Penapolense faz 4 a 1 no Botafogo-SP e está na final do Torneio do Interior

Depois de ser derrotado pelo São Paulo nas quartas de final do Paulistão, o Penapolense acabou ficando com uma vaga nas semifinais do Torneio do Interior. O time enfrentou o Botafogo-SP no último sábado, em Ribeirão Preto, e mostrou porque foi o melhor “novato” da elite paulista nos últimos anos. O time foi até a casa do adversário e fez 4 a 1.

Com a vitória, o time de Penápolis volta a campo no domingo, às 19h30, contra a Ponte Preta pela final do Torneio Interior – a Ponte venceu o Linense por 1 a 0 e também garantiu a vaga na final.

Mesmo jogando em Ribeirão Preto, o Penapolense era quem tomava conta do jogo e buscava o gol. O primeiro lance de perigo foi aos 4 minutos, com uma bola no travessão, depois de cobrança de falta de Guaru.

Aos 13 minutos, Guaru cobrou escanteio e Magrão subiu mais que os zagueiros e abriu o placar para o CAP. 2 minutos depois, Daniel Borges cobrou falta, ninguém desviou e a bola foi direto para as redes de Marcelo.

Depois de fazer o gol de empate, o Botafogo-SP aumentou o seu ritmo, mas esbarrou na zaga do Penapolense, que quase virou aos 40 minutos, com Fio.

No segundo tempo, o Penapolense continuou atuando como se fosse o mandante da semifinal. Aos 16 minutos, Rodrigo Biro fez boa jogada e foi puxado dentro da área por Zé Antônio, o botafoguense foi expulso depois de tomar o segundo amarelo. Na cobrança, Guaru fez 2 a 1 para o Penapolense.

Com um jogador a mais, o Penapolense administrou a partida e matou o jogo aos 35 minutos, quando o zagueiro Luis Henrique tentou tocar para o goleiro e deixou Eric cara a cara com o goleiro, o atacante bateu por cima, encobrindo o goleiro e fazendo 3 a 1.

Aos 37, Guaru puxou contra-ataque e foi derrubado na área pelo lateral Daniel Borges e o lateral também foi expulso. Na cobrança, Guaru fez o seu 2º e o 4º do Penapolense, fechando o placar em Ribeirão Preto.

Com a vitória, o time que garantiu vaga na Série D ainda sonha com vaga na Copa do Brasil de 2014 – o título do Interior deve garantir o índice técnico para disputar a competição nacional.

Fora de casa, Penapolense perde para o lanterna Oeste

Precisando de uma vitória para se aproximar ainda mais dos líderes, o Penapolense foi até Itápolis para tentar um bom resultado contra o lanterna Oeste. No começo da partida, o Penapolense foi melhor e comandou boa parte do primeiro tempo, criando boas chances, a maioria delas em chutes de fora da área.

O Penapolense criou boas chances com Liel que cabeceou na trave e depois continuo comandando o jogo com os dois laterais – Rodrigo Biro e Luis Felipe – descendo ao ataque e criando chances de gol.

Mas aos 21 minutos, o jogo mudou, Gilmar sofreu falta e ele mesmo bateu sem chances para o goleiro Marcelo, fazendo 1 a 0 para o time de casa e fazendo o visitante “sentir” o gol. Depois de sair atrás na partida, o Penapolense acabou “cansando” e não teve poder de reação até o fim do primeiro tempo.

No segundo tempo, o Oeste voltou melhor e o Penapolense continuava “cansado” e sem criar chances para iniciar uma reação.  Os dois treinadores fizeram alterações, mas pouca coisa mudou e o jogo continuou “pegado” no meio campo.

O Penapolense foi para o ataque em busca do empate e o Oeste apostava nos contra-ataques. Foi em um contra-ataque que Gilmar lançou Serginho que bateu na saída do goleiro Roni – que substitui Marcelo, que sentiu lesão – fazendo 2 a 0 para o time da casa.

E antes do apito final, o zagueiro Jaílton (Penapolense), foi expulso depois de uma entrada sem a bola em Mirandinha. E no final dos 90 minutos, o placar apontou 2 a 0 para o Oeste, que saiu da zona do rebaixamento.

O próximo jogo do Penapolense será sábado, às 18h30, em Ribeirão Preto, contra o Botafogo.

Marcelo salva nos acréscimos e o Penapolense vence o União Barbarense por 2 a 1

O Penapolense continua fazendo boa campanha no Paulistão 2013, depois de ser derrotado na última rodada pela Ponte Preta, o time recebeu o União Barbarense por 2 a 1 e chegou a 3ª posição (provisória).

O jogo começou com o Penapolense atacando e o União se defendendo e esperando as chances de contra ataque. A correria deu resultado, aos 7 minutos, Guaru cobrou escanteio, Gualberto desviou e Magrão desviou no meio da área, fazendo 1 a 0 para o CAP. O time continuou criando boas chances mas não conseguiu ampliar o placar até o fim dos primeiros 45 minutos.

O começo do segundo tempo foi de susto para a torcida capeana, que viu Itaqui empatar logo aos 6 minutos, depois de um chute de fora da área que desviou no zagueiro Gualberto e “matou” o goleiro Marcelo.

Aos 18 minutos, Silvinho recebeu passe de Gualberto, entrou na área e bateu cruzado, sem chances para o goleiro, fazendo 2 a 1 para o Penapolense. O time da casa continuou pressionando e perdeu várias chances. O “castigo” veio aos 45 minutos, quando Gualberto cometeu pênalti em Júnior Goiano, o atacante mesmo cobrou mas parou no goleiro Marcelo, que defendeu a cobrança e garantiu mais uma vitória do time de Penápolis.

A próxima partida será domingo, quando o Penapolense recebe o Atlético Sorocaba, às 5 da tarde.

Fora de casa, Penapolense perde para a Ponte Preta

O Penapolense buscava a 3ª vitória seguida para assumir a liderança provisória do Paulistão 2013, mas acabou sendo derrotado pela Ponte Preta por 2 a 0. Com o resultado, a Ponte assumiu a liderança provisória, com 13 pontos, enquanto isso, o CAP ficou em 4º lugar com nove pontos.

O jogo começou com as duas equipes correndo muito e buscando abrir o placar logo no começo da partida. Guarú e Silvinho foram os principais nomes do time na primeira etapa, Ramírez e William deram trabalho para os zagueiros de Penápolis. Mas o placar no primeiro tempo ficou mesmo em 0 a 0.

No segundo tempo, a Ponte Preta voltou melhor e pressionou mais, já que o Penapolense foi ao ataque e deixou espaços para o time da casa. E os resultados desses espaços surgiram aos 15 minutos, depois de cobrança de falta, William subiu, antecipou o goleiro Marcelo e fez 1 a 0 para a Macaca. O segundo gol foi aos 32 minutos, uma boa jogada entre Alemão e Diego Rosa que haviam acabado de entrar terminou com um belo chute do meia, fazendo 2 a 0.

Na próxima rodada, o Penapolense recebe o União Barbarense, no Tenente Carriço, às 5 da tarde.