Em jogo-treino, Penapolense e Rio Preto ficam no 0 a 0

12525612_1295435153805319_4223678114072622515_o.jpg

Penapolense não saiu do zero diante do Rio Preto (Foto: Silas Reche/C.A. Penapolense)

Na preparação para a Série A2 do Campeonato Paulista, o Penapolense enfrentou o Rio Preto – que vai disputar a Série A3 – na última quarta-feira (20) e empatou em 0 a 0.

A partida foi bem disputada e com boas chances criadas pelas duas equipes. Diferente do primeiro jogo contra o o Linense, em que a chuva atrapalhou a atividade. Neste jogo-treino, o tempo colaborou, mas as duas equipes pecaram na finalização e não tiraram o zero do placar.

O Penapolense foi a campo com: Samuel Pires, Neílson, Ricardo, Guilherme e Elbis; Jairo, Felipe Merlo, Fio e Kesley, Beto e Leandro. O time do CAP teve várias substituições para que o técnico Paulinho Kobayashi pudesse verificar o ritmo de jogo de todos os jogadores.

No próximo sábado, o time irá enfrentar o Noroeste de Bauru, às 10h, no Tenentão. Será a última partida antes da estreia diante do Juventus, no dia 31, na Rua Javari, às 10h.

Anúncios

Penapolense vence o Rio Preto e garante classificação na Copa Paulista

(Foto: Lucas Martins/Rio Preto EC)

Penapolense vence o Rio Preto por 1 a 0 (Foto: Lucas Martins/Rio Preto EC)

Jogando no estádio Anísio Haddad, o Penapolense enfrentou o Rio Preto pela penúltima rodada da Copa Paulista e conseguiu a classificação antecipada para a segunda fase. O time de Penápolis venceu por 1 a 0, com gol do zagueiro Guilherme e eliminou o time alviverde, em uma disputa direta pela vaga.

Com a vitória, o CAP chegou aos 10 pontos, contra 9 do Rio Preto – que já fez seus oito jogos e folga na última rodada.

Com poucas chances de gol, Guilherme abre o placar para o CAP

Jogando em casa, o Rio Preto precisava da vitória para garantir a vaga na segunda fase e começou a partida apertando o Penapolense.

A primeira chance foi aos 2 minutos, com Palito batendo forte e próximo ao gol de Samuel Pires.

Aos 28 minutos foi a primeira chance do Penapolense, Guilherme aproveitou o cruzamento de Pará e abriu o placar, fazendo 1 a 0 e acalmando o CAP.

O Rio Preto sentiu o gol e demorou para atacar o CAP, a chance apareceu apenas aos 37 minutos, quando Felipe Tchelé recebeu cara a cara com Samuel Pires e bateu para fora.

Rio Preto tenta, mas é eliminado da Copa Paulista

Diferente do primeiro tempo, o Penapolense começou o segundo tempo atacando e querendo resolver o jogo e buscando o segundo gol.

A primeira chance aconteceu aos 19 minutos, quando Roni bateu forte e o goleiro André salvou o Rio Preto.

Aos 29 minutos foi a vez de Samuel Pires salvar o CAP de levar o empate e fazer ótima defesa depois de chute de Tiago Cavalcante.

Já no fim da partida, o Rio Preto partiu para o ataque para evitar a eliminação e aos 43 teve mais uma chance clara com o atacante Tiago Cavalcante que bateu por cima do gol.

Próximo jogo

Na última rodada da primeira fase, o Penapolense recebe o Catanduvense – que já está eliminado, no estádio Tenente Carriço, às 10 horas do domingo (20). No mesmo dia, Linense e Mirassol disputam a liderança do Grupo 1.

Próxima fase

De acordo com a classificação depois da penúltima rodada, os grupos da próxima fase seriam:

Grupo 05

Mirassol

União Barbarense

Primavera

Osasco Audax

Grupo 06

Ituano

Linense

São Bernardo

Independente

Grupo 07

Nacional

Rio Branco

Paulista

Penapolense

Penapolense faz 3 a 0 no Rio Preto e conquista primeira vitória na Copa Paulista

Jogando neste domingo, o Penapolense fez a alegria de 130 torcedores que foram até o estádio Tenente Carriço e venceu o Rio Preto por 3 a 0, com gols de Pará, Paraíba e Hugo. Com a vitória o CAP chegou aos 4 pontos e entrou no G3, passando o Rio Preto e o Catanduvense.

Pará coloca o CAP na frente

Em busca da primeira vitória na Copa Paulista, o Penapolense partiu para cima do Rio Preto. O time da casa quase abriu o placar no lance em que Dimba saiu cara a cara com goleiro, mas perdeu a chance.

O Rio Preto respondeu com Tchelé que parou em ótima defesa de Samuel Pires. Minutos depois foi a vez de Dimba acertar a trave do time verde. O CAP só abriu o placar aos 34 minutos depois de cobrança de falta de Pará, marcando 1 a 0 para o CAP.

Pressão do CAP garante os três pontos

No segundo tempo, o Rio Preto teve três chance de empatar e virar a partida, mas perdeu chances claras com Tchelé e Édipo.

O CAP foi mais eficiente e matou o jogo. Primeiro com Paraíba aos 36 minutos, que aproveitou a indecisão da zaga riopretense. Dois minutos depois foi a vez de Hugo bater forte e fazer 3 a 0 para o CAP.

O Rio Preto ainda tentou descontar, mas perdeu a chance com Victor Palito, deixando o placar em 3 a 0 para o time da casa.

Próximo jogo

O Penapolense volta a campo na próxima quinta-feira(13), às 19 horas, em Catanduva contra o time da casa.

Penapolense perde para o Linense por 2 a 0

O Penapolense buscava a primeira vitória na Copa Paulista diante do Linense – que fazia sua estreia a competição. Mas o resultado foi melhor para o time da casa, que venceu por 2 a 0, com gols de Rafael Chorão e Léo Torres.

Com a vitória, o time de Lins assumiu a liderança do Grupo 1 com 3 pontos, já o CAP é o lanterna com um ponto em dois jogos.

CAP tenta, mas o Linense sai na frente

Os dois times começaram estudando a maneira de jogar do adversário e abusavam das jogadas no meio campo, com poucas chances claras de gols. O primeiro lance de perigo foi aos 26 minutos, Rodrigo Man cruzou para Fio que bateu para ótima defesa do goleiro.

A partida continuou com poucas chances. A história mudou aos 43 minutos, com passe de Rafael Aidar para Rafael Chorão, que bateu forte e contou com o desvio da zaga para abrir o placar.

Linense garante os três pontos

No começo do segundo tempo, o CAP tentou o empate aos 4 minutos, de novo com Fio, que bateu e a bola passou perto do gol.  Aos 15, foi a vez de Tardelli acertar a trave do Penapolense e mostrar que o Linense não estava satisfeito com o 1 a 0. Dominando o jogo na segunda etapa, o Linense teve tudo para ampliar o placar, mas esbarrou em erros individuais.

No contra-ataque, aos 39 minutos, o Linense matou o jogo com Léo Torres fazendo 2 a 0 para o time da casa.

Aos 45 minutos, Roni quase fez o gol de honra do CAP, mas cara a cara com o gol, o meia bateu para fora.

Próximos jogos

Na próxima rodada, o Linense vai até São José do Rio Preto, enfrentar o Rio Preto, dia 1º, às 15 horas. Já o Penapolense folga no próximo fim de semana e só volta a campo no dia 9, diante do Rio Preto, no estádio Tenente Carriço.

Penapolense conhece seus adversários na Copa Paulista 2015

O Clube Atlético Penapolense conheceu hoje (18) o seu grupo na primeira fase da Copa Paulista de 2015. O clube que foi rebaixado na Série A1 do Paulistão usará a competição como “laboratório” para montar o elenco do próximo ano, quando buscará retornar a elite estadual. A edição da Copa Paulista deste ano traz um número de clubes menor que os anos interiores, são apenas 20, divididos em 4 grupos.

O campeão da Copa Paulista poderá escolher entre uma vaga na Série D do Brasileirão ou uma vaga na Copa do Brasil em 2016 – dependendo apenas da aprovação da CBF para isso. Como aconteceu nos campeonatos do primeiro semestre, os clubes terão um limite de jogadores que poderão ser inscritos na competição. O vice-campeão fica com a vaga que “sobrar” depois que o campeão decidir qual torneio irá disputar em 2016.

O regulamento

Os 20 clubes estão divididos em 4 grupos de 5 times, na primeira fase, os times se enfrentam dentro do próprio grupo em turno e returno. Os três primeiros de cada grupo garantem vaga na segunda fase. Essa fase terá 3 chaves de 4 times cada, com jogos de ida e volta, classificando os dois melhores de cada grupo além dos dois melhores terceiros colocados se classificam para as quartas-de-final.

Das quartas-de-final em diante será confrontos de “mata-mata” com jogos de ida e volta até a decisão.

O CAP volta a disputar a competição depois de dois anos disputando a Série D do Brasileiro em 2013 e 2014. Botafogo de Ribeirão e Red Bull não disputam a competição pois estão na Série D.

O time de Penápolis estreia contra o Mirassol, no estádio Tenente Carriço. A data da partida ainda não foi confirmada, mas a competição será do dia 19 de julho e término previsto para o dia 29 de novembro.

Confira os grupos da Copa Paulista 2015:

Grupo 01
Linense
Penapolense
Catanduvense
Mirassol
Rio Preto

Grupo 02
Capivariano
XV de Piracicaba
Independente
Rio Branco
União Barbarense

Grupo 03
Primavera
São Bento
Grêmio Barueri
Ituano
Paulista

Grupo 04
Juventus
Osasco Audax
Nacional
São Bernardo
São José EC

Confira os jogos da primeira rodada:
Rio Preto x Catanduvense
Penapolense x Mirassol
Capivariano x Independente
Rio Branco x União Barbarense
Ituano x Primavera
Grêmio Barueri x Paulista
São Bernardo x Nacional
São José x Juventus

Penapolense sofre derrota por 1×0 para o América-SP

O Penapolense teve sua boa sequência na Copa Paulista quebrada neste sábado à noite, depois de ser derrotado pelo América-SP, em São José do Rio Preto, por 1 a 0. Com a derrota, o CAP continua com 10 pontos e caiu para a 3ª posição, perdendo a vice-liderança justamente para o time de Rio Preto, que chegou a 11.

O JOGO – A partida começou sem muitas chances, mas com bastante disputa no meio campo. As duas equipes pouco criaram no primeiro tempo e as chances de gol foram raras. No segundo tempo, as equipes decidiram buscar a vitória, e com isso, começaram a usar mais as laterais. Mas mesmo assim, o jogo continua sem muitos lances de perigo. O gol da vitória do América-SP saiu aos 27 minutos, com o meia Leandro Diniz.

O Penapolense só entra em campo novamente, dia 26. para enfrentar a Ferroviária, no estádio Tenente Carriço, em Penápolis.

Balanço da 1ª rodada do Paulistão

A 1ª rodada do campeonato Paulista deste ano não teve lá muitas surpresas, dos times considerados grandes, apenas o Santos não venceu na estréia, o time da Vila jogou com a Portuguesa no Morumbi, e acabou sendo derrotado por 2×0, gols de Christian e Marcelo. Jogando na Rua Javari, o time do Juventus que agora conta com Vampeta, não saiu de um empate em 1×1 com o Noroeste de Bauru, o gol do Moleque Travesso foi marcado por Vinícius, já o gol do time do interior paulista foi de Otacílio Neto, que jogou o último Brasileirão pelo Figueirense. Já a Ponte Preta não tomou conhecimento do time do Ituano e aplicou uma goleada por 4×2, o time de Itu que já foi rebaixado no Brasileirão -Série B ano passado, corre o risco de cair no Paulistão neste ano. Os gols do jogo foram: Eduardo Arroz, Wanderley, Elias e Leandro para a Ponte, Márcio Alemão e Eduardo Arroz (contra) descontaram para o time de Itu. A maior surpresa até aqui foi a vitória do Mirassol sobre o Grêmio Barueri por 2×1, os gols do Mirassol foram marcados por Anderson Lobão e Xuxa, Alex Maranhão descontou pro time de Barueri. O Paulista de Jundiaí é outro clube que estava em queda livre no ano passado e continuou o ano da mesma forma que terminou 2007, com derrota, desta vez o time perdeu de 2×0 para o Rio Claro, os gols do Rio Claro foram marcados por Chumbinho e Mirandinha. Na Quinta-Feira, os outros grandes clubes paulistas estrearam no Paulistão, e nenhum quis fazer feio, o Palmeiras venceu o Sertãozinho por 3×1 com 2 gols de Alex Mineiro e 1 de Willian, o ex atacante do Atlético Paranaense fez sua estréia com o pé direito no time do Palestra Itália. Já o São Paulo, atual campeão Brasileiro, terminou o 1º tempo perdendo, mas no 2º outro estreante brilhou e deu a vitória ao time do Morumbi, Adriano, ele mesmo, fez os dois gols do time e deu a vitória por 2×1 contra o time do Guaratinguetá, que saiu na frente em cobrança de falta de Renato. O Corinthians também não quis saber de brincadeira na estréia e venceu o Guarani por 3×0 com 2 gols do artilheiro da “Fiel”, Finazzi, o outro gol do time de Parque São Jorge foi marcado por Dentinho. O Marília venceu o Bragantino por 2×0 e mostrou que chega para o Paulistão deste ano, o time marcou com Wellington Silva e Gum. Para finalizar a rodada, São Caetano e Rio Preto jogaram e acabaram empatando em 2×2, Paulo Roberto e Jorginho fizeram os gols do Rio Preto, Rafinha e Douglas descontaram para o São Caetano, dando números finais ao jogo.


por Zuba Ortiz