Penapolense reage, mas perde em casa para a Ferroviária por 3 a 2

cap.jpg

Penapolense sofreu a segunda derrota seguida jogando no Tenentão (Foto: Silas Reche/CA Penapolense)

O Penapolense recebeu a Ferroviária nesta quarta-feira (16) pelo jogo adiado na última rodada do primeiro turno da Copa Paulista e acabou sofrendo a segunda derrota seguida em casa. Depois de ser goleado pelo XV de Piracicaba no Tenentão, o time perdeu mais uma, desta vez para o time de Araraquara, por 3 a 2.
Com a vitória, a Ferroviária está na segunda colocação do grupo com 15 pontos, um a menos que o líder XV de Piracicaba. Já o CAP continua na quarta posição com 7 pontos e tem apenas um ponto a mais que o Noroeste – próximo adversário do time de Penápolis.

Ferroviária abre 2 a 0 no Tenentão

Jogando em casa e pressionado depois da goleada diante do XV de Piracicaba, o Penapolense até tentou dominar a partida, mas criou poucas chances claras de gol. Já a Ferroviária conseguiu dominar a partida depois da pressão inicial e abriu o placar logo aos 22 minutos, Hygor fez ótima jogada individual e bateu forte da entrada da área, sem chance para o goleiro, fazendo 1 a 0 para o time visitante.
Ainda no primeiro tempo, a Ferrinha conseguiu ampliar o placar, Alisson cruzou e Léo Castro apareceu sozinho dentro da pequena área para 2 a 0 para o time de Araraquara.

CAP reage, mas não consegue o empate

Diferente do primeiro tempo, o CAP conseguiu uma chance clara de gol logo aos 9 minutos. O zagueiro PV bateu o pênalti e acertou a trave, perdendo a chance de diminuir a vantagem dos visitantes. E o castigo veio aos 17 minutos, William Favoni não perdeu a chance e fez o 3º gol do time de Araraquara, praticamente matando a partida.
Em desvantagem, o Penapolense foi para o ataque e conseguiu o primeiro gol aos 32 minutos, Altino bateu falta e Léo Marques completou para o gol, fazendo 3 a 1.
E no abafa dos minutos finais, o CAP ainda encontrou o segundo gol com Douglas, aos 44 minutos, que apareceu livre e conseguiu marcar o segundo do CAP.

Próximos jogos

Pela nona rodada, o Penapolense vai até Bauru enfrentar o Noroeste no próximo sábado(19), às 16 horas. Já a Ferroviária vai até Lins, enfrentar o Linense também no sábado, mas às 19 horas.

Depois do luto, Penapolense é goleado em casa pelo XV de Piracicaba

andré cunha.jpg

André Cunha foi um dos destaques do XV diante do CAP (Foto: Divulgação/XV de Piracicaba)

Jogando em casa neste sábado (12), o Penapolense recebeu o XV de Piracicaba pela 8ª rodada da Copa Paulista e acabou goleado em casa por 5 a 0. Para o time visitante marcaram André Cunha, Tito, Bruninho, Rafael e Hugo. O time de Penápolis fez o primeiro jogo depois da tragédia com seu treinador, Claudemir Peixoto, que perdeu seus dois filhos depois de um acidente automobilístico.
Apresar da derrota, o CAP continua na 4ª posição, com 7 pontos, já o XV chegou aos 16 pontos e é o líder isolado do Grupo A da Copa Paulista.
Na entrada em campo, os jogadores do Penapolense fizeram uma homenagem ao treinador e entraram em campo com camisas com as fotos dos filhos do treinador e uma faixa com os dizeres: “Que Deus seja capaz de transformar a dor da perda em uma saudade serena”. Além disso, o treinador foi abraçado por todos os jogadores antes do apito inicial e ficou bastante emocionado na hora que foi respeitado um minuto de silêncio.

CAP começa perdido e XV abre 3 a 0
Jogando em casa, o Penapolense não conseguiu segurar a pressão do XV. Os destaques do time de Piracicaba no começo do jogo eram André Cunha e Crystian, dois jogadores que estavam no CAP no Paulistão da Série A2. E esse entrosamento que vinha desde a época que atuavam com a camisa do Penapolense deu resultado aos 6 minutos, depois de boa jogada da dupla, Crystian cruzou e encontrou Hugo sozinho, para abrir o placar para o XV.
Aos 16 minutos, apareceu a “Lei do Ex”, a bola foi rebatida pela zaga do CAP e na sobra, André Cunha marcou um belo gol, de primeira, acertando o ângulo do goleiro capeano.
Buscando a reação, o CAP conseguiu um penalti, depois que Caxito foi derrubado na área por Hugo. Na cobrança, Dimba bateu mal e viu o goleiro Matheus fazer boa defesa e evitar o gol do time da casa.
Depois do penalti perdido, o CAP sentiu o golpe e viu o XV fazer o 3º gol ainda no primeiro tempo. Aos 36 minutos, Rafael Gomes aproveitou o cruzamento de Samuel e de carrinho, fez 3 a 0 para o time visitante dentro do Tenentão quase vazio, com apenas 226 pagantes.

XV amplia e CAP não reage
Depois de um primeiro tempo muito superior, o XV não diminuiu o ritmo e foi em busca de mais gols. Já o CAP buscava reagir e buscava neutralizar a pressão do XV.
Mas o time visitante foi mais eficiente, aos 18 minutos, Tito aproveitou a falha da zaga do CAP e bateu forte para fazer o quarto gol do XV em Penápolis. No final do jogo, Bruninho aproveitou bem o espaço e puxou contra-ataque, driblou o goleiro e matou o jogo com o quinto gol, dando números finais à partida.

Próximos jogos
O Penapolense volta a campo no próximo sábado (19), quando vai até Bauru enfrentar o Noroeste, às 16h, pela 9ª rodada. Já o XV está de folga e só volta a campo no dia 26 de agosto, para enfrentar o Noroeste, em casa, pela 10ª rodada da Copa Paulista.

Penapolense é derrotado na estreia da Copa Paulista pelo XV de Piracicaba

cap e xv.jpg

Penapolense perdeu para o XV por 1 a 0 na estreia da Copa Paulista (Foto: Michel Lambstein/XV de Piracicaba)

Jogando nesta segunda-feira (3), Penapolense e XV de Piracicaba fizeram sua estreia na Copa Paulista 2017. E o atual campeão garantiu a vitória por 1 a 0, gol de Tito.

Com o resultado, o time de Piracicaba assumiu a liderança do Grupo 1 junto com a Ferroviária, de Araraquara, que também possui três pontos; já o Penapolense é o lanterna.

Tito abre o placar para o XV

Mesmo jogando fora de casa, o Penapolense partiu para o ataque no começo da partida, assustando o time de Piracicaba. O XV começou a tomar conta do jogo aos 13 minutos, com a primeira boa chegada, Léo Carvalho fez boa jogada e tocou para Bruninho, que bateu cruzado e viu a zaga afastar o perigo.

O ritmo do jogo caiu e só voltou a esquentar aos 30 minutos, quando Tito fez ótima jogada individual e bateu no canto esquerdo para abrir o placar para o XV.

Em vantagem no placar, o time da casa continuou atacando e aos 39 quase ampliou, com belo chute de Léo Carvalho, que parou na mão do goleiro Clayton.

Aos 43, Tito apareceu bem e deu belo passe para Bruninho que quase fez o segundo. Antes do apito final, Tito driblou dentro da área e parou no goleiro Clayton.

Penapolense tenta, mas XV garante a vitória

Depois do intervalo, o time de Claudemir Peixoto voltou melhor e pressionou o time da casa e criou boas chances de empatar. Aos 6 minutos, Dwann fez o gol do CAP, mas o gol foi anulado por posição irregular.

Aos 26 minutos, Luís Henrique tocou com a mão na bola e tomou o segundo amarelo – o primeiro foi depois de dar uma lambreta no zagueiro e revidar um empurrão.

O jogo continuou equilibrado, com os dois times tentando criar boas chances. Aos 28 minutos, Tito tocou para Bruninho que passou para Bruno Formigoni, que bateu por cima do gol.

Um minuto depois, Caxito bateu de fora da área e quase marcou um golaço para o CAP.

O CAP continuava alçando bolas na área em busca do empate, mas Pasinato e os zagueiros conseguiam evitar maiores problemas. E o jogo acabou mesmo 1 a 0 para o time da casa.

Próximo jogo

O Penapolense volta a campo no próximo sábado, às 18h30, diante do Noroeste, no Tenentão, pela segunda rodada. Já o XV está de folga na próxima rodada e só volta à campo no outro sábado (15), também diante do Noroeste, mas em Bauru.

Penapolense confirma inscritos na Copa Paulista

dimba final.jpg

Dimba estava no Sertãozinho e voltou ao CAP para a disputa da Copa Paulista (Foto: Assessoria SFC)

No próximo dia 3 de julho, o Penapolense enfrenta o XV de Piracicaba, às 20h, no Barão de Serra Negra, em Piracicaba. A partida é válida pela primeira rodada da Copa Paulista.

Vale lembrar que o XV havia desistido da disputa, mas com a má campanha na Série D do Brasileirão e a desistência do Marília, o time foi convidado pela Federação Paulista para integrar o Grupo 1.

O time comandado por Claudemir Peixoto recebeu alguns reforços para a estreia, mas aposta em nomes da base. O treinador que estava no Andraus-PR, inclusive levou alguns jogadores para o interior paulista.

Para a partida de estreia diante do XV, o CAP não poderá contar com o goleiro Samuel Pires que está machucado, com isso, Cleiton deve ser o titular.

A primeira partida em casa será no dia 08 de julho, às 18h30, no Tenentão, diante do Noroeste de Bauru.

Confira a lista dos jogadores já disponíveis para a estreia na Copa Paulista:

Goleiros: Samuel Pires*, Cleiton* e João (base);

Laterais: Altino*, Valmir (??), Fabiano (base), Otávio (base);

Zagueiros: Guilherme*, Thiago Moura*, PV*, Bruno S. (??), Heitor (base), Neto (base) e Adriano Mina (base);

Volantes: Lennon (Andraus-PR), Carlinhos*, Vinícius (base), Gabriel Rapchan (base);

Meias: Benito*, Paulinho (Batatais-SP), Dwann (Andraus-PR), Léo Marques (Guaratinguetá-SP), Patrick (base);

Atacantes: Dimba (Sertãozinho-SP), Douglas (Ivinhema-MS), Eliel*, Caxito*, Luís Henrique (base), Erly (base), Bill (base);

*jogadores que disputaram a Série A2 pelo Penapolense.

Federação Paulista divulga fórmula e participantes da Copa Paulista 2017

xv.jpg

XV de Piracicaba foi campeão em 2016 e este ano abriu mão da competição (Foto: Divulgação)

A Federação Paulista de Futebol divulgou nesta sexta-feira (28), a fórmula de disputa e os participantes da Copa Paulista 2017. O último campeão – XV de Piracicaba – desistiu do torneio e preferiu focar na Série D do Campeonato Brasileiro. Repetindo o que aconteceu na edição de 2016, Santos e São Paulo vão participar da competição com times sub-20 ou sub-23.

Serão 7 clubes da Série A1, 7 clubes da Série A2 e 9 clubes da Série A3.

O regulamento prevê que os 23 clubes inscritos serão divididos em três grupos regionalizados, um com 7 equipes e dois com 8. Na primeira fase, os times jogam dentro do próprio grupo em jogos de ida e volta, os quatro melhores de cada grupo avançam para a próxima fase.

A segunda fase, contará com as 12 equipes divididas em 3 grupos de 4 clubes, as equipes se enfrentam em turno e returno e os dois melhores de cada grupo e os dois melhores 3º colocado passam para a terceira fase.

A partir da terceira fase, os clubes se enfrentam em sistema “mata-mata”, até a grande final, que tem data prevista para 19 de novembro e 26 de novembro.

Serão 26 datas com jogos que se iniciam em julho e tem previsão de término para novembro.

Confira os clubes confirmados na Copa Paulista 2017:

Água Santa
Atibaia
Audax
Desportivo Brasil
Ferroviária
Inter de Limeira
Juventus
Linense
Marília
Mirassol
Nacional
Noroeste
Penapolense
Portuguesa
Portuguesa Santista
Red Bull Brasil
Rio Branco
Santos
São Caetano
São Paulo
Taboão da Serra
Taubaté
Velo Clube

Penapolense vence o São Caetano na despedida da A2

penapolense

Leandro Love fez o segundo gol do CAP e foi um dos destaques do time na Série A2 (Foto: Silas Reche/CA Penapolense)

Jogando neste domingo (23), pela última rodada da primeira fase da Série A2 do Campeonato Paulista, o Penapolense venceu o São Caetano por 3 a 2 e evitou que o time do ABC fosse o primeiro colocado nessa primeira fase.

O Penapolense chegou aos 27 pontos e ficou na 9ª posição, enquanto isso, o São Caetano ficou com 34 na segunda posição.

O time de Penápolis chegou na última rodada sem disputar nada, não caia para a Série A3 e também não tinha mais chance de conquistar uma vaga na semifinal. Já o Azulão já tinha garantido a classificação e acabou perdendo em casa.

Penapolense abre o placar e Azulão empata

Com os dois times jogando em ritmo de treino e sem muita vontade, as chances apareceram aos poucos. A primeira foi com Thiago Mouro, que aos 11 minutos subiu de cabeça e desviou para fazer 1 a 0 para o CAP.

Em desvantagem no placar, o São Caetano saiu para o jogo, dando espaço para contra-ataques e deixando a partida mais animada.

O empate saiu aos 40 minutos, com Régis aproveitando o rebote de Samuel Pires e deixando tudo igual.

São Caetano passa à frente, mas CAP consegue a vitória

Sabendo que perderia a liderança por conta da goleada do Água Santa, o São Caetano partiu para o ataque e pressionou o CAP. A virada saiu aos 18 minutos, com Lincom, fazendo valer a lei do ex, e virando a partida.

Dois minutos depois, Leandro Love empatou a partida de pênalti, fazendo 2 a 2 e deixando o jogo animado para o final.

Aos 28 minutos, Gilvan usou a cabeça para virar a partida e colocar o CAP em vantagem, fazendo 3 a 2.

Depois do gol, o São Caetano partiu para o ataque e criou boas chances, enquanto isso, o Penapolense apostava nos contra-ataques e também teve boas chances, mas não conseguiu mudar o placar.

Próximos jogos

Como já estava classificado, o São Caetano (2º) agora enfrente o Rio Claro (3º), em busca de uma vaga na final e do acesso à elite paulista. Já o Penapolense deu adeus à competição e agora pensa na Copa Paulista, no segundo semestre.

 

Penapolense empata com Sertãozinho e se distancia do G4

penapolense.jpg

Penapolense ficou no empate com o Sertãozinho e tem chances remotas de ir à semifinal (Foto: Silas Reche/ C.A. Penapolense)

Nesta quarta-feira (12), Penapolense e Sertãozinho jogaram pela 17ª rodada da Série A2 em busca de uma vaga no G4. E o resultado foi péssimo para as duas equipes. O empate em 1 a 1 fez com que as duas equipes chegassem aos 24 pontos, 4 a menos que o Batatais que está na 4ª posição.

O time de Penápolis está a quatro jogos sem vencer e continua na parte intermediária na tabela, atualmente está na 8ª posição. Já o Sertãozinho também chegou aos 24 pontos e é o 7º colocado, por ter uma vitória a mais. Os dois times também estão 4 pontos acima do Z6, o primeiro da zona de degola é o Barretos, com 20 pontos, na 15ª posição.

Pressão e vantagem no intervalo

Vindo de 3 jogos sem vitória, o Penapolense começou no ataque e viu Fio escapar pela esquerda e cruzar para bota defesa do goleiro Márcio. Com os minutos passando, o Sertãozinho começou a equilibrar a partida, mas ainda via o CAP ter as melhores chances.

Primeira grande chance foi com André Cunha que foi travado na hora de finalizar. Depois Leandro Love arriscou de fora da área e viu o goleiro visitante fazer ótima defesa.

Aos 29, Altino bateu a falta e Márcio mais uma vez defendeu e botou para escanteio. Na cobrança, Altino encontrou Joílson, dentro da área, que só teve o trabalho de empurrar para o fundo das redes.

Em vantagem, o time da casa desacelerou o jogo, mas não sofreu pressão do time do Sertãozinho até o apito do intervalo, garantindo a vitória na primeira etapa.

Barboza empata e acaba com “sonho”

O segundo tempo começou diferente, o Sertãozinho foi para o ataque e conseguiu o empate logo aos 9 minutos, com Barboza, depois de falha da defesa capeana.

Diferente do primeiro tempo, o jogo estava muito mais equilibrado e o Penapolense demorou para se encontrar depois de sofrer o empate.

O CAP ainda teve chance de ficar na frente, Leandro Love tocou para André Cunha, que bateu rente a trave. O Sertãozinho chegou de novo com Luciano Sorriso, em ótima cobrança de falta, mas Samuel Pires fez boa defesa.

No final da partida, o Sertãozinho se mostrava melhor e mais perto de chegar ao gol, a torcida capeana não perdoou e começou a vaiar os jogadores.

Próximos jogos

Os dois times voltam a campo no próximo domingo, às 10 horas, pela penúltima rodada da Série A2. O Penapolense recebe o Bragantino, no Tenentão. Já o Sertãozinho recebe o Mogi Mirim, em casa.