O destaque foi o público de mais de 2.100 pessoas que acompanharam a partida no Tenentão, bem superior à média da equipe na Copa Paulista, graças à promoção realizada pela diretoria do CAP.

CAP sai na frente, mas Linense empata no final

A partida começou com o Penapolense apertando o time do Linense e o gol saiu logo no começo da partida, aos 8 minutos, Pará cobrou falta e Felipe Merlo aproveitou a sobra para fazer 1 a 0 para o CAP.

Depois do gol, o Linense criou algumas chances com Rafael Aidar, mas não assustou o goleiro Samuel Pires.

O Penapolense tentou o segundo gol, mas esbarrou na boa atuação de Reynaldo e nas más finalizações do ataque capeano.

Aos 45 minutos, depois de escanteio cobrado, Marcelo Bispo aproveita e manda para o fundo das redes fazendo o 1º do Linense e empatando a partida antes do apito do árbitro.

Rafael Aidar brilha e Linense garante a vitória

Diferente do primeiro tempo, o Linense começou atacando e logo apareceu a estrela de Rafael Aidar. Aos 5 minutos, Alex Barros cruzou para o atacante fazer o gol e virar a partida para o Linense.

A comemoração do time visitante durou 3 minutos, Pará acertou um belo chute marcando um belo gol para o Penapolense e empatando a partida.

Depois do gol, os dois times se estranharam e sobrou cartão vermelho para o técnico do Linense, Moisés Egert.

Pará e Romarinho voltaram a assustar e por pouco não colocaram o CAP de novo na frente.

O castigo veio aos 16 minutos, novamente Rafael Aidar marca, depois de cruzamento de Chorão, o atacante aproveita e colocar o Linense novamente na frente.

Buscando o empate, o técnico Paulinho Kobayashi fez alterações colocando o time ao ataque, mas o time não conseguiu marcar e somou a segunda derrota seguida.

Próximo jogo

O Penapolense volta a campo no próximo dia 12, diante do Rio Preto, fora de casa, às 15 horas, no Anísio Haddad. O time de Penápolis está de “folga” na próxima rodada.

Penapolense perde para o Linense por 2 a 0

O Penapolense buscava a primeira vitória na Copa Paulista diante do Linense – que fazia sua estreia a competição. Mas o resultado foi melhor para o time da casa, que venceu por 2 a 0, com gols de Rafael Chorão e Léo Torres.

Com a vitória, o time de Lins assumiu a liderança do Grupo 1 com 3 pontos, já o CAP é o lanterna com um ponto em dois jogos.

CAP tenta, mas o Linense sai na frente

Os dois times começaram estudando a maneira de jogar do adversário e abusavam das jogadas no meio campo, com poucas chances claras de gols. O primeiro lance de perigo foi aos 26 minutos, Rodrigo Man cruzou para Fio que bateu para ótima defesa do goleiro.

A partida continuou com poucas chances. A história mudou aos 43 minutos, com passe de Rafael Aidar para Rafael Chorão, que bateu forte e contou com o desvio da zaga para abrir o placar.

Linense garante os três pontos

No começo do segundo tempo, o CAP tentou o empate aos 4 minutos, de novo com Fio, que bateu e a bola passou perto do gol.  Aos 15, foi a vez de Tardelli acertar a trave do Penapolense e mostrar que o Linense não estava satisfeito com o 1 a 0. Dominando o jogo na segunda etapa, o Linense teve tudo para ampliar o placar, mas esbarrou em erros individuais.

No contra-ataque, aos 39 minutos, o Linense matou o jogo com Léo Torres fazendo 2 a 0 para o time da casa.

Aos 45 minutos, Roni quase fez o gol de honra do CAP, mas cara a cara com o gol, o meia bateu para fora.

Próximos jogos

Na próxima rodada, o Linense vai até São José do Rio Preto, enfrentar o Rio Preto, dia 1º, às 15 horas. Já o Penapolense folga no próximo fim de semana e só volta a campo no dia 9, diante do Rio Preto, no estádio Tenente Carriço.

Penapolense faz 3 a 1 no Linense e afunda o rival

Jogando no Tenentão lotado, o Penapolense conseguiu um ótimo resultado, o time venceu o Linense por 3 a 1 e saiu da zona de rebaixamento do Paulistão e ainda empurrou o rival para a vice lanterna do estadual.

Os destaques da partida foram o meia Sérgio Mota – que deu dois passes para gol – e o atacante Crislan – que fez o terceiro gol, no momento em que o Linense pressionava em busca do empate.

CAP perde muitos gols, mas Diego Rosa abre o placar

Jogando com o apoio da torcida que lotou o estádio, o Penapolense atacou desde o primeiro minuto de jogo, e se mostrava disposto a decidir o jogo ainda no primeiro tempo. Antes de abrir o placar, o time criou várias chances de gol e pecou nas finalizações.

Mas aos 28 minutos, Diego Rosa recebeu cruzamento de Sérgio Mota e de cabeça, abriu o placar para o CAP. Enquanto isso, o Linense não se encontrava em campo e deixava espaços para o time da casa dominar todas as ações do jogo.

Mesmo depois de abrir o placar, o CAP buscava ampliar a vantagem e perdeu algumas chances antes do árbitro apitar o fim do primeiro tempo.

Samuel Pires aparece e Crislan define a vitória

O segundo tempo nem começou e o torcedor capeano soltou o grito de gol logo aos 2 minutos, depois de falta cobrada por Sérgio Mota, o zagueiro Luiz Gustavo tocou e fez o segundo do CAP.

Depois do segundo gol, o Linense cresceu e começou a criar chances para diminuir, em vários lances esbarrou na boa atuação de Samuel Pires. Mas aos 15 minutos, nem mesmo a boa defesa do goleiro, depois de chute de Bruno salvou o CAP, que viu William Pottker sozinho no rebote, diminuir a vantagem. Os jogadores do Penapolense reclamaram muito do lance, já que a cobrança foi rápida e pegou a zaga ainda se organizando.

Depois do gol, o Linense cresceu ainda mais e esbarrou em Samuel em algumas oportunidades. Foi aí que brilhou a estrela do técnico PC Gusmão e do atacante Crislan.

Aos 18, o time de Penápolis respondeu e mostrou que não deixaria a vitória em casa no clássico escapar. Depois de desvio de Diego Rosa, o goleiro Anderson não alcançou e Crislan completou para as redes, fazendo 3 a 1 e dando números finais à partida.

Próxima rodada e classificação

O Linense volta à campo no próximo sábado, para enfrentar o Bragantino, em Lins, às 18h30. Já o Penapolense terá pela frente o Botafogo de Ribeirão, fora de casa, na terça-feira, às 19h30.

Sem “ajuda” de São Pedro, Penapolense e Linense ficam no 1 a 1

O primeiro clássico na 1ª divisão do Paulistão não foi como se esperava, pela 13ª rodada e debaixo de muita chuva, Penapolense e Linense empataram em 1 a 1, em um jogo onde foi difícil fazer a ‘bola rolar’ no gramado do Gilbertão.

O jogo começou com o gramado encharcado e com as duas equipes com dificuldade de criar jogadas. Mas foi o time de Penápolis que criou a primeira chance, depois de cobrança de escanteio, Gualberto cabeceou na trave.

Aos 39 minutos, o Linense perdeu um “gol feito” depois de receber lançamento e driblar o goleiro Marcelo, Fábio Lopes bateu mal e “isolou” a bola. Aos 42, Lenílson recebeu a bola dentro da pequena área e bateu por cima do gol de Marcelo.

No segundo tempo, o Linense começou melhor e quase abriu o placar aos 8 minutos, mas Fábio Lopes perdeu mais uma chance clara de gol.

E depois de sofrer pressão do time da casa, o Penapolense acabou abrindo o placar em cobrança de escanteio, desta vez, Gualberto na cabeceou na trave, o zagueiro aproveitou o bate e rebate e empurrou a bola para o fundo do gol, fazendo 1 a 0 para o time visitante.

Aos 39 minutos, o Linense conseguiu o empate, depois de uma bela cobrança de falta de Tarracha, que foi no ângulo do goleiro Marcelo, que ainda tocou na bola, mas não conseguiu evitar o gol.

Com o empate, o Penapolense chegou aos 17 pontos – 10º colocado – e continua brigando por uma vaga na Série D e no G8.

Na próxima rodada, o Penapolense recebe o São Bernardo, no estádio Tenente Carriço, às 16h.