Penapolense perde para o Juventus em casa e dá adeus ao sonho da semifinal

Jogando nesta quarta-feira, o Penapolense recebeu o Juventus e acabou derrotado por 1 a 0. Foi o quinto jogo sem vitória do time de Penápolis, além disso, foi a terceira derrota em casa.

Com a derrota, o time de Penápolis ficou com 19 pontos, na nona colocação. Já o Juventus chegou aos 13 pontos e se livrou da chance de rebaixamento.

CAP pressiona, mas cria poucas chances

Jogando em casa e ainda sonhando com a vaga na semifinal, o Penapolense começou a partida pressionando o Juventus, mas esbarrou na zaga bem postada.

Já o Moleque Travesso buscava as chances de gol nos contra-ataques, mas não conseguia criar nenhuma jogada de perigo.

Nesse cenário, os dois times não conseguiram tirar o zero do placar na primeira etapa.

CAP tenta, Juventus marca

No segundo tempo, o CAP voltou ainda mais disposto a vencer e foi para cima com todos seus esforços.  Foi aí que começou a aparecer o goleiro André Dias, com ótimas defesas, segurando no CAP nas vezes que o time da casa chegava com perigo.

Aproveitando o contra-ataque, o Juventus conseguiu marcar o gol aos 44 minutos, depois de cruzamento de Léo Cunha que Dener apareceu de cabeça para garantir o gol da vitória.

Próximo jogo

O Penapolense volta a campo no próximo sábado pela última rodada da Série A2 do Paulistão diante do Batatais, fora de casa, às 15 horas.

 

Penapolense não resiste e cai diante do Guarani em Campinas

Jogando em casa e buscando a classificação para as semifinais, o Guarani recebeu o Penapolense no Brinco de Ouro da Princesa e garantiu a terceira vitória seguida. Com o placar de 4 a 2, o time de Campinas garantiu a vaga na próxima fase. Os gols do time da casa foram marcados por Denner (2x), Bruno Nazário e Baraka, pelo lado do CAP, Malaquias (2x) marcou.

Com a vitória, o Guarani chegou aos 28 pontos e continua na liderança da Série A2, já o Penapolense mantém os 19 pontos e praticamente dá adeus à classificação e agora é o nono colocado.

Guarani vai bem e abre 3 a 0

Com o apoio de mais de 9 mil pessoas, o Guarani começou a partida indo para o ataque em busca da classificação e não dava espaço para o Penapolense jogar.

A primeira chance foi aos 10 minutos, em ótimo chute de Denner, que Thiago Passos fez ótima defesa e livrou o CAP se sofrer o primeiro gol.

Aos 19 minutos, Denner cobrou escanteio, a zaga cortou e a bola voltou, ele novamente alçou a bola na área e ninguém desviou e a bola foi morrer no fundo das redes, fazendo 1 a 0 para o Bugre.

Aos 24 minutos, Denner aproveitou uma saída errada do meio campo do CAP e bateu cruzado para fazer 2 a 0 para o time da casa.

A primeira chance do CAP foi aos 27 minutos, em chute forte de Jácio que parou no goleiro do Bugre. 3 minutos depois, foi a vez de Bruno Nazário bater forte de fora da área e marcar o terceiro gol do Guarani, ainda no primeiro tempo.

CAP reage, mas Bugre garante a vaga

Apesar da vantagem, o Guarani continuou no ataque. Aos 3 minutos, Lennon roubou a bola e chegou até o ataque, assustando o CAP.

Já o Penapolense continuava apostando nos contra-ataques, e num desses lances, Fandinho cruzou e Malaquias de cabeça marcou o primeiro gol do time de Penápolis.

Com uma boa vantagem, o Guarani segurou o ritmo, mas ainda mantinha o comando da partida. E numa ótima jogada de Lennon, o volante Baraka apareceu e bateu de primeira, sem chances para Thiago Passos e fez 4 a 1.

Nos acréscimos, o CAP marcou mais uma vez com Malaquias, o atacante bateu forte depois de boa defesa do goleiro Bruno e marcou 4 a 2.

Próximos jogos

O Penapolense volta a campo na próxima quarta-feira, quando recebe o Juventus, no Tenentão, às 19h30.

Penapolense luta, mas é derrotado no final contra a Lusa

Nesta segunda-feira, o Penapolense recebeu a Portuguesa e saiu derrotado por 3 a 2 pela 12ª rodada do Campeonato Paulista da Série A2.

Com a derrota, o CAP perdeu a chance de retornar ao G4 da competição, e ficou em sétimo com 19 pontos, 2 a menos que o Nacional.

Já a Portuguesa quebrou uma série de dez jogos sem vencer e pulou para a 12ª posição, com 11 pontos, 2 a mais que o Osasco Audax.

Lusa sai na frente

Jogando em Penápolis, a Lusa precisava da vitória para tentar fugir da Série A3. Jogando com uma tática bem definida, o time do Canindé conseguiu anular o camisa 10 do CAP e aproveitou as poucas chances que teve para abrir o placar no Tenentão.

Apesar da pressão do time da casa, o primeiro gol foi da Portuguesa aos 30 minutos, depois de cobrança de falta de Pereira, a bola desviou na barreira e matou o goleiro Thiago Passos.

O CAP mudou ainda no primeiro tempo, com Matheus Humberto e Jefferson Maranhão entrando e mudando o ritmo do time, que começou a criar, mas esbarrava na marcação da Lusa.

CAP vira e deixa Lusa virar

Voltando melhor para o segundo tempo, o Penapolense começou melhor e teve a primeira chance aos 14 minutos com Leandro Love que parou em ótima defesa. 3 minutos depois não teve jeito, Dênis Neves cruzou e Leandro Love dominou e bateu forte, empatando a partida.

Com o empate, o time da casa se animou e não demorou para conseguir o gol da virada, Renato Xavier recebeu ótimo passe e tocou para Jefferson Maranhão, que acertou belo chute e virou a partida no Tenentão.

Depois de tomar a virada, a Lusa voltou a buscar o ataque e por pouco não empatou em chute de Gabriel, que viu Thiago Passos fazer ótima defesa. Aos 36 minutos, Thiago recebeu belo passe e tocou por cima do goleiro capeano, empatando a partida em 2 a 2.

Com o empate, a Lusa se animou e foi para cima em busca dos três pontos. E nos acréscimos, Pereira cruzou da direita para Luiz Thiago que de cabeça colocou números finais e garantiu a vitória da Portuguesa por 3 a 2.

Próximo jogo

Na próxima rodada, o Penapolense vai até Campinas enfrentar o Guarani e continuar sonhando com a vaga na semifinal. O jogo será no domingo às 10 horas.

Penapolense é goleado pelo Nacional em SP

Jogando em São Paulo, o Nacional goleou o Penapolense por 6 a 0 pela 11ª rodada do Campeonato Paulista da Série A2.

Com a vitória, o Naça assumiu a vice-liderança com 20 pontos, dois a menos que o São Bernardo. Já o Penapolense caiu para quinto com 19 pontos e com pior saldo de gol.

Nacional começa arrasador

Jogando com apoio da sua torcida e explorando os erros do adversário, o Nacional começou avassalador e abriu a vantagem logo aos 6 minutos, depois de uma falha de Dênis Neves, Bruno Xavier teve tempo de deslocar o goleiro e fazer 1 a 0 para o time da casa.

Aos 18 minutos, novamente a zaga do CAP bobeou e Bruno Xavier marcou o segundo do time da casa, 2 a 0.

Aos 20 minutos foi a vez de Emerson Mi marcar o terceiro do time da casa. E 4 minutos depois, Bruno Nunes fez o 4º do Nacional e definiu a partida, ainda no primeiro tempo.

CAP tenta reagir, mas é goleado

O Penapolense voltou diferente no segundo tempo, depois de tomar 4 a 0 no primeiro tempo. Em busca de diminuir a vantagem do time da casa, o CAP se lançou ao ataque e abriu espaço para o contra-ataque do time da casa.

Aos 8 minutos, o CAP chegou com Branquinho que tocou para Coppetti que acertou a trave do goleiro do time da casa.

Com muito espaço, Naldinho tabelou com Emerson Mi que trocou para Thiago Santos que fez o 5º do Nacional.

Aos 36 minutos, veio o 6º gol do time casa, Bruno Nunes tentou duas vezes e parou no goleiro, na terceira tentativa, Luiz Henrique tocou e fez 6 a 0.

Próximo jogo

Buscando a reabilitação, o Penapolense recebe a Portuguesa, em casa, na próxima segunda-feira (12), às 20 horas, no Tenentão, pela 12ª rodada da Série A2 do Paulistão.

Em casa, Penapolense só empata com o Água Santa

Jogando em casa, o Penapolense por pouco não foi derrotado pelo Água Santa pela décima rodada da Série A2 do Campeonato Paulista. O placar ficou 1 a 1 no Tenentão. Alex Gonçalves fez o gol dos visitantes e Tauã empatou para o time da casa.

Com o empate, o CAP continua no G4 e chegou a 19 pontos na competição, já o Água Santa continua no Z2 e está na lanterna com apenas sete pontos.

CAP começa melhor e reclama de pênalti não marcado

Jogando em casa, o Penapolense tentou ir para o ataque, mas esbarrava na zaga do time de Diadema – que apostava nos contra-ataques.

E foi assim que o Água Santa quase abriu o placar aos 20 minutos com Matheus Santos.

O time da casa arriscava de longe, já que não conseguia furar a retrancada do time visitante. E Alex Silva bateu bem e a bola passou muito perto da trave.

Já o CAP pressionava e por pouco não abriu o placar aos 35 minutos com Tauã, que foi derrubado por Léo Rigo dentro da área, mas a arbitragem mandou o jogo seguir.

Água Santa sai na frente e CAP consegue o empate

No começo do segundo tempo, o Netuno abriu o placar logo aos quatro minutos, Matheus Santos fez ótima jogada e bateu forte, no rebote Alex Gonçalves bateu firme sem chance para Veloso, fazendo 1 a 0 para o Água Santa.

Depois de sofrer o gol, o Penapolense foi para o ataque e conseguiu o empate aos 26 minutos, com Tauã, que acertou belo chute, sem chance para o goleiro, deixando tudo igual no Tenentão.

Aos 37 minutos, Jefferson Maranhão bateu bem e a bola acertou a trave, impedindo a virada do time da casa. 4 minutos depois, foi a vez da zaga do Netuno salvar e evitar a derrota do time de Diadema.

Próximo jogo

O Penapolense volta à campo na próxima quarta-feira, às 15 horas, em São Paulo diante do Nacional.

Em casa, CAP perde para o Votuporanguense e tem invencibilidade quebrada

votuporanguense .jpg

Penapolense vai mal e perde a primeira na Série A2 (Foto: Silas Reche/CA Penapolense)

Jogando diante da sua torcida pela 5ª rodada da Série A2 do Paulistão, o Penapolense foi mal e acabou derrotado pela Votuporanguense por 2 a 1. Essa foi a primeira derrota do time comandado por Thiago Oliveira na competição. Com a derrota, o CAP continuou com 10 pontos, agora na terceira posição, enquanto que o CAV chegou a nove pontos e pulou para 7º lugar na classificação.

Votuporanguense começa melhor e sai na frente

Jogando em casa, o Penapolense era quem tinha a obrigação de buscar o jogo e sofria com os passes errados depois do meio campo. Já o Votuporanguense se fechou e buscava a velocidade de seus atacantes para tentar surpreender. Foi assim que o time visitante criou as melhores chances.

A primeira boa chance veio aos 34 minutos, quando Fio fez ótimo lançamento para Adriano Paulista, que driblou o zagueiro e acabou derrubado pelo goleiro Velloso. Na cobrança, Fio bateu forte, o goleiro acertou o canto e fez ótima defesa, mas no rebote Daniel completou para o gol, fazendo 1 a 0 para o time de Votuporanga.

Com a vantagem no placar, o CAV se fechou ainda mais e viu o CAP sofrer com a falta de criação no meio campo, a situação ficava complicada para o time da casa que não conseguia criar boas chances para empatar. E o castigo veio ainda no primeiro tempo, Elvinho fez ótima roubada de bola e lançou para Adriano Paulista que bateu cruzado, sem chances para o goleiro Velloso, fazendo 2 a 0 para os visitantes.

CAP desconta no final, mas perde a primeira

Depois do intervalo, o Penapolense partiu para o ataque para tentar descontar logo no início da partida, mas o time continuava esbarrando na boa marcação do adversário e nos erros de passe.

Já o Votuporanguense administrava a partida e se segurava lá atrás, sem dar muito espaço para o ataque capeano.

Mesmo lutando muito, o CAP só conseguiu o gol de honra aos 46 minutos, quando uma bola foi cruzada na área e Coppetti colocou no fundo das redes, fazendo 2 a 1.

Na base do abafa, o time da casa até tentou, mas não conseguiu o empate e conheceu a primeira derrota na competição.

Próximo jogo

O Penapolense volta a campo na sexta-feira de Carnaval, o time de Penápolis enfrenta o Oeste, na Arena Barueri, pela 6ª rodada da Série A2, às 19h.

Penapolense fica no empate com o São Bernardo e perde a liderança da A2

sao bernardo.jpg

Penapolense e São Bernardo fazem jogo equilibrado no Tenentão (Foto: Silas Reche/ CA Penapolense)

Penapolense e São Bernardo se enfrentaram nesse domingo no Estádio Tenente Carriço pelo encerramento da 4ª rodada da Série A2 do Campeonato Paulista.

O time da casa que era líder acabou caindo para o segundo lugar da competição, o time de Penápolis tem os mesmos 10 pontos do Oeste, de Barueri, mas perde no saldo de gols. Já o Bernô chegou aos oito pontos e subiu para a terceira posição na tabela.

Love aparece e CAP sai na frente

Jogando em casa e buscando manter a liderança, o Penapolense demorou para se encontrar na partida e o que se viu no Tenentão foram vários passes errados e nenhuma chance de gol.

A primeira boa chance da partida foi do time visitante, quando Matheus Jussa bateu forte e viu a zaga desviar para escanteio.

Depois de sofrer uma pequena pressão, o Penapolense foi para o ataque e conseguiu abrir o placar aos 39 minutos, com Leandro Love, que recebeu ótimo passe e bateu sem chances para o goleiro do Bernô, fazendo 1 a 0.

Antes do apito do árbitro, o time do ABC quase empatou com Fernando Jr que acertou o travessão.

Pênalti polêmico, Lei do Ex e empate no Tenentão

Buscando o resultado, o São Bernardo partiu para o ataque desde o primeiro minuto da segunda etapa. E criou inúmeras chances de igualar o marcador.

Enquanto isso, o CAP apostava nas jogadas de velocidade para surpreender e garantir o resultado. E o estilo de jogo deu resultado até os 29 minutos, quando o zagueiro do CAP derrubou o atacante dentro da área. Na cobrança, Franscimar (que já atuou no CAP) deslocou o goleiro e deixou tudo igual, 1 a 1.

Com o empate no placar, as duas equipes bem que tentaram sair com a vitória, mas com muitos erros de passe e pouca criatividade, o placar se manteve empatado até o apito final.

Próximo jogo

O Penapolense volta a campo no próximo domingo, às 10 horas, para receber a Votuporanguense, no Tenentão, pela 5ª rodada da competição.

Penapolense começa a preparação para a disputa da Série A2 em 2018

mamadeira1511903164369

Erik Mamadeira é um dos reforços para a próxima temporada (Foto: Divulgação)

O Clube Atlético Penapolense começou na última segunda-feira (27), a preparação para a disputa do Campeonato Paulista da Série A2 em 2018. Além da apresentação oficial do novo treinador, Thiago Oliveira, também foram apresentados alguns jogadores que farão parte da caminhada do Pantera da Noroeste no próximo estadual.

Durante a apresentação, Afonso Brás destacou que não serão feitas parcerias com grupos de empresários de fora da cidade este ano, mas que terá parceiros para tocar o futebol na cidade.

Já o novo treinador se mostrou empolgado com o começo do novo trabalho. Oliveira afirmou ainda que pelo menos 90% dos atletas para a disputa já estão fechados com o clube. E que é necessário um grupo forte, devido ao nível das equipes que estão na disputa.

Depois da apresentação, os jogadores foram para o gramado do Centro de Treinamento pela primeira vez para realizar trabalhos físicos.

Confira a lista de jogadores confirmados para a disputa da Série A2 em 2018:

Goleiro:

Samuel Pires (remanescente)

Thiago Passos (ex-São Caetano)

Velloso (ex-Novorizontino)

Laterais:

Grafite (ex-Caldense/MG)

Dênis (ex-Guarani/SP)

Zagueiro:

Nino Santos (ex-futebol árabe)

Felipe Barros (remanescente)

Marcelo Bispo (ex-Linense/SP)

Thiago Gasparetto (ex- São Bernardo)

Volantes:

Renato (ex- Jataíense/GO)

Cleberson (remanescente)

Meias:

Erik Mamadeira (ex-São Bento/SP)

Atacantes:

Diego Lira (ex- Goiânia/GO)

Leandro Love (remanescente)

Malaquias (ex-Guarani e Bragantino)

Jeferson Maranhão (ex-Linense)