Taubaté vence o Penapolense por 1-0

Em Taubaté, CAP conheceu a terceira derrota na competição (Foto: Divulgação)

Jogando em casa, o Taubaté venceu o Penapolense por 1-0 e deixou a equipa de Penápolis próxima da zona de rebaixamento. A partida era válida pela quarta jornada da Série A2 do Campeonato Paulista.

Com a vitória, o time da casa vai dormir na liderança da competição, com 10 pontos. Já o Penapolense conheceu a terceira derrota e continua com três pontos.

Gol no começo e um a menos

Com apenas quatro minutos de jogo, o Taubaté saiu na frente: Chumbinho cruzou e Giovanni Pavani abriu o marcador para os donos da casa.

O gol logo no começo deixou o CAP perdido em campo, e os donos da casa dominavam a partida por completo.

Depois do susto, o Penapolense lançou-se ao ataque e quase empatou com uma boa cabeçada de Mário Sérgio, que parou em William.

Aos 41 minutos, Coutinho que já tinha cartão amarelo voltou a ser punido pelo árbitro e deixou os donos da casa com 10 jogadores. 

Com um jogador a mais, o CAP foi para o ataque, mas não conseguiu criar grande perigo ao gol de William. 

CAP tenta, mas não consegue empatar

Com um jogador a mais, o Penapolense voltou disposto a atacar e fez tudo que pode para isso. Perez mexeu na equipa, mas o time tinha dificuldade para criar chances reais.

Enquanto isso, o time da casa tentava segurar o resultado e não deixava o CAP arriscar tanto e ainda apostava nos contra-ataques para tentar definir a partida.

Nos minutos finais, Marcelinho e Junior Palmares arriscaram de longe e chegaram perto do empate. A última chance veio aos 46 minutos, Junior Palmares recebeu passe, mas finalizou para fora a melhor chance do segundo tempo.

Próximo jogo

O Penapolense volta a campo no próximo sábado, às 15 horas, para receber o Votuporanguense, no Tenentão. Será a estreia de Alberto Félix no comando do Pantera da Noroeste.

Penapolense conhece regulamento e adversários da Série A2 2020

Representantes dos 16 clubes da Série A2 2020 (Foto: Rodrigo Corsi / FPF)

Na última quarta-feira foi definido o regulamento do Campeonato Paulista da Série A2 de 2020. Em reunião realizada na sede da Federação Paulista de Futebol (FPF), representantes dos 16 clubes participaram do Conselho Técnico e definiram o regulamento da disputa do próximo ano.

Fórmula

A fórmula do torneio será o mesmo de 2019, ou seja, 15 rodadas na primeira fase – todos contra todos, com turno único. Os oito melhores passam para as quartas de final e os dois piores são rebaixados para a Série A3. As duas equipes finalistas se classificam para a A1 em 2021, isso se nenhuma dela for o Red Bull Brasil, caso isso aconteça, o terceiro colocado garante a vaga.

Calendário

A Federação Paulista confirmou que a Série A2 começará no dia 22 de janeiro e terminará no dia 25 de abril. As semifinais e finais podem ter VAR (árbitro de vídeo), a confirmação por parte da FPF só virá nos próximos meses.

Transmissão

O presidente da Federação Paulista de Futebol, Reinaldo Carneiro Bastos, confirmou que o Programa Futebol Sustentável estará presente a partir das quartas de final. Além disso, todas as partidas serão transmitidas nas plataformas do Grupo Globo e no FPF TV no Mycujoo.

Participantes

Caíram da A1: São Caetano, São Bento e Red Bull Brasil; subiram do Série A3: Monte Azul e Osasco Audax. Com isso os 16 participantes serão: Atibaia, Osasco Audax, Juventus, Monte Azul, Penapolense, Portuguesa, Portuguesa Santista, Red Bull Brasil, Rio Claro, São Bento, São Bernardo, São Caetano, Sertãozinho, Taubaté, Votuporanguense e XV de Piracicaba.

Deu ruim! Em casa, Penapolense é derrotado pelo Taubaté na estreia da A2

Penapolense perde diante do Taubaté em casa na estreia da Série A2 (Foto: Assessoria CA Penapolense)

Na manhã deste domingo (20), o Penapolense recebeu o Taubaté pela estreia dos clubes na Série A2 de 2019. E o time da casa bem que tentou, mas acabou derrotado por 2-0, com gols de Caio Mancha e Juninho. O resultado deixa o Penapolense na lanterna da competição, com dois gols negativos de saldo. Já o Taubaté fica em segundo lugar com três pontos, e dois gols positivos de saldo.

Gol anulado do CAP e Caio Mancha coloca o Taubaté na frente

Jogando com o apoio da torcida, o Penapolense tentou fazer valer o mando de campo diante do Taubaté. E apesar da pressão inicial, o CAP não conseguiu converter o domínio em gol. E quando fez o gol com João Lucas, o bandeirinha marcou impedimento de Kesley na hora do passe. E depois disso, o CAP continuou pressionando e muito perto de abrir o placar, mas num contra-ataque, aos 25 minutos, Caio Mancha recebeu ótimo cruzamento no primeiro pau e abriu o placar no Tenentão, fazendo 1-0 para o Taubaté.

Depois do gol, o Penapolense continuou em busca do gol de empate, mas pouco rematava à gol e não chegou a ter nenhuma chance clara.

Juninho garante vitória do Burrão

Como no primeiro tempo, o Penapolense continuou pressionando o time visitante e viu o goleiro Rafael Robalo fazer boas defesas e evitar o empate.  Os lances com maior perigo do time da casa passavam pelos pés de Vitinho e Ricardinho, Kesley e João Lucas também eram bons nomes na criação de jogadas do CAP.

Novamente quando o gol do Penapolense parecia “maduro”, o volante Thiago César errou um passe e Juninho contou com um erro de posicionamento da zaga do CAP para bater o goleiro Samuel e fazer 2-0 para o Burrão da Central. No final da partida, o técnico Thiago Oliveira mexeu em busca do empate, mas continuou a errar no último passe e sem chutar muito à gol.

Próximos jogos

O Penapolense volta a campo em busca da primeira vitória na próxima quarta-feira (23), às 16 horas, diante do Santo André, no Bruno José Daniel, no ABC Paulista.

De virada, CAP vence Taubaté mantém 100% e assume a liderança da A2

taubaté .jpeg

Penapolense joga bem e garante liderança da A2 (Foto: Divulgação/EC Taubaté)

No confronto dos únicos times com 100% de aproveitamento na Série A2, o Penapolense se deu melhor. O time de Penápolis venceu de virada, o Taubaté por 2 a 1, pela terceira rodada da primeira fase.

Com a terceira vitória seguida, o Penapolense chegou aos 9 pontos e é o líder isolado da competição. Já o Taubaté perdeu a invencibilidade e uma vaga no G4, ficando em 5º lugar com 6 pontos.

Primeiro tempo sem grandes chances

Jogando em casa, o Taubaté foi quem comandou o começo da partida, criando boas chances e tendo mais oportunidades de abrir o marcador. A chance mais clara foi com Raniel que recebeu ótimo passe e bateu forte, a bola acabou passando por toda a área, sem encontrar ninguém do time do Vale do Paraíba.

A resposta do Penapolense veio aos 21 minutos, quando Tauã apareceu bem e bateu forte, exigindo boa defesa do goleiro Fábio.

Vira, virou!

No começo da segunda etapa, o Burro da Central saiu logo na frente, aos 4 minutos, Thiago cometeu pênalti em Nathan. Na cobrança, Flávio Carioca bateu sem chances, fazendo 1 a 0 para o time da casa.

A alegria do time da casa durou só cinco minutos, Matheus Humberto aproveitou o vacilo da zaga e bateu forte, o atacante ainda contou com uma ajudinha do goleiro, que viu a bola morrer no fundo das redes, 1 a 1.

Com o empate, os dois times partiram para o ataque e tiveram chances de vencer a partida. O Taubaté criou ótima chance com Gustavinho que parou no goleiro. Depois foi a vez de Leandro Love fazer ótima jogada e acertar a trave, na sequência, Branquinho parou no goleiro do time da casa.

De tanto insistir, Leandro Love conseguiu deixar o dele. Aos 23 minutos, o camisa 9 recebeu ótimo cruzamento e antecipou à zaga, matando o goleiro adversário e virando a partida em Taubaté, 2 a 1 para o CAP.

Em desvantagem, o time da casa foi para o abafa nos minutos finais da partida, tentando encontrar pelo menos o gol de empate. Mas antes do final da partida, Bruno Ré foi expulso e complicou a vida do time da casa, que com um homem a menos sofreu para criar novas chances.

Próximo jogo

O Penapolense volta a campo no próximo domingo, às 10h, quando recebe o São Bernardo diante da sua torcida, no Tenentão.

Confira o que mudou na Série A2 do Paulistão para 2016

A edição do Campeonato Paulista – Série A2 passará por mudanças no regulamento a partir de 2016, isso foi definido no arbitral que aconteceu na semana passada na sede da Federação Paulista de Futebol, com votação da maioria dos clubes sobre as mudanças.

A primeira mudança significativa é o número de acesso, se até 2015 eram 4 clubes que garantiam o acesso, ano que vem serão apenas 2. Além disso, o número de rebaixados sobe de 4 para 6, aumentando a preocupação dos clubes menores.

Outra mudança foi na fórmula de disputa, saem os pontos corridos e volta o “mata-mata”- a primeira fase será em turno único, com 19 rodadas, os 8 melhores se classificam para as oitavas, depois quartas e semis, os dois finalistas estarão na Série A1 em 2017. As quartas e semifinais serão disputadas em duas partidas, já a final será partida única (no dia 8 de maio).

O que continua igual é o limite de 28 jogadores inscritos por equipe (25 jogadores de linha e três goleiros). O prazo para inscrição é no dia 4 de março, ou seja, antes da décima rodada.

O calendário dos jogos só deverá ser divulgado em dezembro, um mês antes do inicio da competição.

Outra mudança que segue o que foi definido na Série A1 é que os técnicos só poderão trabalhar em um clube daquela divisão, evitando a troca de técnicos dentro da mesma série.

Dezenove clubes estão confirmados na Série A2 em 2016, 11 já disputaram a competição em 2015 (Atlético Sorocaba, Batatais, Guarani, Independente, Monte Azul, Paulista, Rio Branco, Santo André, São Caetano, União Barbarense e Velo Clube); quatro foram rebaixados da elite (Bragantino, Marília, Penapolense e Portuguesa) e quatro clubes que conseguiram o acesso (Barretos, Juventus, Taubaté e Votuporanguense).

A última vaga está entre Mirassol e Água Santa – o time de Diadema conseguiu o acesso, mas está com problemas em seu estádio e pode ficar de fora por não ter o número mínimo de lugares para receber jogos da Série A1 e assim pode continuar na Série A2, se não entregar os laudos necessários para a Federação.