Em casa, Penapolense perde para o São Bento e é rebaixado no Paulistão

Jogando no Tenente Carriço, o Penapolense recebeu o São Bento, em busca de uma vaga na próxima fase. Em paralelo, o time de Penápolis buscava também se manter na série A1 do Paulistão. O resultado porém foi vitória do time visitante por 1 a 0, com gol de Wanderson, combinado com as vitórias de Linense e Capivariano, decretou o rebaixamento do Penapolense.

São Bento joga bem e CAP não impõe seu ritmo

A partida começou equilibrada, com o São Bento jogando bem e mesmo sem chance de classificação ou lutando contra o rebaixamento, o time de Sorocaba dominou a primeira etapa.

Aproveitando os espaços pelo lado esquerdo, o time teve chance com Nilson, que chegou atrasado e por pouco não abriu o placar.

Precisando do resultado, o Penapolense  não conseguia acompanhar a equipe visitante e chegou pouco ao gol do adversário.

São Bento marca, Henao salva e CAP cai

No segundo tempo, o Penapolense voltou diferente e assustou logo no começo, com dois minutos, Sérgio Mota cobrou falta e obrigou Henao a fazer ótima defesa. Depois foi a vez de Crislan tentar e passar perto do gol do time de Sorocaba. Jogando sem preocupação, o São Bento assustou com Giovanni que obrigou Samuel a fazer ótima defesa.

Aos 11 minutos veio o balde de água fria, Wanderson aproveitou cruzamento e abriu o placar para o São Bento, deixando o CAP em situação complicada.

Depois do gol, o Penapolense partiu para o ataque em busca do empate, e acertou a trave com Sérgio Mota.  E o filme de terror para o torcedor penapolense piorou quando Léo Melo sentiu uma lesão e não pôde continuar em campo, deixando o time da casa com 10 jogadores.

Quando os alto-falantes do Tenentão anunciaram o gol do Linense, o time ficou tenso e partiram para o tudo ou nada. Crislan tabelou com Ronaldo Mendes e por pouco não empatou. Nos acréscimos, Henao apareceu de novo e evitou o empate, e decretou o rebaixamento dos comandados de PC Gusmão.

Classificação

Com a derrota, o Penapolense manteve os 15 pontos e ficou em 17º lugar no geral, um ponto a menos que o Linense, que se salvou do rebaixamento na última rodada. Já o São Bento chegou aos 21 pontos e ficou em 9º lugar, depois de uma série de 6 jogos sem perder.

Anúncios

Crislan e Rafael Costa marcam e Penapolense vence o Osasco Audax

Neste domingo (29), o Penapolense recebeu o Osasco Audax e conseguiu uma vitória importante, primeiro para distanciar o time da zona de rebaixamento e depois para buscar uma vaga na próxima fase. O time fez 3 a 0 com dois gols de Crislan – que é artilheiro do Paulistão – e um de Rafael Costa.

Depois de um primeiro tempo dominado pelo time da casa, no segundo tempo os visitantes pressionaram, mas não criaram boas chances para mudar o placar, no final, o time de PC Gusmão mostrou maior poder de decisão e matou o jogo.

Crislan aparece e coloca o CAP na frente

Desde o começo da partida, o Penapolense dominou as ações e parecia disposto a resolver a partida e garantir os três pontos.

O primeiro gol saiu logo aos 12 minutos, depois de cruzamento de Washington, o zagueiro Francis se atrapalhou e o oportunista Crislan apareceu para marcar 1 a 0 para o CAP.

Aos 14, o atacante chegou a fazer sue segundo gol, com uma meia bicicleta dentro da área que acertou o ângulo do goleiro Felipe Alves, mas foi anulado pela arbitragem com a marcação de um impedimento.

Aos 27 minutos foi a vez de Rodrigo Souza arriscar de fora da área e ver a bola explodir no travessão.

Osasco Audax pressiona, mas CAP mata o jogo

No segundo tempo, o técnico Fernando Diniz mudou o time e partiu em busca do empate, dando espaço para o CAP.

O primeiro grande lance do Audax aconteceu aos 13 minutos, depois de chute de Camacho, que passou perto do gol de Samuel Pires.  Aos 26 minutos, Thiago Silvy tentou e Samuel Pires fez ótima defesa.

Apostando nos contra-ataques, o time de Penápolis começou a resolver a partida aos 36 minutos, quando João Lukas cruzou e Crislan fez o 2° do CAP, e o 8° dele no Paulistão.

4 minutos depois, foi Rafael Costa quem recebeu lançamento, driblou o zagueiro e bater de bico, fazendo o 3° do Penapolense.

Próximo jogo e Classificação

Com a vitória, o Penapolense chegou aos 15 pontos e assumiu o segundo lugar do Grupo 4 – seguido XV de Piracicaba (14 pontos) e Capivariano (13 pontos). Já o Audax continua com 19 pontos, na terceira posição do Grupo 2, atrás da Ponte Preta (24 pontos). Na classificação geral, o Penapolense subiu para 11° lugar, já o Audax continua em 8°.

O Audax volta a campo na sexta-feira (03/04) para enfrentar o XV de Piracicaba, em casa, às 19h30.  Já o Penapolense vai até Campinas enfrentar a Ponte Preta, no domingo (05/04), às 18h30.

Penapolense reage, mas é goleado pelo Corinthians no Itaquerão

crislantimao

Crislan comemora o primeiro gol diante do Corinthians (Foto: Reprodução)

 

Precisando da vitória para se distanciar da zona do rebaixamento, o Penapolense foi até a capital paulista enfrentar o Corinthians pela 12ª rodada do Paulistão. E depois de estar perdendo por 5 a 0, o time de Penápolis reagiu e diminuiu para 5 a 3.

Com um começo de jogo intenso e aproveitando as chances que teve, o Corinthians abriu 4 a 0 ainda no primeiro tempo. Na segunda etapa, o CAP melhorou e o técnico Tite poupou alguns jogadores, foi o suficiente para o Penapolense marcar três gols e se livrar de um vexame maior.

Corinthians domina e abre 4 a 0

A partida começou com o Corinthians dominando a partida e seguindo as instruções de Tite, tratando o jogo como se fosse uma partida de “mata-mata”.  Os toques rápidos e a movimentação logo deram resultado. Aos 9 minutos, Guerrero abriu o placar para o Timão. 2 minutos depois foi a vez do zagueiro Yago subir mais que a zaga e fazer 2 a 0 para o time de Itaquera.

O Penapolense tentou reagir, mas Diego Rosa acertou o travessão e depois a bola pegou na linha.  Na sequência o Corinthians decidiu a partida, Emerson aos 26 minutos e Petros aos 30 fecharam o placar do primeiro tempo, 4 a 0.

Diego Rosa e Sérgio Mota ainda tiveram chances, mas pararam nas mãos de Cássio.

Penapolense esboça reação no final

Na segunda etapa, o Corinthians diminuiu o ritmo e o técnico PC Gusmão mudou o Penapolense que buscou a reação e melhorou no jogo. Mas quem marcou primeiro foi Guerrero, que marcou aos 7 minutos, fazendo 5 a 0 para o Timão.

A reação do CAP começou com Crislan, que ganhou na corrida do zagueiro Yago e tocou por cima do goleiro Cássio, fazendo o primeiro gol do time de Penápolis.  E o camisa 18 apareceu de novo, desta vez, a bola sobrou na grande área e ele bateu de primeira, fazendo o segundo no jogo e o sexto no campeonato.

A reação ainda teve o terceiro gol, de Luiz Gustavo, depois de falta cobrada e desvio dentro da pequena área, a bola sobrou para o zagueiro fazer o terceiro do time de Penápolis, evitando um vexame maior.

Próximo jogo e Classificação

Já classificado para a próxima fase, o Corinthians chegou aos 32 pontos e é líder do Grupo 2 e tem a melhor campanha na classificação geral. Já o Penapolense continua lutando contra o rebaixamento e ao mesmo tempo sonhando com uma vaga na segunda fase – o time de Penápolis tem 12 pontos e é o terceiro no Grupo 4.

Os dois times voltam a campo no domingo, o Corinthians vai até Bragança Paulista enfrentar o Bragantino às 16h00. Já o Penapolense recebe o Audax Osasco em Penápolis, no Tenentão, às 18h30.

Penapolense faz 3 a 1 no Linense e afunda o rival

Jogando no Tenentão lotado, o Penapolense conseguiu um ótimo resultado, o time venceu o Linense por 3 a 1 e saiu da zona de rebaixamento do Paulistão e ainda empurrou o rival para a vice lanterna do estadual.

Os destaques da partida foram o meia Sérgio Mota – que deu dois passes para gol – e o atacante Crislan – que fez o terceiro gol, no momento em que o Linense pressionava em busca do empate.

CAP perde muitos gols, mas Diego Rosa abre o placar

Jogando com o apoio da torcida que lotou o estádio, o Penapolense atacou desde o primeiro minuto de jogo, e se mostrava disposto a decidir o jogo ainda no primeiro tempo. Antes de abrir o placar, o time criou várias chances de gol e pecou nas finalizações.

Mas aos 28 minutos, Diego Rosa recebeu cruzamento de Sérgio Mota e de cabeça, abriu o placar para o CAP. Enquanto isso, o Linense não se encontrava em campo e deixava espaços para o time da casa dominar todas as ações do jogo.

Mesmo depois de abrir o placar, o CAP buscava ampliar a vantagem e perdeu algumas chances antes do árbitro apitar o fim do primeiro tempo.

Samuel Pires aparece e Crislan define a vitória

O segundo tempo nem começou e o torcedor capeano soltou o grito de gol logo aos 2 minutos, depois de falta cobrada por Sérgio Mota, o zagueiro Luiz Gustavo tocou e fez o segundo do CAP.

Depois do segundo gol, o Linense cresceu e começou a criar chances para diminuir, em vários lances esbarrou na boa atuação de Samuel Pires. Mas aos 15 minutos, nem mesmo a boa defesa do goleiro, depois de chute de Bruno salvou o CAP, que viu William Pottker sozinho no rebote, diminuir a vantagem. Os jogadores do Penapolense reclamaram muito do lance, já que a cobrança foi rápida e pegou a zaga ainda se organizando.

Depois do gol, o Linense cresceu ainda mais e esbarrou em Samuel em algumas oportunidades. Foi aí que brilhou a estrela do técnico PC Gusmão e do atacante Crislan.

Aos 18, o time de Penápolis respondeu e mostrou que não deixaria a vitória em casa no clássico escapar. Depois de desvio de Diego Rosa, o goleiro Anderson não alcançou e Crislan completou para as redes, fazendo 3 a 1 e dando números finais à partida.

Próxima rodada e classificação

O Linense volta à campo no próximo sábado, para enfrentar o Bragantino, em Lins, às 18h30. Já o Penapolense terá pela frente o Botafogo de Ribeirão, fora de casa, na terça-feira, às 19h30.

Nos acréscimos, Penapolense garante a primeira vitória no Paulistão

O Penapolense foi até Marília enfrentar o time da casa, no que era o duelo entre os dois últimos colocados do Paulistão – e as únicas equipes que ainda não haviam vencido no estadual. Melhor para o Penapolense que venceu por 2 a 1 e chegou aos cinco pontos, mas que ainda continua na zona de rebaixamento, já o MAC está em situação preocupante e caminha a passos largos rumo à Série A2.

Léo marca e CAP sai na frente

O jogo começou com as duas equipes nervosas e errando muitos passes. A proposta dos dois treinadores era esperar a equipe adversária. E o jogo só teve mais chances quando o Penapolense começou a explorar o espaço e a falta de objetividade do Marília. Foram chances de perigo, principalmente nos contra-ataques, com a velocidade da dupla de ataque Léo e Diego Rosa.

E foi em uma jogada dessa dupla que o CAP abriu o placar, Diego Rosa avançou do meio campo e tocou para Léo, sozinho empurrar para o fundo das redes e fazer 1 a 0 para o Penapolense.

Ronaldo Mendes salva o CAP aos 50 minutos

O segundo tempo começou com o CAP criando e buscando o segundo gol e o MAC se segurando como podia e contando com boas defesas de seu goleiro.

Em uma dessas chances, Arnaldo bateu a queima roupa e por pouco não abriu 2 a 0 para o Penapolense. Depois disso, o time visitante se fechou e esperou a iniciativa do Marília.

Aos 48 minutos, o MAC conseguiu empatar depois de um cruzamento na área, a bola sobrou para Leandro Costa, que de voleio, empatou a partida parecia garantir pelo menos um ponto para o time da casa.

Na saída de bola, Sérgio Mota foi lançado e o goleiro do MAC fez falta na entrada da área, aos 50 minutos, Ronaldo Mendes bateu a falta e fez o segundo gol do Penapolense, garantindo os três pontos para a equipe de PC Gusmão.

Classificação e Próximo jogo

Com a vitória o CAP assumiu o terceiro lugar no Grupo D, com 5 pontos, 1 a menos que o vice-líder Capivariano. Já o MAC segue na lanterna do Grupo C e na classificação geral com apenas um ponto.

Na próxima rodada, o Penapolense vai até Barueri enfrenta a Portuguesa, no sábado às 21h. Já o Marília recebe o XV de Piracicaba, na sexta-feira, às 19h30.

De virada, Mogi Mirim vence o Penapolense

Fechando a rodada do Paulistão na quarta-feira de cinzas, o Penapolense foi até Mogi em busca da primeira vitória na competição e até começou melhor, saiu na frente, mas sofreu a virada com dois gols de Thomas Anderson.

O jogo começou melhor para o Penapolense, que tinha dois estreantes, o técnico PC Gusmão e o atacante Léo, e que conseguia impor seu ritmo de jogo, mesmo jogando fora de casa.

Depois de um bom primeiro tempo, o CAP voltou a repetir o futebol dos jogos anteriores no segundo tempo e o resultado disso foram dois gols dos donos da casa e a virada do Mogi Mirim.

Penapolense domina e sai na frente

Em um jogo que começou truncado e com poucas chances, quem se deu melhor foi o Penapolense que foi eficiente que o Mogi, que sentia falta de um armador. O lateral Edson Ratinho foi deslocado para o meio campo para tentar organizar o jogo do Sapão.

O Penapolense teve a chance de abrir o placar com Ronaldo Mendes, que saiu cara a cara com Daniel, mas bateu para fora. Aos 35 minutos, nova chance, desta vez, Léo recebeu passe de Ronaldo Mendes e não desperdiçou, fazendo 1 a 0 para o Penapolense.

A única chance do Mogi foi com Magrão, pouco depois do gol do time visitante, mas nada que levasse perigo ao gol de Leandro Santos.

Mogi volta melhor e Thomas Anderson decide

Com o time pouco criativo no primeiro tempo, Claudinho Batista resolveu apostar em Thomas Anderson – entrou no lugar de Geovane. Com mais um atacante, o time da casa pressionou e conseguiu resolver o jogo.

O gol de empate saiu aos 21 minutos, após cobrança ensaiada de falta, André Luis desviou e Thomas Anderson apareceu sozinho, no meio da área para empurrar para o gol.

5 minutos depois, veio o gol da virada, Magrão tocou, o goleiro Leandro Santos saiu mal e Thomas Anderson de novo, fez 2 a 1 para o Sapão. Depois do gol, o Penapolense bem que tentou, mas não conseguiu reagir e somou mais uma vitória no Paulistão.

Classificação e Próximo Jogo

Com a vitória, o Mogi Mirim chegou aos 11 pontos e é o segundo colocado no Grupo 1. Já o Penapolense continua sem vencer e tem apenas 2 pontos e é o lanterna do Grupo 4 e está na zona de rebaixamento.

No domingo, o Mogi Mirim vai até Rio Claro enfrentar o time da casa, às 18h30. Enquanto isso, o Penapolense recebe o Palmeiras, no estádio Tenente Carriço.

Narciso é demitido e PC Gusmão assume o Penapolense

Depois de quatro rodadas sem vitória no Paulistão, o Penapolense resolveu demitir o técnico Narciso – que estava no clube desde ano passado, quando chegou à semifinal e ao título de campeão do interior.

A derrota contra o São Bernardo em casa foi a última partida de Narciso no comando do CAP, que já confirmou a contratação de PC Gusmão como novo treinador na sequência do Paulistão.

Depois da demissão, Narciso reclamou na Rádio Difusora de Penápolis sobre a montagem do elenco e disse que não foi responsável pelo elenco desse ano, diferente do ano anterior.

Além de PC Gusmão e dois auxiliares, novos jogadores também chegaram para a sequência do Campeonato Paulista: os laterais Rodrigo Vaca (ex-Paraná Clube) e Elbis (ex- Atlético de Madrid B); o volante Rodrigo Souza (ex- Criciúma), o meia Ronaldo Mendes (ex-Guarani) e que estava treinando com o elenco capeano e o atacante Lincoln (ex-Bragantino).

A estreia de PC Gusmão será na próxima quarta-feira (18), fora de casa, contra o Mogi Mirim.