Em casa, Penapolense vence o XV de Piracicaba e entra no G4

17097796_1696065463742284_6164156249897469209_o

Jogando no Tenentão, CAP venceu o XV de Piracicaba por 2 a 0 e chegou ao G4 (Foto: Silas Reche/CA Penapolense)

Jogando no Tenentão, o Penapolense fez o dever de casa e venceu o XV de Piracicaba por 2 a 0, com gols de André Cunha e Thiago Moura. Com o resultado, o time de Penápolis entra no G4, até o confronto entre Batatais e São Caetano, neste domingo, às 16h00.

Com a vitória, o CAP chegou aos 16 pontos e chegou ao 4º lugar, já o XV continua com 11 pontos na 11ª posição.

CAP domina a partida

O time da casa começou bem e dominou o primeiro tempo. Em busca de mais uma vitória, o CAP pressionou o XV e não deixou o time visitante gostar do jogo. E o primeiro gol não demorou para sair. Com quatro minutos, Léo Carvalho cobrou escanteio na cabeça de Thiago Moura, que subiu sozinho e fez 1 a 0 para o time de Penápolis.

Apesar da vantagem, o Penapolense não diminuiu o ritmo e continuo pressionando e por pouco não ampliou com Leandro Love.

O XV chegou com perigo aos 25 minutos, com Marcos Vinicius, que cabeceou forte e parou na ótima defesa de Samuel Pires.

O CAP continuou no ataque e Leandro Love teve outra chance depois de passe de Léo Coelho, mas acabou travado na hora do chute. Na sequência, o Penapolense acertou o travessão depois de uma boa tabela de Altino e Fio, o atacante chutou na saída de Veloso e por pouco não ampliou o placar.

No último lance da primeira etapa, André Cunha apareceu bem, e o XV escapou graças ao desvio da zaga.

 

Penapolense amplia e chega no G4

Apesar do intervalo, o jogo continuou o mesmo, o ataque do Penapolense contra a defesa do XV. Com cinco minutos, André Cunha teve outra ótima chance e só não ampliou graças ao desarme de Clayton. Altino ainda teve boa chance, mas perdeu a chance.

Depois dos 15 minutos, o Penapolense continuava atacando e o XV apenas se defendia. Fio teve ótima chance de fazer o segundo, mas parou em ótima defesa de Veloso. Depois foi Léo Coelho quem perdeu ótima chance.

O XV de Piracicaba teve a melhor chance com Gilsinho, que de fora da área, acertou belo chute e viu Samuel Pires fazer boa defesa.

Pouco depois, André Cunha invadiu a área e foi derrubado por Romarinho. O camisa 10 foi para a cobrança e fez 2 a 0 para o Penapolense.

Com o segundo gol, o XV não conseguiu reagir e viu o time de Penápolis manter a vantagem na partida.

Próximos jogos

O Penapolense volta a campo às 15h no próximo sábado, contra o Água Santa, em Diadema. Já o XV de Piracicaba terá duelo contra o Rio Claro, fora de casa, no domingo, às 16h. As duas partidas valem pela 10ª rodada da Série A2.

Anúncios

Penapolense vence o XV de Piracicaba por 2 a 0 e conquista a 3ª vitória no Paulistão

O Penapolense surpreendeu mais uma vez e chego a 3ª vitória no Paulistão, o time venceu o XV de Piracicaba por 2 a 0 e se garantiu no G8 por mais uma rodada. Com o resultado, o time de Penápolis chega aos nove pontos, enquanto isso, o XV fica com quatro pontos.

O primeiro tempo começou com a “correria” típica do time da casa, que jogando com o apoio da torcida queria abrir o placar logo no começo do jogo, e a pressão inicial deu resultado, aos 8 minutos, depois de cruzamento de Rodrigo Biro, Cesinha tentou cortar e acabou colocando para dentro do gol, fazendo 1 a 0 para o Penapolense. Os dois times continuaram perdendo boas chances, até que aos 39 minutos, Rodrigo Biro tomou o 2º cartão amarelo por simulação e foi expulso. Com a mais, o XV tentou empatar ainda no final do primeiro tempo, mas esbarrou em uma atuação segura dos zagueiros do Penapolense e do goleiro Marcelo.

No segundo tempo, o XV aproveitou a vantagem numérica e foi para cima, e por pouco não empatou, primeiro com Diego Silva e depois com Paulinho. Depois de fazer algumas substituições, e tirar Fio e colocar o atacante Silvinho, o técnico Edison Só viu o estreante receber belo passe e cruzar na cabeça de Guaru, que sozinho, fez 2 a 0 para o Penapolense e chegou aos mesmos quatro gols de Neymar, na artilharia do Paulistão.

Logo depois de sofrer o gol, o XV ainda teve o volante Adilson Goiano expulso depois de tomar o segundo cartão amarelo. Com 10 para cada lado o jogo ficou mais equilibrado e com mais chances de gols, apesar de criar boas chances, o placar permaneceu o mesmo até o apito final.

Depois do apito final, uma confusão entre o lateral Luis Felipe (Penapolense) e o atacante Léo Mineiro (XV de Piracicaba) acabou resultado na expulsão do jogador do time de Penápolis.

O Penapolense volta a campo no próximo sábado, diante da Ponte Preta, no estádio Moisés Lucarelli, às 19h30.