Penapolense perde para o Água Santa e precisa de milagre para ficar na A2

Penapolense lutou em Diadema, mas acabou derrotado por 1-0 (Foto: Michael Sanches)

Já classificado para a próxima fase, o Água Santa recebeu o Penapolense e venceu por 1-0. Com o resultado o time de Diadema deu um passo importante para garantir o primeiro lugar geral da primeira fase. Já o CAP continua na zona de rebaixamento e terá duas rodadas para tentar fugir do fantasma da A3. 

Jogo morno e sem grandes chances 

Apesar de já estar classificado, o Água Santa não vinha em uma boa sequência e precisava da vitória para continuar na liderança. E mesmo sem muito esforço, a equipe de Diadema criou as melhores chances.  

Já o CAP utilizava a mesma estratégia do confronto contra o Linense, apostar nos contra-ataque e deixar o adversário ficar mais com a bola. E tudo ia bem para o time de Penápolis até aos 41 minutos, quando o árbitro marcou um pênalti para o time da casa. 

Na cobrança, Dadá fez 1-0 e deixou o time de Penápolis bem perto do rebaixamento para a Série A3.  

CAP tentou… em vão 

No segundo tempo, o CAP voltou desesperado pelo menos para tentar o empate, mas o nervosismo e a falta de criatividade do meio-campo não traduziam a vontade dos jogadores em chances claras de gol. 

E depois dos 15 minutos, o Água Santa começou a segurar o jogo para garantir os três pontos, já o CAP se lançou ao ataque e deixou alguns espaços na defesa e por pouco o time da casa não ampliou o marcador.  

Próximo jogo 

O Penapolense volta a campo no próximo domingo, às 10 da manhã para enfrentar o Nacional, em casa, no Tenente Carriço.  

CAP sofre gol do Atibaia no final e volta para a zona do rebaixamento

Pela 11ª rodada da Série A2, Penapolense e Atibaia fizeram em Penápolis uma partida que valia muito para as duas equipas, afinal era um confronto direto na luta contra o rebaixamento. Melhor para os visitantes, que venceram por 2-1 e acabaram de distanciando da zona do rebaixamento, já o CAP continua na parte de baixo da tabela, lutando para se manter vivo na competição.  

Com a vitória, o Falcão chegou aos 12 pontos e agora ocupa a 11ª posição na tabela da A2, já o Pantera da Noroeste é o 15º colocado com apenas sete pontos e corre o risco de ser rebaixado já na próxima rodada, diante do rival Linense.  

Poucas chances e muita vontade 

Como as duas equipas estavam na parte de baixo da tabela, o começo do jogo foi de muito “estudo” de ambas as partes, com o time da casa tentando tomar as rédeas do jogo, mas sem se expor muito.  

Já os visitantes jogavam recuados e deixavam o time da casa propor seu jogo, com isso, o Atibaia apostava nos contra-ataques, apesar de tudo, nenhuma equipe conseguiu ter chance clara no primeiro tempo.  

Mais emoção e vitória do Atibaia 

No segundo tempo, o jogo começou mais emocionante, logo aos três minutos de jogo, Wallace abriu o placar para o Atibaia e jogou toda a pressão para cima do Penapolense, que jogava em casa. 

Mas a resposta do CAP foi rápida, aos 6 minutos, Franklin empatou para o time da casa e colocou um novo ânimo no time da casa. E tudo parecia que iria terminar assim, até que no final da partida, Luís Oyama sofreu um pênalti, e Gian aos 45 minutos da segunda etapa fez 2-1 para o Atibaia e afundou ainda mais o Penapolense. 

Próximo jogo 

O Penapolense volta a campo no próximo sábado, às 15 horas, no Gilbertão para encarar o rival Linense. 

Deu ruim! Em casa, Penapolense é derrotado pelo Taubaté na estreia da A2

Penapolense perde diante do Taubaté em casa na estreia da Série A2 (Foto: Assessoria CA Penapolense)

Na manhã deste domingo (20), o Penapolense recebeu o Taubaté pela estreia dos clubes na Série A2 de 2019. E o time da casa bem que tentou, mas acabou derrotado por 2-0, com gols de Caio Mancha e Juninho. O resultado deixa o Penapolense na lanterna da competição, com dois gols negativos de saldo. Já o Taubaté fica em segundo lugar com três pontos, e dois gols positivos de saldo.

Gol anulado do CAP e Caio Mancha coloca o Taubaté na frente

Jogando com o apoio da torcida, o Penapolense tentou fazer valer o mando de campo diante do Taubaté. E apesar da pressão inicial, o CAP não conseguiu converter o domínio em gol. E quando fez o gol com João Lucas, o bandeirinha marcou impedimento de Kesley na hora do passe. E depois disso, o CAP continuou pressionando e muito perto de abrir o placar, mas num contra-ataque, aos 25 minutos, Caio Mancha recebeu ótimo cruzamento no primeiro pau e abriu o placar no Tenentão, fazendo 1-0 para o Taubaté.

Depois do gol, o Penapolense continuou em busca do gol de empate, mas pouco rematava à gol e não chegou a ter nenhuma chance clara.

Juninho garante vitória do Burrão

Como no primeiro tempo, o Penapolense continuou pressionando o time visitante e viu o goleiro Rafael Robalo fazer boas defesas e evitar o empate.  Os lances com maior perigo do time da casa passavam pelos pés de Vitinho e Ricardinho, Kesley e João Lucas também eram bons nomes na criação de jogadas do CAP.

Novamente quando o gol do Penapolense parecia “maduro”, o volante Thiago César errou um passe e Juninho contou com um erro de posicionamento da zaga do CAP para bater o goleiro Samuel e fazer 2-0 para o Burrão da Central. No final da partida, o técnico Thiago Oliveira mexeu em busca do empate, mas continuou a errar no último passe e sem chutar muito à gol.

Próximos jogos

O Penapolense volta a campo em busca da primeira vitória na próxima quarta-feira (23), às 16 horas, diante do Santo André, no Bruno José Daniel, no ABC Paulista.

Com novo elenco e treinador conhecido, Penapolense começa a preparação para Série A2

Thiago Oliveira é novamente o comandante capeano na Série A2 em 2019 (Foto: Divulgação)

Depois de um ano para ser esquecido, com eliminações na primeira fase nas competições que disputou , o Penapolense já começa a trabalhar pensando em 2019. O time se apresentou na última semana para começar os treinamentos visando a disputa da Série A2 no primeiro semestre.

O primeiro reforço foi a volta do treinador Thiago Oliveira, que fez boa campanha na Série A2 de 2018 e acabou saindo para o Batatais na Copa Paulista.

Além do treinador, 15 jogadores que já se apresentaram e estão treinando, nomes conhecidos como o goleiro Samuel Pires e o meia João Lucas (ex-Nacional/SP). Outros nomes devem chegar na próxima semana para completar o elenco.

Em entrevista à TV Tem, o diretor André Garcia, confirmou que a ideia é investir em jogadores mais jovens na montagem do elenco, diferente do elenco de 2018, que tinha muitos jogadores com mais de 30 anos e que sofreu com problemas físicos nas últimas rodadas da competição.

A estreia do Penapolense será no próximo dia 20 de janeiro, contra o Taubaté, no Tenentão.

Confira a tabela completa do CAP na Série A2 de 2019:

20/01 – Penapolense x Taubaté

23/01 – Santo André x Penapolense

27/01 – Votuporanguense x Penapolense

30/01 – Penapolense x Juventus

03/02 – Penapolense x Portuguesa Santista

10/02 – Inter de Limeira x Penapolense

13/02 – Penapolense x Rio Claro

17/02 – Sertãozinho x Penapolense

24/02 – Portuguesa x Penapolense

02/03 – Penapolense x XV de Piracicaba

10/03 – Penapolense x Atibaia

17/03 – Linense x Penapolense

20/03 – Água Santa x Penapolense

24/03 – Penapolense x Nacional/SP

30/03 – São Bernardo x Penapolense 

03/04 e 07/04 – 4ªs de final

14/04 e 20/20 – semifinais

28/04 e 01/05 – final

Fora de casa, Penapolense empata com Batatais e rebaixa o adversário

O Penapolense se despediu da Série A2 diante do Batatais, fora de casa. O empate em 1 a 1 acabou rebaixando o time da casa e aumentando a série de jogos sem vitória do time de Penápolis para 6.

Com o resultado, o Penapolense chegou a 20 pontos e ficou na nona colocação, enquanto isso, o Batatais chegou aos 10 pontos e terminou na lanterna da Série A2.

Penapolense sai na frente

Já sem chances de classificação para as semifinais, o Penapolense tentou terminar a participação com vitória. Já o Batatais ainda sonhava em se livrar da Série A3 e foi para o ataque desde o primeiro minuto.

Apesar do domínio do time da casa, o CAP saiu na frente aos 50 minutos, com Yamada, que contou com falha do goleiro para abrir o placar.

Batatais empata e é rebaixado

Precisando da vitória para tentar se livrar do rebaixamento, o Batatais partiu para o ataque e esbarrou nos próprios erros de passe e finalizações.

O time da casa deu esperança aos torcedores que estavam no estádio aos 31 minutos, quando Medina empatou a partida.

Depois disso, o Fantasma bem que tentou, mas não conseguiu aproveitar as chances e acabou rebaixado em casa.

 

 

Penapolense vacila e empata em casa com a Inter de Limeira

0002050294686_img.jpg

Penapolense e Inter de Limeira ficaram no 2 a 2 no Tenentão (Foto: João Vitor Fedato)

Jogando pela sétima rodada da primeira fase da Série A2, o Penapolense recebeu a Inter de Limeira no Tenentão, no único jogo dessa terça-feira de carnaval (13), e empatou por 2 a 2. Os gols do CAP foram marcados por Matheus Humberto e Branquinho, Moisés e Tom empataram para o time de Limeira. O time comandado por Thiago Olivera estava garantindo a liderança até o finalzinho da partida, quando sofreu o gol de empate e acabou ficando com a vice-liderança.

Com o empate, o CAP chegou aos 14 pontos e assumiu a vice-liderança, já a Inter foi a 11 pontos e está na 5ª posição.

Muita chuva e empate no placar

Debaixo de muita chuva, o Penapolense sofreu para encontrar sua forma de jogar e sofreu muito no começo da partida. Já a Inter de Limeira conseguiu entender melhor o estado do gramado e acabou ditando o ritmo no início da partida.

Enquanto o time visitante explorava as laterais e os cruzamentos na área, o CAP se segurava lá atrás e apostava nos contra-ataques para tirar o zero do placar.

Depois de duas boas chances dos visitantes com Moisés e Tom, o Penapolense conseguiu equilibrar a partida e partiu para o ataque. Ainda assim, a chance mais clara foi da Inter, aos 30 minutos, quando Éder Paulista acertou belo chute e viu Velloso fazer a primeira grande defesa da noite, evitando o gol.

E fazendo valer o velho ditado do futebol, aos 33 minutos, Matheus Humberto havia acabou de entrar no lugar do machucado Gersimar, apareceu de cabeça para abrir o marcador no Tenentão, para a alegria da torcida capeana, fazendo 1 a 0 para o Penapolense.

Atrás do placar, a Inter partiu para o ataque no final do primeiro tempo e conseguiu o empate aos 40 minutos, com Moisés, após cruzamento de Vinícius Pedalada, deixando tudo igual em Penápolis, 1 a 1.

Gol no final tira a liderança do CAP

Depois do intervalo as duas equipe voltaram em busca da vitória, mas tudo continuou igual ao primeiro tempo. A primeira grande chance veio com Zé Mateus, que obrigou Velloso a fazer a segunda bela defesa da noite e evitar a virada da Inter.

O time da casa trocava passes, mas tinha muita dificuldade de criar boas chances de gol. O cenário mudou aos 21 minutos, quando Jussandro encontrou Branquinho na entrada da área, o camisa 10 bateu colocado sem chances para o goleiro, fazendo 2 a 1 para o Penapolense.

Em vantagem no placar, o CAP voltou a se fechar e explorar os contra-ataques. Num lance, o volante Felipe Alves sentiu a lesão, mas o Penapolense já havia feito as três alterações – o time da casa ficou com um a menos tentando segurar a pressão do time de Limeira.

De tanto insistir, a Inter conseguiu o empate aos 40 minutos, Tom bateu forte, a bola desviou na zaga e enganou o goleiro Velloso, deixando tudo igual no Tenente Carriço, 2 a 2.

Com um homem a mais, a Inter bem que tentou sair de Penápolis com a vitória, mas o time da casa conseguiu se segurar e se manteve no G4.

Próximo jogo

O Penapolense volta a campo no próximo fim de semana, o time vai até Piracicaba, no sábado, enfrentar o XV, às 17 horas.

Penapolense surpreende, vence o Oeste em Barueri e assume vice-liderança

leandro-love.jpg

Leandro Love fez o 3º e garantiu a vitória diante do Oeste em Barueri (Foto: Silas Reche/ CA Penapolense)

Jogando na Arena Barueri, o Penapolense conseguiu um ótimo resultado diante do Oeste. O time de Penápolis venceu por 3 a 1 e quebrou a invencibilidade do atual líder da Série A2.

Com a vitória, o CAP chegou aos 13 pontos, mesma pontuação do Oeste, a diferença é o saldo de gols (8 a 5 para o Rubro Negro da Grande SP). os dois times podem ser ultrapassados pelo São Bernardo, que tem 11 pontos e ainda joga no fim de semana. Outro que pode chegar na briga é o Rio Claro, que tem 10 pontos – mas  apenas 2 gols de saldo.

Grafite faz golaço e deixa CAP na frente

Na sexta-feira de Carnaval, o Oeste começou a levar o seu bloco pra rua logo cedo. Apesar de insistir no ataque com Marion e Mazinho, foi o CAP que saiu na frente. Aos 27 minutos, Branquinho cobrou falta com perfeição e fez 1 a 0 para o time visitante.

A reação do Oeste foi imediata, três minutos depois, em cobrança de escanteio de Mazinho, Joílson (que já defendeu o CAP) subiu sozinho e deixou tudo igual na Arena Barueri.

Com o placar igual, o time da casa começou a pressionar e buscar a virada, criando boas chances, vendo o goleiro Thiago se destacar.

Foi num contra-ataque, aos 44 minutos, que a bola sobrou para o lateral Grafite, que bateu de primeira, sem chances para o goleiro, fazendo 2 a 1 para o CAP.

CAP se segura e amplia no finalzinho

Na volta do intervalo, o Oeste continuou pressionando e apostando nas jogadas com Mazinho e Nicolas Careca que entrou no intervalo. Apesar das boas chances, a zaga do CAP estava bem posicionada e sofria pouco para bloquear o ataque do time da casa.

Enquanto o time da casa se jogava para o ataque, o CAP se segurava e explorava a velocidade de Malaquias.

E foi em um desses contra-ataques que o time de Penápolis chegou ao terceiro gol, Malaquias bateu forte, a bola sobrou para Leandro Love só completar e fazer 3 a 1, dando números finais à partida e garantindo mais três pontos longe de Penápolis.

Próximo jogo

O Penapolense volta a campo na próxima terça-feira, em casa, diante da Inter de Limeira, às 18 horas, no Tenentão, pela 7ª rodada da Série A2 do Paulistão.