Crislan marca e Penapolense vence o Rio Claro

Jogando nesta sexta-feira (20), o Penapolense venceu o Rio Claro, no Tenentão, por 1 a 0, com gol de Crislan. Com o resultado, o CAP ultrapassou o time de Rio Claro e se distanciou da zona do rebaixamento. A vitória ainda coloca o time de Penápolis na disputa com o XV de Piracicaba e Capivariano por uma vaga na segunda-fase do Paulistão.

Sem chances

O Penapolense tentou tomar conta do jogo e fazer valer o mando de campo, mas esbarrava no time do Rio Claro que jogava fechado e buscava criar chances em contra-ataques.

Enquanto o time de Penápolis tocava a bola buscando um espaço, os visitantes tentavam apenas se defender, manter o bloqueio na zaga e não deixar os donos da casa chegarem perto do gol.

Abusando dos passes errados, Guaru pelo lado do Rio Claro e Sérgio Mota do lado do CAP foram inoperantes e não conseguiram fazer os times concluírem a gol, sem nenhuma chance clara.

A melhor chance do Penapolense aconteceu depois de bom lance de Diego Rosa que cruzou para Léo Melo que dentro da pequena área, bateu alto, longe do gol. Pelo lado do Rio Claro, uma cobrança de falta de Gilberto obrigou Samuel Pires a fazer boa defesa.

Na saída para o intervalo, a torcida que compareceu ao estádio Tenente Carriço vaiou o time do técnico PC Gusmão.

Crislan entra e decide (de novo)

No segundo tempo, PC Gusmão voltou com Rafael Costa e Crislan nos lugares de Fernando e Léo Melo. E a substituição deu resultado logo aos 7 minutos, depois de lançamento de Rafael Costa, Crislan ganhou dos zagueiros e bateu forte, sem chance para o goleiro adversário, fazendo 1 a 0 para o Penapolense.

Depois do gol, o Rio Claro partiu para o ataque e o Penapolense se defendeu como pode.

No final da partida, o CAP viu o Rio Claro tentar empatar, mas tirando um lance com Macena que bateu por cima do gol de Samuel Pires, o time visitante criou poucas chances claras de empatar a partida.

Próxima partida e Classificação

Com a vitória, o Penapolense chegou aos 12 pontos e assumiu a 3ª posição no Grupo 4. Na classificação geral, o time de Penápolis ultrapassou o Rio Claro – que continua com 11 pontos.

Na próxima rodada, o Rio Claro recebe o XV de Piracicaba, na próxima terça-feira, às 19h30. Já o CAP vai até a capital enfrentar o Corinthians na Arena Corinthians, na quinta-feira, às 19h30.

Anúncios

Fora de casa, Penapolense perde para o Botafogo e se complica no Paulistão

Jogando em Ribeirão Preto, o Botafogo fez valer o mando de campo e venceu o Penapolense por 2 a 0, com gols de Eli Sabiá e Zé Roberto. Com o placar, o Botafogo abriu 5 pontos para a Portuguesa e está perto de garantir uma das vagas na Série D do Brasileiro, já o CAP busca a reabilitação na próxima partida, já que é a primeira equipe fora da zona de rebaixamento.

Botafogo domina e abre 2 a 0

O Botafogo jogando em casa fez o dever de casa e venceu o Penapolense – um concorrente direto na busca pela vaga na Série D. O primeiro gol saiu logo no começo da partida, com 3 minutos de jogo, o zagueiro Eli Sabiá aproveitou o escanteio e de cabeça, abriu o placar para o time da casa.

Com um gol logo no começo, o Penapolense teve que mudar seu estilo de jogo, e teve que partir para o ataque em busca do empate, deixando espaços para o time da casa, que perdeu boas chances nos contra-ataques.

Aos 30 minutos veio o castigo, depois de ir todo para o ataque, o Penapolense viu o atacante Henrique sair do campo de defesa e tocar para Zé Roberto, livre, fazer 2 a 0 para o Botafogo.

O técnico PC Gusmão mexeu no CAP ainda no primeiro tempo, colocando Crislan e Rafael Costa, mas o time pouco criou. A principal chance foi um chute de Rafael Costa que parou na boa defesa do goleiro.

CAP tenta, mas Botafogo se segura

Depois do intervalo, o Penapolense voltou diferente e tentava diminuir o placar. A primeira boa chance veio com Rafael Costa, em cobrança de falta. Na sequência, Giancarlo quase fez o terceiro do time de Ribeirão.

Diego Rosa também criou boa chance, mas bateu longe do gol de Renan Costa. Com o passar do tempo, o CAP foi cansando e o Botafogo voltou a dominar e por pouco não ampliou, primeiro com Wesley que parou na defesa de Samuel Pires.

A melhor chance do Penapolense no jogo aconteceu aos 35 minutos, quando Léo Melo bateu e a bola passou pelo goleiro, mas Roniery salvou em cima da linha. Depois do lance, o time de Penápolis tentou, mas não tirou o zero do placar.

Próxima rodada e Classificação

O Penapolense volta a campo na próxima sexta-feira (20), diante do Rio Claro, em casa, no Estádio Tenente Carriço. Já o Botafogo vai até Campinas enfrentar o Red Bull Brasil. O time de Penápolis é o quarto colocado no Grupo 4 com 9 pontos, já o Botafogo é o vice-líder do Grupo 3, com 15 pontos. Na classificação geral, o Fogo é o 8°, já o Penapolense é o 16°.

Penapolense faz 3 a 1 no Linense e afunda o rival

Jogando no Tenentão lotado, o Penapolense conseguiu um ótimo resultado, o time venceu o Linense por 3 a 1 e saiu da zona de rebaixamento do Paulistão e ainda empurrou o rival para a vice lanterna do estadual.

Os destaques da partida foram o meia Sérgio Mota – que deu dois passes para gol – e o atacante Crislan – que fez o terceiro gol, no momento em que o Linense pressionava em busca do empate.

CAP perde muitos gols, mas Diego Rosa abre o placar

Jogando com o apoio da torcida que lotou o estádio, o Penapolense atacou desde o primeiro minuto de jogo, e se mostrava disposto a decidir o jogo ainda no primeiro tempo. Antes de abrir o placar, o time criou várias chances de gol e pecou nas finalizações.

Mas aos 28 minutos, Diego Rosa recebeu cruzamento de Sérgio Mota e de cabeça, abriu o placar para o CAP. Enquanto isso, o Linense não se encontrava em campo e deixava espaços para o time da casa dominar todas as ações do jogo.

Mesmo depois de abrir o placar, o CAP buscava ampliar a vantagem e perdeu algumas chances antes do árbitro apitar o fim do primeiro tempo.

Samuel Pires aparece e Crislan define a vitória

O segundo tempo nem começou e o torcedor capeano soltou o grito de gol logo aos 2 minutos, depois de falta cobrada por Sérgio Mota, o zagueiro Luiz Gustavo tocou e fez o segundo do CAP.

Depois do segundo gol, o Linense cresceu e começou a criar chances para diminuir, em vários lances esbarrou na boa atuação de Samuel Pires. Mas aos 15 minutos, nem mesmo a boa defesa do goleiro, depois de chute de Bruno salvou o CAP, que viu William Pottker sozinho no rebote, diminuir a vantagem. Os jogadores do Penapolense reclamaram muito do lance, já que a cobrança foi rápida e pegou a zaga ainda se organizando.

Depois do gol, o Linense cresceu ainda mais e esbarrou em Samuel em algumas oportunidades. Foi aí que brilhou a estrela do técnico PC Gusmão e do atacante Crislan.

Aos 18, o time de Penápolis respondeu e mostrou que não deixaria a vitória em casa no clássico escapar. Depois de desvio de Diego Rosa, o goleiro Anderson não alcançou e Crislan completou para as redes, fazendo 3 a 1 e dando números finais à partida.

Próxima rodada e classificação

O Linense volta à campo no próximo sábado, para enfrentar o Bragantino, em Lins, às 18h30. Já o Penapolense terá pela frente o Botafogo de Ribeirão, fora de casa, na terça-feira, às 19h30.

Debaixo de muita chuva, Penapolense empata com a Portuguesa

Jogando pela oitava rodada do Paulistão, a Portuguesa recebeu o Penapolense nesse sábado (7) e ficou no empate em 1 a 1. O jogo foi disputado na Arena Barueri, debaixo de muita chuva e algumas boas chances de gol dos dois times. No primeiro tempo o domínio foi da Lusa, com o gol de Léo Costa, ainda no começo da partida. Na segunda etapa, foi a vez do CAP partir para cima e empatar a partida com Léo.

Lusa domina e sai na frente

O Penapolense começou marcando em cima e dando poucos espaços para a Portuguesa tocar a bola. Essa boa marcação durou apenas 12 minutos, quando Betinho deu belo lançamento para Léo Costa, que livre de marcação bateu sem chances para o goleiro Samuel, fazendo 1 a 0 para a Lusa.

Depois de sofrer o gol, o Penapolense saiu para o jogo e deu espaço para a Lusa contra-atacar. E o time do interior ainda criou boas chances com chutes de fora da área, primeiro com Fernando e depois com Sérgio Mota. O destaque da Lusa passou a ser o goleiro Rafael Santos, que fez boas defesas.

A chuva aumentou e a Lusa tentou pressionar em busca do segundo gol, mas novamente esbarrou na boa marcação do time de Penápolis. Em outro lance muito discutido, Washington recebeu na área e foi derrubado por Valdomiro, mas o árbitro mandou seguir.

Léo aparece e o Penapolense empata

No primeiro minuto do segundo tempo, o atacante Léo recebeu ótimo lançamento, entrou na área e bateu para empatar o jogo. Com o gol de empate, o time do técnico PC Gusmão cresceu e começou a pressionar em busca da virada, mas esbarrou na boa atuação do goleiro Rafael Santos.

A Lusa chegou a buscar o gol e teve algumas chances, mas nenhum grande perigo, o Penapolense tentou o gol até o último minuto, mas esbarrou nas falhas de finalização de seus atacantes. No apito final, empate e 1 ponto para cada lado.

Classificação e Próximo Jogo

Com o empate, a Lusa foi a 11 pontos e continua na vice-liderança do Grupo 3, atrás do Palmeiras que já soma 18. Enquanto isso, o Penapolense chegou aos 6 pontos e está na 4ª posição do Grupo 4, atrás de Santos (17), Capivariano (9) e XV de Piracicaba (7).

As duas equipes voltam a campo na próxima terça-feira às 19h30, pela nona rodada, a Lusa vai até Piracicaba enfrentar o Xv, enquanto isso, o Penapolense faz clássico contra o Linense no Tenentão.

Em casa, Penapolense perde para o Palmeiras por 2 a 0

Jogando em casa, o Penapolense buscava a primeira vitória no Paulistão, pela frente, um Palmeiras embalado e que queria se firmar na liderança do grupo. E mesmo estando no Tenentão, quem ditou o ritmo do jogo foi o Palmeiras, já o CAP jogava fechado e mal conseguia passar da linha do meio campo.

Nesse cenário, o Palmeiras usou o jogo para dar entrosamento ao time e teve pequenos momentos em que Fernando Prass foi acionado.

E brilhou a estrela do argentino Cristaldo, que já havia caído nas graças da torcida em 2014 e vem se firmando como principal atacante do Verdão em 2015.

Palmeiras domina e sai na frente

Num Tenentão lotado, o Palmeiras não se intimidou e foi pra cima do Penapolense desde o primeiro minuto. Com apenas um volante (Gabriel), o Palmeiras atacava e o primeiro gol seria questão de tempo.

Aos 14 minutos, o Palmeiras abriu o placar, com Dudu – mas o lance foi anulado pelo árbitro já que Cristaldo impedido, desviou a bola antes dela entrar no gol de Leandro Santos.

Mas Cristaldo se redimiu aos 45 minutos, depois de um vacilo do zagueiro Gualberto e do goleiro Leandro Santos, o argentino acreditou e mesmo caído, tocou na bola, que bateu na trave antes de entrar. 1 a 0 para o Verdão.

Dudu perde pênalti, mas Cristaldo brilha de novo

O segundo tempo começou com o Palmeiras pressionando o CAP. Aos 6 minutos, Allione sofreu pênalti e Dudu bateu no travessão a chance de fazer 2 a 0 para o Verdão.

Com o pênalti perdido, o Penapolense começou a buscar o empate e teve a chance mais clara com Diego Rosa, que ganhou da zaga na corrida e de frente com Fernando Prass tentou tocar para trás e perdeu a melhor chance.

E o Penapolense foi castigado logo depois, aos 34 minutos, Cristaldo recebeu e bateu forte, o goleiro Leandro Santos tentou defender, mas acabou vendo a bola morrer no fundo da rede.

Depois do segundo gol, o Penapolense sentiu o “baque” e por pouco não tomou mais gols, o Palmeiras se mostrou satisfeito com o resultado e tocou a bola até o apito final.

Classificação e Próximo Jogo

Com a vitória, o Palmeiras é líder do Grupo 3 com 12 pontos. Já o CAP continua na lanterna do Grupo 4, com apenas 2 pontos e ainda sem vencer.

Na próxima rodada, o Palmeiras recebe o Capivariano, no sábado, às 18h30, já o Penapolense vai até Marília, enfrentar o time da casa, no sábado, às 21h.

De virada, Mogi Mirim vence o Penapolense

Fechando a rodada do Paulistão na quarta-feira de cinzas, o Penapolense foi até Mogi em busca da primeira vitória na competição e até começou melhor, saiu na frente, mas sofreu a virada com dois gols de Thomas Anderson.

O jogo começou melhor para o Penapolense, que tinha dois estreantes, o técnico PC Gusmão e o atacante Léo, e que conseguia impor seu ritmo de jogo, mesmo jogando fora de casa.

Depois de um bom primeiro tempo, o CAP voltou a repetir o futebol dos jogos anteriores no segundo tempo e o resultado disso foram dois gols dos donos da casa e a virada do Mogi Mirim.

Penapolense domina e sai na frente

Em um jogo que começou truncado e com poucas chances, quem se deu melhor foi o Penapolense que foi eficiente que o Mogi, que sentia falta de um armador. O lateral Edson Ratinho foi deslocado para o meio campo para tentar organizar o jogo do Sapão.

O Penapolense teve a chance de abrir o placar com Ronaldo Mendes, que saiu cara a cara com Daniel, mas bateu para fora. Aos 35 minutos, nova chance, desta vez, Léo recebeu passe de Ronaldo Mendes e não desperdiçou, fazendo 1 a 0 para o Penapolense.

A única chance do Mogi foi com Magrão, pouco depois do gol do time visitante, mas nada que levasse perigo ao gol de Leandro Santos.

Mogi volta melhor e Thomas Anderson decide

Com o time pouco criativo no primeiro tempo, Claudinho Batista resolveu apostar em Thomas Anderson – entrou no lugar de Geovane. Com mais um atacante, o time da casa pressionou e conseguiu resolver o jogo.

O gol de empate saiu aos 21 minutos, após cobrança ensaiada de falta, André Luis desviou e Thomas Anderson apareceu sozinho, no meio da área para empurrar para o gol.

5 minutos depois, veio o gol da virada, Magrão tocou, o goleiro Leandro Santos saiu mal e Thomas Anderson de novo, fez 2 a 1 para o Sapão. Depois do gol, o Penapolense bem que tentou, mas não conseguiu reagir e somou mais uma vitória no Paulistão.

Classificação e Próximo Jogo

Com a vitória, o Mogi Mirim chegou aos 11 pontos e é o segundo colocado no Grupo 1. Já o Penapolense continua sem vencer e tem apenas 2 pontos e é o lanterna do Grupo 4 e está na zona de rebaixamento.

No domingo, o Mogi Mirim vai até Rio Claro enfrentar o time da casa, às 18h30. Enquanto isso, o Penapolense recebe o Palmeiras, no estádio Tenente Carriço.

Narciso é demitido e PC Gusmão assume o Penapolense

Depois de quatro rodadas sem vitória no Paulistão, o Penapolense resolveu demitir o técnico Narciso – que estava no clube desde ano passado, quando chegou à semifinal e ao título de campeão do interior.

A derrota contra o São Bernardo em casa foi a última partida de Narciso no comando do CAP, que já confirmou a contratação de PC Gusmão como novo treinador na sequência do Paulistão.

Depois da demissão, Narciso reclamou na Rádio Difusora de Penápolis sobre a montagem do elenco e disse que não foi responsável pelo elenco desse ano, diferente do ano anterior.

Além de PC Gusmão e dois auxiliares, novos jogadores também chegaram para a sequência do Campeonato Paulista: os laterais Rodrigo Vaca (ex-Paraná Clube) e Elbis (ex- Atlético de Madrid B); o volante Rodrigo Souza (ex- Criciúma), o meia Ronaldo Mendes (ex-Guarani) e que estava treinando com o elenco capeano e o atacante Lincoln (ex-Bragantino).

A estreia de PC Gusmão será na próxima quarta-feira (18), fora de casa, contra o Mogi Mirim.