Confira o que mudou na Série A2 do Paulistão para 2016

A edição do Campeonato Paulista – Série A2 passará por mudanças no regulamento a partir de 2016, isso foi definido no arbitral que aconteceu na semana passada na sede da Federação Paulista de Futebol, com votação da maioria dos clubes sobre as mudanças.

A primeira mudança significativa é o número de acesso, se até 2015 eram 4 clubes que garantiam o acesso, ano que vem serão apenas 2. Além disso, o número de rebaixados sobe de 4 para 6, aumentando a preocupação dos clubes menores.

Outra mudança foi na fórmula de disputa, saem os pontos corridos e volta o “mata-mata”- a primeira fase será em turno único, com 19 rodadas, os 8 melhores se classificam para as oitavas, depois quartas e semis, os dois finalistas estarão na Série A1 em 2017. As quartas e semifinais serão disputadas em duas partidas, já a final será partida única (no dia 8 de maio).

O que continua igual é o limite de 28 jogadores inscritos por equipe (25 jogadores de linha e três goleiros). O prazo para inscrição é no dia 4 de março, ou seja, antes da décima rodada.

O calendário dos jogos só deverá ser divulgado em dezembro, um mês antes do inicio da competição.

Outra mudança que segue o que foi definido na Série A1 é que os técnicos só poderão trabalhar em um clube daquela divisão, evitando a troca de técnicos dentro da mesma série.

Dezenove clubes estão confirmados na Série A2 em 2016, 11 já disputaram a competição em 2015 (Atlético Sorocaba, Batatais, Guarani, Independente, Monte Azul, Paulista, Rio Branco, Santo André, São Caetano, União Barbarense e Velo Clube); quatro foram rebaixados da elite (Bragantino, Marília, Penapolense e Portuguesa) e quatro clubes que conseguiram o acesso (Barretos, Juventus, Taubaté e Votuporanguense).

A última vaga está entre Mirassol e Água Santa – o time de Diadema conseguiu o acesso, mas está com problemas em seu estádio e pode ficar de fora por não ter o número mínimo de lugares para receber jogos da Série A1 e assim pode continuar na Série A2, se não entregar os laudos necessários para a Federação.

Anúncios

De virada, Penapolense vence Nacional e garante liderança do Grupo 07

Jogando neste domingo (18) em São Paulo no estádio Nicolau Alayon, o Penapolense venceu o Nacional por 3 a 1, com gols de Dimba (2) e Kesley; Jorge Mauá descontou para o time da casa. Os dois times se classificaram para o “mata-mata”, o Naça foi um dos 2 melhores 3º colocados. Já o time de Penápolis terminou na liderança com 11 pontos.

Mauá coloca o Nacional em vantagem

Jogando em casa, o Nacional partiu para o ataque e tentava ter a posse de bola para furar a zaga capeana.

Em jogo equilibrado, Ricardo foi o primeiro a ter uma boa chance e por pouco não abriu o placar para o Penapolense. Caio respondeu e viu a bola passar perto do gol do goleiro Samuel.

Apesar de dominar o primeiro tempo, o time da casa só teve chance clara aos 41 minutos, quando Jorge Mauá pegou de primeira e surpreendeu o goleiro Samuel Pires, que estava adiantado e fez um belo gol, abrindo o placar para o Nacional.

Depois do gol, o Nacional cresceu e por pouco não ampliou o placar antes do intervalo, mas parou na boa marcação do Penapolense.

Dimba brilha e CAP garante a vitória

O CAP voltou disposto a vencer e mudou a forma de jogar. E a diferença apareceu logo no primeiro minuto, quando Dimba deu um chapéu no goleiro Carlão, mas foi travado por Jairo. O Nacional tentava garantir o resultado e se segurava como podia.

Mas aos 10 minutos, Dimba não desperdiçou, bateu de fora da área e venceu o goleiro Carlão, empatando a partida.

Com o empate, o Nacional foi para o ataque e abriu espaço para o time do técnico Paulinho Kobayashi. Caio fez boa jogada e cruzou para Jorge Mauá, que bateu a queima roupa e viu Samuel Pires fazer uma excelente defesa e garantir o empate.

Aos 26 minutos, Kesley bateu de fora da área e viu o goleiro Carlão não alcançar, virando a partida para o CAP.

E antes do apito final, Dimba apareceu de novo e fez 3 a 1 para o Penapolense, garantindo a liderança do Grupo 07.

Próxima fase

Com a liderança do grupo, o Penapolense vai enfrentar o Independente – com a vantagem de definir a vaga em casa, jogando no Tenentão. O calendário deve ser divulgado essa semana.

O Classificado do confronto entre Penapolense e Independente enfrenta o vencedor de Linense e Nacional. Do outro lado da chave, o vencedor de União Barbarense e Rio Branco enfrenta o vencedor de Mirassol e Ituano.

Confira os confrontos do mata-mata:

Linense x Nacional

Penapolense x Independente

União Barbarense x Rio Branco

Mirassol x Ituano

Marcelo salva nos acréscimos e o Penapolense vence o União Barbarense por 2 a 1

O Penapolense continua fazendo boa campanha no Paulistão 2013, depois de ser derrotado na última rodada pela Ponte Preta, o time recebeu o União Barbarense por 2 a 1 e chegou a 3ª posição (provisória).

O jogo começou com o Penapolense atacando e o União se defendendo e esperando as chances de contra ataque. A correria deu resultado, aos 7 minutos, Guaru cobrou escanteio, Gualberto desviou e Magrão desviou no meio da área, fazendo 1 a 0 para o CAP. O time continuou criando boas chances mas não conseguiu ampliar o placar até o fim dos primeiros 45 minutos.

O começo do segundo tempo foi de susto para a torcida capeana, que viu Itaqui empatar logo aos 6 minutos, depois de um chute de fora da área que desviou no zagueiro Gualberto e “matou” o goleiro Marcelo.

Aos 18 minutos, Silvinho recebeu passe de Gualberto, entrou na área e bateu cruzado, sem chances para o goleiro, fazendo 2 a 1 para o Penapolense. O time da casa continuou pressionando e perdeu várias chances. O “castigo” veio aos 45 minutos, quando Gualberto cometeu pênalti em Júnior Goiano, o atacante mesmo cobrou mas parou no goleiro Marcelo, que defendeu a cobrança e garantiu mais uma vitória do time de Penápolis.

A próxima partida será domingo, quando o Penapolense recebe o Atlético Sorocaba, às 5 da tarde.

CBF confirma e Paulistão dará duas vagas na Série D 2013

A Confederação Brasileira de Futebol confirmou nesta quarta-feira a participação de 40 equipes na Série D do Campeonato Brasileiro de 2013. Um oficio foi divulgado no site da entidade.

Chegou a ser anunciado que o torneio contaria com apenas 32 equipes, mas a redução infringiria o Estatuto do Torcedor, que possui um prazo para divulgação das equipes que iniciam a competição.

Como o regulamento da Série D de 2013 será o mesmo de 2012, a CBF confirmou duas vagas para os clubes paulistas, que deverão ficar com os melhores clubes do Paulistão – que não disputam nenhuma outra divisão nacional – este ano, a vaga ficou com Mogi Mirim e Mirassol. O Mogi garantiu o acesso a Série C.

Em 2013, 10 equipes vão disputar as duas vagas. Confira as equipes que buscam a vaga na última divisão nacional: Atlético Sorocaba, Botafogo, Ituano, Linense, Mirassol, Paulista, Penapolense, São Bernardo, União Barbarense e XV de Piracicaba.

Para 2014, a Confederação Brasileira de Futebol já confirmou que o número será reduzido para 32 equipes, com apenas uma vaga para os paulistas.