Depois do luto, Penapolense é goleado em casa pelo XV de Piracicaba

andré cunha.jpg

André Cunha foi um dos destaques do XV diante do CAP (Foto: Divulgação/XV de Piracicaba)

Jogando em casa neste sábado (12), o Penapolense recebeu o XV de Piracicaba pela 8ª rodada da Copa Paulista e acabou goleado em casa por 5 a 0. Para o time visitante marcaram André Cunha, Tito, Bruninho, Rafael e Hugo. O time de Penápolis fez o primeiro jogo depois da tragédia com seu treinador, Claudemir Peixoto, que perdeu seus dois filhos depois de um acidente automobilístico.

Apesar da derrota, o CAP continua na 4ª posição, com 7 pontos, já o XV chegou aos 16 pontos e é o líder isolado do Grupo A da Copa Paulista.

Na entrada em campo, os jogadores do Penapolense fizeram uma homenagem ao treinador e entraram em campo com camisas com as fotos dos filhos do treinador e uma faixa com os dizeres: “Que Deus seja capaz de transformar a dor da perda em uma saudade serena”. Além disso, o treinador foi abraçado por todos os jogadores antes do apito inicial e ficou bastante emocionado na hora que foi respeitado um minuto de silêncio.

CAP começa perdido e XV abre 3 a 0

Jogando em casa, o Penapolense não conseguiu segurar a pressão do XV. Os destaques do time de Piracicaba no começo do jogo eram André Cunha e Crystian, dois jogadores que estavam no CAP no Paulistão da Série A2. E esse entrosamento que vinha desde a época que atuavam com a camisa do Penapolense deu resultado aos 6 minutos, depois de boa jogada da dupla, Crystian cruzou e encontrou Hugo sozinho, para abrir o placar para o XV.

Aos 16 minutos, apareceu a “Lei do Ex”, a bola foi rebatida pela zaga do CAP e na sobra, André Cunha marcou um belo gol, de primeira, acertando o ângulo do goleiro capeano.
Buscando a reação, o CAP conseguiu um pênalti, depois que Caxito foi derrubado na área por Hugo. Na cobrança, Dimba bateu mal e viu o goleiro Matheus fazer boa defesa e evitar o gol do time da casa.

Depois do pênalti perdido, o CAP sentiu o golpe e viu o XV fazer o 3º gol ainda no primeiro tempo. Aos 36 minutos, Rafael Gomes aproveitou o cruzamento de Samuel e de carrinho, fez 3 a 0 para o time visitante dentro do Tenentão quase vazio, com apenas 226 pagantes.

XV amplia e CAP não reage

Depois de um primeiro tempo muito superior, o XV não diminuiu o ritmo e foi em busca de mais gols. Já o CAP buscava reagir e buscava neutralizar a pressão do XV.

Mas o time visitante foi mais eficiente, aos 18 minutos, Tito aproveitou a falha da zaga do CAP e bateu forte para fazer o quarto gol do XV em Penápolis. No final do jogo, Bruninho aproveitou bem o espaço e puxou contra-ataque, driblou o goleiro e matou o jogo com o quinto gol, dando números finais à partida.

Próximos jogos

O Penapolense volta a campo no próximo sábado (19), quando vai até Bauru enfrentar o Noroeste, às 16h, pela 9ª rodada. Já o XV está de folga e só volta a campo no dia 26 de agosto, para enfrentar o Noroeste, em casa, pela 10ª rodada da Copa Paulista.

Anúncios

Penapolense é derrotado na estreia da Copa Paulista pelo XV de Piracicaba

cap e xv.jpg

Penapolense perdeu para o XV por 1 a 0 na estreia da Copa Paulista (Foto: Michel Lambstein/XV de Piracicaba)

Jogando nesta segunda-feira (3), Penapolense e XV de Piracicaba fizeram sua estreia na Copa Paulista 2017. E o atual campeão garantiu a vitória por 1 a 0, gol de Tito.

Com o resultado, o time de Piracicaba assumiu a liderança do Grupo 1 junto com a Ferroviária, de Araraquara, que também possui três pontos; já o Penapolense é o lanterna.

Tito abre o placar para o XV

Mesmo jogando fora de casa, o Penapolense partiu para o ataque no começo da partida, assustando o time de Piracicaba. O XV começou a tomar conta do jogo aos 13 minutos, com a primeira boa chegada, Léo Carvalho fez boa jogada e tocou para Bruninho, que bateu cruzado e viu a zaga afastar o perigo.

O ritmo do jogo caiu e só voltou a esquentar aos 30 minutos, quando Tito fez ótima jogada individual e bateu no canto esquerdo para abrir o placar para o XV.

Em vantagem no placar, o time da casa continuou atacando e aos 39 quase ampliou, com belo chute de Léo Carvalho, que parou na mão do goleiro Clayton.

Aos 43, Tito apareceu bem e deu belo passe para Bruninho que quase fez o segundo. Antes do apito final, Tito driblou dentro da área e parou no goleiro Clayton.

Penapolense tenta, mas XV garante a vitória

Depois do intervalo, o time de Claudemir Peixoto voltou melhor e pressionou o time da casa e criou boas chances de empatar. Aos 6 minutos, Dwann fez o gol do CAP, mas o gol foi anulado por posição irregular.

Aos 26 minutos, Luís Henrique tocou com a mão na bola e tomou o segundo amarelo – o primeiro foi depois de dar uma lambreta no zagueiro e revidar um empurrão.

O jogo continuou equilibrado, com os dois times tentando criar boas chances. Aos 28 minutos, Tito tocou para Bruninho que passou para Bruno Formigoni, que bateu por cima do gol.

Um minuto depois, Caxito bateu de fora da área e quase marcou um golaço para o CAP.

O CAP continuava alçando bolas na área em busca do empate, mas Pasinato e os zagueiros conseguiam evitar maiores problemas. E o jogo acabou mesmo 1 a 0 para o time da casa.

Próximo jogo

O Penapolense volta a campo no próximo sábado, às 18h30, diante do Noroeste, no Tenentão, pela segunda rodada. Já o XV está de folga na próxima rodada e só volta à campo no outro sábado (15), também diante do Noroeste, mas em Bauru.