Penapolense empata com Noroeste em jogo-treino

 

jogo treino edit.jpg

CAP ficou no 0 a 0 com o Noroeste no primeiro jogo-treino da pré-temporada (Foto: Assessoria/CA Penapolense)

Neste sábado (16), o Penapolense recebeu o Noroeste/SP no estádio Tenente Carriço para o primeiro jogo da pré-temporada, visando a preparação para a Série A2 do Paulistão. Jogando embaixo de um forte sol e muito calor, os dois times bem que tentaram, mas não saíram do 0 a 0.

O time de Penápolis terá mais amistosos e jogos-treinos até a estreia na Série A2, no dia 17 de janeiro, em Penápolis, diante do Sertãozinho.

Para esse primeiro teste, o técnico Thiago Oliveira colocou em campo: Thiago Passos, Grafite, Marcelo, Nandinho e Denis; Felipe Alves, Tauã, Renato Xavier e Yamada; Love e Everton Sena. No decorrer do jogo foram feitas diversas alterações até para ritmo de jogo aos demais atletas do elenco.

nilo edit

Nilo chega do Espírito Santo para ser o homem gol do Penapolense (Foto: Divulgação)

Nilo e Geovane reforçam o ataque do CAP

Buscando fechar 25 jogadores para a disputa da Série A2, o Penapolense anunciou mais dois reforços para o ataque. Trata-se de Nilo, que estava no Espírito Santo e disputou a Série D pela equipe capixaba e Geovanne, que estava no Itabaiana/SE, mas já defendeu o São Caetano/SP, Mogi Mirim/SP e Náutico/PE.

Com as novas contratações, confira como está o elenco atualizado do Penapolense para a Série A2:

Goleiro:
Thiago Passos (ex-São Caetano/SP)
Velloso (ex-Novorizontino/SP)

Laterais:
Grafite (ex-Caldense/MG)
Dênis (ex-Guarani/SP)

Zagueiro:
Nino Santos (ex-futebol árabe)
Felipe Barros (remanescente)
Marcelo Bispo (ex-Linense/SP)
Thiago Gasparetto (ex- São Bernardo/SP)
Nandinho (não informado)

Volantes:
Renato (ex- Jataíense/GO)
Cleberson (remanescente)
Carlos Coppetti (ex-São Caetano/SP)
Felipe Alves (ex-América de Natal/RN)

Meias:
Erik Mamadeira (ex-São Bento/SP)
Lucas Mineiro (ex-Tombense/MG)
Yamada (ex-União Barbarense/SP)
Everton Sena (ex-Água Santa/SP)
Renato Xavier (ex-Anapolina/GO)

Atacantes:
Diego Lira (ex- Goiânia/GO)
Leandro Love (remanescente)
Malaquias (ex-Guarani/SP e Bragantino/SP)
Tauã (ex-Tombense/MG)
Geovane (ex-Itabaiana/SE)
Nilo (ex-Espírito Santo/ES)

Anúncios

Confira o que mudou na Série A2 do Paulistão para 2016

A edição do Campeonato Paulista – Série A2 passará por mudanças no regulamento a partir de 2016, isso foi definido no arbitral que aconteceu na semana passada na sede da Federação Paulista de Futebol, com votação da maioria dos clubes sobre as mudanças.

A primeira mudança significativa é o número de acesso, se até 2015 eram 4 clubes que garantiam o acesso, ano que vem serão apenas 2. Além disso, o número de rebaixados sobe de 4 para 6, aumentando a preocupação dos clubes menores.

Outra mudança foi na fórmula de disputa, saem os pontos corridos e volta o “mata-mata”- a primeira fase será em turno único, com 19 rodadas, os 8 melhores se classificam para as oitavas, depois quartas e semis, os dois finalistas estarão na Série A1 em 2017. As quartas e semifinais serão disputadas em duas partidas, já a final será partida única (no dia 8 de maio).

O que continua igual é o limite de 28 jogadores inscritos por equipe (25 jogadores de linha e três goleiros). O prazo para inscrição é no dia 4 de março, ou seja, antes da décima rodada.

O calendário dos jogos só deverá ser divulgado em dezembro, um mês antes do inicio da competição.

Outra mudança que segue o que foi definido na Série A1 é que os técnicos só poderão trabalhar em um clube daquela divisão, evitando a troca de técnicos dentro da mesma série.

Dezenove clubes estão confirmados na Série A2 em 2016, 11 já disputaram a competição em 2015 (Atlético Sorocaba, Batatais, Guarani, Independente, Monte Azul, Paulista, Rio Branco, Santo André, São Caetano, União Barbarense e Velo Clube); quatro foram rebaixados da elite (Bragantino, Marília, Penapolense e Portuguesa) e quatro clubes que conseguiram o acesso (Barretos, Juventus, Taubaté e Votuporanguense).

A última vaga está entre Mirassol e Água Santa – o time de Diadema conseguiu o acesso, mas está com problemas em seu estádio e pode ficar de fora por não ter o número mínimo de lugares para receber jogos da Série A1 e assim pode continuar na Série A2, se não entregar os laudos necessários para a Federação.

Penapolense vence o Paulista por 3 a 1 e assume vice liderança do grupo

Nova Imagem

Penapolense venceu o Paulista pela Copa Paulista por 3 a 1. (Foto: Silas Reche/C.A. Penapolense)

Jogando na manhã deste domingo (11), o Penapolense venceu o Paulista por 3 a 1, no estádio Tenente Carriço, em Penápolis. Na rodada anterior, os dois times haviam empatado em 2 a 2, em Jundiaí. Com a vitória, o time de Penápolis sobe para a segunda posição do grupo – com 5 pontos, um a menos que o Rio Branco, o Paulista e o Nacional também possuem 5 pontos, mas perdem no saldo de gols (1 gol do CAP contra 0 de Nacional e Paulista).

Neílson brilha e abre 2 a 0

Jogando em casa, o Penapolense buscava a vitória para se manter vivo na Copa Paulista, já o Paulista queria a vitória para assumir a liderança isolada do grupo. Com o fato casa a seu favor, o CAP não se intimidou e foi logo para o ataque, enquanto o Paulista se defendia como podia.

Aos 35 minutos, Dimba foi derrubado por Mayko dentro da área, o árbitro marcou pênalti par o time da casa. Na cobrança, Neílson fez 1 a 0 para o Penapolense.

Antes do intervalo, Neílson apareceu novamente, desta vez com a bola rolando, e aos 43 minutos, fez 2 a 0 depois de um bate-rebate dentro da área do Paulista.

Kesley brilha, garante a vitória e a vice-liderança

Diferente do primeiro tempo, o Paulista partiu para o ataque em busca do empate, que garantiria o time na vice-liderança.

Essa pressão do time visitante foi recompensada aos 20 minutos, quando Rafinha escapou em velocidade e marcou um belo gol para o Paulista, fazendo 2 a 1.

5 minutos depois, Samuel Pires apareceu bem e salvou o CAP de levar o gol de empate, fazendo ótima defesa.

Na sequência, Gabriel Nunes foi expulso e deixou o Paulista com 10 em campo. Com a vantagem numérica, o Penapolense foi pra cima e conseguiu marcar o 3º.

Kesley escapou em contra-ataque, deu o drible da vaca no goleiro Iago e fechou o placar em 3 a 1 para o CAP.

Próximo Jogo

Pela penúltima rodada na quarta-feira (14/10), o Penapolense recebe o líder Rio Branco no Tenentão às 19h30; já o Paulista recebe o Nacional em casa às 19h.

Fora de casa, Penapolense consegue o empate contra o Paulista aos 48 do 2º tempo

Jogando no estádio Jayme Cintra, em Jundiaí, Paulista e Penapolense se enfrentaram pela terceira rodada da segunda fase da Copa Paulista. O placar final foi 2 a 2, com gols de Jader e Gabriel Nunes para o Paulista;  Ricardo Duarte e Dimba empataram para o Penapolense.

Com o empate, o CAP chegou aos 2 pontos e assumiu a terceira posição do grupo; já o Paulista foi a 5 e está na vice-liderança.

Paulista sai na frente, mas Penapolense consegue empate

Jogando em casa e como líder do grupo, o Paulista partiu para o ataque e chegou perto de abrir o placar logo aos 3 minutos – com belo chute de Cajado, que acertou o travessão do goleiro Samuel.

Aos 8 minutos foi a vez de Jader arriscar de longe e passar perto do gol de Samuel. Dois minutos depois, foi a vez do Penapolense chegar, Paraíba recebeu cara a cara com o goleiro e bateu forte para boa defesa de Yago.

O Penapolense equilibrou o jogo e por pouco não abriu o placar com Fio, que aproveitou falha da zaga do Paulista e por pouco não encobriu o goleiro Yago.

Aos 16 minutos, Cajado novamente acertou belo chute, dessa vez acertando a trave, no rebote, Jader empurrou para as redes fazendo 1 a 0 para o Paulista.

3 minutos depois o Penapolense consegue o empate. Na cobrança de escanteio, Ricardo Duarte sobe mais que a marcação e marca para o CAP, fazendo 1 a 1.

Os dois times erraram muitos passes e pouco criavam, até aos 42 minutos, quando Gabriel Nunes quase fez o 2º, mas parou em ótima defesa de Samuel.

Paulista perde pênalti e toma o castigo do Penapolense aos 48 minutos

A segunda etapa começou da mesma forma que a primeira, com o Paulista sufocando o Penapolense em busca do gol. A primeira boa chance surgiu logo aos 4 minutos, Serrano arriscou, Samuel rebateu e a zaga afastou o perigo.

Aos 26 minutos, o árbitro marcou pênalti para o Paulista, depois de Ricardo Duarte tocar com a mão na bola. Na cobrança, Gabriel Nunes bate bem e faz 2 a 1 para o Paulista.

O Penapolense respondeu aos 31 minutos, depois de boa jogada, Paraíba arrisca e a bola passa perto do gol de Ian.

O lance chave da partida aconteceu aos 36 minutos, o juiz marcou mais um pênalti para o Paulista, depois que Neílson derrubou Rafinha dentro da área. Na cobrança, Rafinha acerta a trave e perde a chance de ampliar a vantagem do Paulista.

Um minuto depois, Ian aparece bem e salva o Paulista de tomar o gol de empate, depois de mais uma boa chance de Paraíba.

Depois de ver o Paulista perder o pênalti, o Penapolense cresceu em busca do empate.

Aos 48 minutos, o atacante Dimba que havia entrado 7 minutos antes, apareceu livre no segundo pau para empatar a partida.

Próximo jogo

Os dois times voltam a se enfrentar no próximo domingo (10/10), às 10h, em Penápolis, no estádio Tenente Carriço.

Penapolense conhece a tabela da 2ª fase da Copa Paulista

Foi divulgada nesta segunda-feira (21) a tabela da 2ª fase da Copa Paulista. O Penapolense está no Grupo 7, ao lado de Nacional, Paulista e Rio Branco.

O primeiro adversário do CAP nesta fase será o Nacional, no próximo domingo (27), no estádio Tenente Carriço.

Confira a tabela completa:

27/09 – 10h00 Penapolense x Nacional

30/09 – 16h00 – Rio Branco x Penapolense

03/10 – 16h00 – Paulista x Penapolense

11/10 – 10h00 – Penapolense x Paulista

14/10 – 19h30 Penapolense x Rio Branco

18/10 – 10h00 – Nacional x Penapolense

Penapolense vence jogo dos “6 pontos” contra o Paulista

Depois de quatro jogos sem vitória, o Penapolense voltou a vencer, o time fez 2 a 0 no Paulista, pela 11ª rodada do Paulistão e chegou aos 16 pontos e manteve o 9º lugar. Além de voltar a vencer, o time bateu um adversário direto pela vaga no G8 e na Série D, o time de Penápolis também conseguiu a primeira vitória sob o comando do técnico Pintado.

Jogando em casa, o Penapolense foi superior e tomou a iniciativa do jogo, enquanto o Paulista buscava assustar em contra-ataques. O destaque do Penapolense foi o meia Neto que ditava o ritmo do jogo ao lado de Sérgio Mota, que fazia sua estreia, substituindo Guaru – que estava suspenso.

Apesar de comandar o jogo, o gol do Penapolense só saiu aos 36 minutos, quando Sérgio Moto lançou Silvinho, que invadiu a área e bateu por baixo do goleiro, fazendo 1 a 0 para o time da casa.  O Paulista ainda tentou pressionar em busca do empate, mas não conseguiu tirar o zero do placar.

Na volta do 2º tempo, o Penapolense voltou com a mesma vontade do começo do jogo, e o resultado disso apareceu logo aos 2 minutos de jogo, quando o Fio ganhou na corrida da zaga do Paulista e só teve o trabalho de deslocar o goleiro para fazer 2 a 0.

Depois de sofrer o 2º gol, o Paulista foi em busca do gol e deixou espaços para o Penapolense, “invertendo” a situação do começo da partida e deixando o contra-ataque como arma para o time da casa.

Porém, a zaga do Penapolense foi bem e não deixou que o Paulista criasse chances claras de gol, terminando o jogo em 2 a0.

O time de Penápolis volta a campo no sábado, às 16h, quando vai até Bragança Paulista, enfrentar o Bragantino.

Com o pé direito: Penapolense vence o Ituano na estreia do Paulistão

O Penapolense fez sua estreia na elite do Paulistão neste sábado (19), e começou com o pé direito, fez 3 a 0 no Ituano, jogando no estádio Tenente Carriço, em Penápolis.

E o primeiro gol da equipe da casa demorou um pouco a sair, só aos 30 minutos com Guarú, que chutou de fora da área e fez o 1º gol do clube na elite estadual. E aos 32, o mesmo Guarú foi derrubado na área, bateu o pênalti e fez 2 a 0 para o Penapolense.

No segundo tempo, o Penapolense fez 3 a 0 com 15 minutos, com Fio, depois de passe de Viola.

Na próxima rodada, o Penapolense enfrenta o Mogi Mirim fora de casa, na quinta-feira às 19h30.