Penapolense busca empate contra Votuporanguense

Penapolense e Votuporanguense empataram em 1-1 (Foto: Assessoria CAV)

Penapolense foi até Votuporanga enfrentar a equipe da casa e conseguiu o primeiro ponto na Série A2 de 2019. O time de Penápolis empatou em 1-1 com a Votuporanguense na Arena Plínio Marin, pela terceira rodada. O gol do time da casa foi marcado por Wesley Natã, já Jefferson empatou para o CAP. 

Primeiro tempo prolongado 

O primeiro tempo foi atípico, sem chances claras e muito esforço por parte das duas equipes. E nesse jogo sem emoção, Thiago César sofreu uma pancada na costela e precisou ser encaminhado ao hospital, sem ambulância, o jogo ficou paralisado por 34 minutos. 

Quando a ambulância voltou, o jogo recomeçou mais movimentado, com o atacante Bruno Baio acertando o travessão de Samuel Pires. Bruno Baio voltou a incomodar antes do intervalo, mas o zagueiro salvou em cima da linha. O CAP teve a primeira chance já no finalzinho, quando Flankin cruzou com efeito e obrigou o goleiro Bruno Pianissola fazer ótima defesa. 

Jefferson salva o CAP da derrota 

O segundo tempo começou movimentado e logo aos 8 minutos o time da casa abriu o placar. Léo Santos cruzou e Wesley Natã subiu mais que a zaga para fazer 1-0 para o Votuporanguense. Em desvantagem, o CAP foi para cima e conseguiu o gol de empate aos 31 minutos, com Jefferson, o atacante recebeu na entrada da área e acertou um chute sem chances para o goleiro, deixando tudo igual. 

E o Votuporanguense só não conquistou a vitória por conta da trave que salvou o CAP, depois de uma ótima jogada, Léo Santos acertou a trave, na sequencia o árbitro apitou o fim do jogo. 

Próximos jogos 

O Penapolense volta a campo na próxima quarta-feira, no Tenentão, diante do Juventus, às 20h00. 

Anúncios

Mais uma! Penapolense perde para o Votuporanguense por 2 a 0

Na abertura do returno da Copa Paulista, o Penapolense recebeu o Votuporanguense e acabou derrotado, nesta sexta-feira, por 2 a 0, com gols de Bruno Baio e Léo Aquino.

Com a vitória, o CAV chegou aos 12 pontos e assumiu a vice-liderança do Grupo 1, com 1 ponto a menos que o Olímpia – que ainda entra em campo neste final de semana. Completam o G4, o Mirassol com dez pontos e o Novorizontino com cinco – o CAP é o 5º colocado com 4 pontos e o Batatais é o lanterna com apenas um ponto ganho.

Sem esforço

Jogando fora de casa, o Votuporanguense se sentiu à vontade e não teve muito trabalho para mostrar sua superioridade. Aos 10 minutos, Léo Aquino aproveitou uma falta próxima à área e bateu forte, sem chances para o goleiro Paes, que ainda viu a barreira abrir, tirando qualquer chance de defesa do arqueiro.

Com a vantagem no placar, o CAV continuou melhor e viu o Penapolense totalmente perdido em campo, sem conseguir passar do meio campo. E o segundo gol surgiu aos 17 minutos, Kennedy fez boa jogada e tocou para Bruno Baio, que ganhou da defesa e bateu sem chances para o goleiro, fazendo 2 a 0.

Depois de sofrer o segundo gol, o CAP tentou criar chances, mas parava na boa marcação do time visitante e também nos erros de passe do seus jogadores. Antes do apito final do primeiro tempo, o Votuporanguense ainda teve três boas chances, que pararam no goleiro Paes.

Segurando o resultado

Em desvantagem, o Penapolense tentou voltar mais ofensivo para a segunda etapa, mas continuava parando nos próprios erros e pouco ameaçava o goleiro visitante. Já o CAV segurava a bola e fazia o tempo correr, garantindo mais uma vitória.

Aos 17 minutos, o CAP chegou a assustar, Wellington Melo recebeu dentro da área e tentou um voleio, mas a bola saiu na linha lateral. Depois foi a vez de Fandinho aproveitar cruzamento e assustar o goleiro visitante. Já no finalzinho, Kennedy recebeu passe de Bruno Baio e por pouco não fez o terceiro dos visitantes.

Próximo jogo

O Penapolense volta a campo no dia 9 de setembro, em Batatais, às 10 horas, para enfrentar o time da casa.

Em casa, CAP perde para o Votuporanguense e tem invencibilidade quebrada

votuporanguense .jpg

Penapolense vai mal e perde a primeira na Série A2 (Foto: Silas Reche/CA Penapolense)

Jogando diante da sua torcida pela 5ª rodada da Série A2 do Paulistão, o Penapolense foi mal e acabou derrotado pela Votuporanguense por 2 a 1. Essa foi a primeira derrota do time comandado por Thiago Oliveira na competição. Com a derrota, o CAP continuou com 10 pontos, agora na terceira posição, enquanto que o CAV chegou a nove pontos e pulou para 7º lugar na classificação.

Votuporanguense começa melhor e sai na frente

Jogando em casa, o Penapolense era quem tinha a obrigação de buscar o jogo e sofria com os passes errados depois do meio campo. Já o Votuporanguense se fechou e buscava a velocidade de seus atacantes para tentar surpreender. Foi assim que o time visitante criou as melhores chances.

A primeira boa chance veio aos 34 minutos, quando Fio fez ótimo lançamento para Adriano Paulista, que driblou o zagueiro e acabou derrubado pelo goleiro Velloso. Na cobrança, Fio bateu forte, o goleiro acertou o canto e fez ótima defesa, mas no rebote Daniel completou para o gol, fazendo 1 a 0 para o time de Votuporanga.

Com a vantagem no placar, o CAV se fechou ainda mais e viu o CAP sofrer com a falta de criação no meio campo, a situação ficava complicada para o time da casa que não conseguia criar boas chances para empatar. E o castigo veio ainda no primeiro tempo, Elvinho fez ótima roubada de bola e lançou para Adriano Paulista que bateu cruzado, sem chances para o goleiro Velloso, fazendo 2 a 0 para os visitantes.

CAP desconta no final, mas perde a primeira

Depois do intervalo, o Penapolense partiu para o ataque para tentar descontar logo no início da partida, mas o time continuava esbarrando na boa marcação do adversário e nos erros de passe.

Já o Votuporanguense administrava a partida e se segurava lá atrás, sem dar muito espaço para o ataque capeano.

Mesmo lutando muito, o CAP só conseguiu o gol de honra aos 46 minutos, quando uma bola foi cruzada na área e Coppetti colocou no fundo das redes, fazendo 2 a 1.

Na base do abafa, o time da casa até tentou, mas não conseguiu o empate e conheceu a primeira derrota na competição.

Próximo jogo

O Penapolense volta a campo na sexta-feira de Carnaval, o time de Penápolis enfrenta o Oeste, na Arena Barueri, pela 6ª rodada da Série A2, às 19h.

Penapolense goleia o Votuporanguense e dispara no Grupo 01

Na abertura da rodada do Grupo 01, o Penapolense recebeu o Votuporanguense no Tenentão e venceu por 4 a 0; com gol de Robert (2x), Caíque e André Cunha.

Com mais três pontos, o time de Penápolis disparou na liderança do grupo, abrindo 5 pontos do Votuporanguense, que ainda é vice-líder com 12 pontos. O estádio capeano recebeu mais de 1600 torcedores que apoiaram o time da casa.

SEM TEMPO PARA RESPIRAR

O Penapolense entrou em campo ligado em campo com 17 minutos já estava vencendo por 3 a 0. Aos 3 minutos, Robert aproveitou a falha da zaga e fez 1 a 0 para o time da casa. 9 minutos depois, Robert apareceu de novo e fez 2 a 0.

Aos 17 minutos, Caíque aproveitou o cruzamento e bateu sem chances, fazendo 3 a 0, sem chances para o goleiro do time visitante.

E o Penapolense só não ampliou o placar por conta da grande atuação de Gatti que fez pelo menos duas grandes defesas e evitou uma goleada ainda no primeiro tempo.

A única chance do Votuporanguense aconteceu aos 45 minutos, quando Paulo Josué recebeu dentro da área e bateu fraco para defesa de Renan.

CAP AMPLIA VANTAGEM

Na etapa complementar e com o resultado praticamente definido, o CAP tocou a bola e tentou explorar os contra-ataques, e para coroar a bela apresentação, André Cunha fez um belo gol aos 10 minutos, de cobertura, após perceber que Gatti estava adiantado.

Depois do 4º gol, o Penapolense diminuiu o ritmo e só administrou a partida, ainda assim, Pimenta quase fez o quinto, a bola passou rente a trave.

No final da partida, a torcida do Penapolense chegou a gritar olé quando a equipe da casa tocava a bola.

PRÓXIMOS JOGOS

O Penapolense volta a campo no dia 6, fora de casa, diante do Mirassol, às 20h00. Já o Votuporanguense entra em campo no sábado, às 15h00, em Marília para enfrentar o time da casa.