Fora de casa, Penapolense empata com Batatais e rebaixa o adversário

O Penapolense se despediu da Série A2 diante do Batatais, fora de casa. O empate em 1 a 1 acabou rebaixando o time da casa e aumentando a série de jogos sem vitória do time de Penápolis para 6.

Com o resultado, o Penapolense chegou a 20 pontos e ficou na nona colocação, enquanto isso, o Batatais chegou aos 10 pontos e terminou na lanterna da Série A2.

Penapolense sai na frente

Já sem chances de classificação para as semifinais, o Penapolense tentou terminar a participação com vitória. Já o Batatais ainda sonhava em se livrar da Série A3 e foi para o ataque desde o primeiro minuto.

Apesar do domínio do time da casa, o CAP saiu na frente aos 50 minutos, com Yamada, que contou com falha do goleiro para abrir o placar.

Batatais empata e é rebaixado

Precisando da vitória para tentar se livrar do rebaixamento, o Batatais partiu para o ataque e esbarrou nos próprios erros de passe e finalizações.

O time da casa deu esperança aos torcedores que estavam no estádio aos 31 minutos, quando Medina empatou a partida.

Depois disso, o Fantasma bem que tentou, mas não conseguiu aproveitar as chances e acabou rebaixado em casa.

 

 

Anúncios

Penapolense luta, mas é derrotado no final contra a Lusa

Nesta segunda-feira, o Penapolense recebeu a Portuguesa e saiu derrotado por 3 a 2 pela 12ª rodada do Campeonato Paulista da Série A2.

Com a derrota, o CAP perdeu a chance de retornar ao G4 da competição, e ficou em sétimo com 19 pontos, 2 a menos que o Nacional.

Já a Portuguesa quebrou uma série de dez jogos sem vencer e pulou para a 12ª posição, com 11 pontos, 2 a mais que o Osasco Audax.

Lusa sai na frente

Jogando em Penápolis, a Lusa precisava da vitória para tentar fugir da Série A3. Jogando com uma tática bem definida, o time do Canindé conseguiu anular o camisa 10 do CAP e aproveitou as poucas chances que teve para abrir o placar no Tenentão.

Apesar da pressão do time da casa, o primeiro gol foi da Portuguesa aos 30 minutos, depois de cobrança de falta de Pereira, a bola desviou na barreira e matou o goleiro Thiago Passos.

O CAP mudou ainda no primeiro tempo, com Matheus Humberto e Jefferson Maranhão entrando e mudando o ritmo do time, que começou a criar, mas esbarrava na marcação da Lusa.

CAP vira e deixa Lusa virar

Voltando melhor para o segundo tempo, o Penapolense começou melhor e teve a primeira chance aos 14 minutos com Leandro Love que parou em ótima defesa. 3 minutos depois não teve jeito, Dênis Neves cruzou e Leandro Love dominou e bateu forte, empatando a partida.

Com o empate, o time da casa se animou e não demorou para conseguir o gol da virada, Renato Xavier recebeu ótimo passe e tocou para Jefferson Maranhão, que acertou belo chute e virou a partida no Tenentão.

Depois de tomar a virada, a Lusa voltou a buscar o ataque e por pouco não empatou em chute de Gabriel, que viu Thiago Passos fazer ótima defesa. Aos 36 minutos, Thiago recebeu belo passe e tocou por cima do goleiro capeano, empatando a partida em 2 a 2.

Com o empate, a Lusa se animou e foi para cima em busca dos três pontos. E nos acréscimos, Pereira cruzou da direita para Luiz Thiago que de cabeça colocou números finais e garantiu a vitória da Portuguesa por 3 a 2.

Próximo jogo

Na próxima rodada, o Penapolense vai até Campinas enfrentar o Guarani e continuar sonhando com a vaga na semifinal. O jogo será no domingo às 10 horas.

Penapolense é goleado pelo Nacional em SP

Jogando em São Paulo, o Nacional goleou o Penapolense por 6 a 0 pela 11ª rodada do Campeonato Paulista da Série A2.

Com a vitória, o Naça assumiu a vice-liderança com 20 pontos, dois a menos que o São Bernardo. Já o Penapolense caiu para quinto com 19 pontos e com pior saldo de gol.

Nacional começa arrasador

Jogando com apoio da sua torcida e explorando os erros do adversário, o Nacional começou avassalador e abriu a vantagem logo aos 6 minutos, depois de uma falha de Dênis Neves, Bruno Xavier teve tempo de deslocar o goleiro e fazer 1 a 0 para o time da casa.

Aos 18 minutos, novamente a zaga do CAP bobeou e Bruno Xavier marcou o segundo do time da casa, 2 a 0.

Aos 20 minutos foi a vez de Emerson Mi marcar o terceiro do time da casa. E 4 minutos depois, Bruno Nunes fez o 4º do Nacional e definiu a partida, ainda no primeiro tempo.

CAP tenta reagir, mas é goleado

O Penapolense voltou diferente no segundo tempo, depois de tomar 4 a 0 no primeiro tempo. Em busca de diminuir a vantagem do time da casa, o CAP se lançou ao ataque e abriu espaço para o contra-ataque do time da casa.

Aos 8 minutos, o CAP chegou com Branquinho que tocou para Coppetti que acertou a trave do goleiro do time da casa.

Com muito espaço, Naldinho tabelou com Emerson Mi que trocou para Thiago Santos que fez o 5º do Nacional.

Aos 36 minutos, veio o 6º gol do time casa, Bruno Nunes tentou duas vezes e parou no goleiro, na terceira tentativa, Luiz Henrique tocou e fez 6 a 0.

Próximo jogo

Buscando a reabilitação, o Penapolense recebe a Portuguesa, em casa, na próxima segunda-feira (12), às 20 horas, no Tenentão, pela 12ª rodada da Série A2 do Paulistão.

Penapolense vira pra cima do Rio Claro e continua no G4

O Penapolense foi até Rio Claro na estreia do time da casa no seu estádio, que foi liberado nesta nona rodada. O time visitante venceu de virada por 2 a 1.

Com a vitória, o CAP continua no G4, com 18 pontos, em terceiro lugar. Já o Rio Claro continua com 12 pontos e está na zona intermediária. Foi a quarta vitória em cinco jogos do Penapolense fora de casa nessa Série A2.

Rio Claro pressiona e sai na frente

Jogando com o apoio da torcida pela primeira vez na competição, o Rio Claro teve um começo de jogo empolgante. Antes do primeiro minuto, Kadu Barone acertou a trave do goleiro capeano. Depois disso, o Rio Claro ainda criou três boas oportunidades antes dos dez minutos de jogo.

O gol do time da casa saiu aos 18 minutos, Rafael Tavares deu ótimo passe e Gustavo Sapeka bateu forte na saída de Veloso, fazendo 1 a 0 para o time da casa.

O CAP teve a primeira chance apenas aos 34 minutos com Copetti, que cabeceou pra fora.

CAP vira e conquista mais uma vitória longe de Penápolis

No segundo tempo, o Rio Claro continuou melhor e por pouco não ampliou com Victor Sapo, que acertou a trave de Veloso. Na sequência, Matheus Humberto recebeu ótimo passe e bateu forte para defesa do goleiro dos donos da casa.

Victor Sapo novamente teve a chance de ampliar o placar, dentro da área, o atacante mandou para fora.

Aos 26 minutos, Leandro Love não perdeu a chance e empatou a partida depois de ótimo passe de Coppetti.

6 minutos depois, veio a virada do time visitante, Nilo acertou belo chute de fora da área, sem chance para o goleiro, fazendo 2 a 1 para o Penapolense.

No final da partida, o Rio Claro bem que tentou, mas não conseguiu furar o bloqueio do CAP e acabou derrotado em casa.

Próximo jogo

O Penapolense volta a campo no próximo sábado, às 19 horas, no Tenentão para enfrentar o Água Santa, pela décima rodada da Série A2 do Paulistão.

Penapolense e XV de Piracicaba ficam no 0 a 0

O Penapolense foi até Piracicaba enfrentar o XV, as duas equipes buscavam ficar mais próximas da semifinal da Série A2, mas o empate em 0 a 0, adiou o sonho das duas equipes.

Com o resultado, o CAP ficou em com 15 pontos, já o XV ficou com 12 pontos e é o 9º colocado.

Poucas chances e 0 a 0 no placar

Jogando em casa, o XV foi quem tomou a iniciativa da partida e criou as melhores chances. Já o Penapolense apostava no contra-ataque e em levar mais um bom resultado como visitante.

Com a pressão de jogar em casa, o time de Piracicaba teve duas boas chances, com Jean Pablo e Fabinho, mas nas duas finalizações, os atacantes foram mal, melhor para o time visitante. Já o CAP, só assustou com Coppetti, que cabeceou com perigo, mas não conseguiu abrir o placar.

0 a 0 se mantém até o fim

Na segunda etapa, o XV mais uma vez teve maior posse de bola e boas chances. A primeira com Everton e depois com Fraga, mas novamente, as finalizações não ajudaram os xvzitas, que não conseguiram abrir o placar.

Do lado capeano, Branquinho era o principal nome do time, que tentava nas bolas paradas e em chute de fora da área, mas também não conseguiu furar a defesa adversária.

Próximos jogos

O Penapolense volta à campo no próximo sábado para enfrentar o Rio Claro, fora de casa, às 18 horas.

Penapolense vacila e empata em casa com a Inter de Limeira

0002050294686_img.jpg

Penapolense e Inter de Limeira ficaram no 2 a 2 no Tenentão (Foto: João Vitor Fedato)

Jogando pela sétima rodada da primeira fase da Série A2, o Penapolense recebeu a Inter de Limeira no Tenentão, no único jogo dessa terça-feira de carnaval (13), e empatou por 2 a 2. Os gols do CAP foram marcados por Matheus Humberto e Branquinho, Moisés e Tom empataram para o time de Limeira. O time comandado por Thiago Olivera estava garantindo a liderança até o finalzinho da partida, quando sofreu o gol de empate e acabou ficando com a vice-liderança.

Com o empate, o CAP chegou aos 14 pontos e assumiu a vice-liderança, já a Inter foi a 11 pontos e está na 5ª posição.

Muita chuva e empate no placar

Debaixo de muita chuva, o Penapolense sofreu para encontrar sua forma de jogar e sofreu muito no começo da partida. Já a Inter de Limeira conseguiu entender melhor o estado do gramado e acabou ditando o ritmo no início da partida.

Enquanto o time visitante explorava as laterais e os cruzamentos na área, o CAP se segurava lá atrás e apostava nos contra-ataques para tirar o zero do placar.

Depois de duas boas chances dos visitantes com Moisés e Tom, o Penapolense conseguiu equilibrar a partida e partiu para o ataque. Ainda assim, a chance mais clara foi da Inter, aos 30 minutos, quando Éder Paulista acertou belo chute e viu Velloso fazer a primeira grande defesa da noite, evitando o gol.

E fazendo valer o velho ditado do futebol, aos 33 minutos, Matheus Humberto havia acabou de entrar no lugar do machucado Gersimar, apareceu de cabeça para abrir o marcador no Tenentão, para a alegria da torcida capeana, fazendo 1 a 0 para o Penapolense.

Atrás do placar, a Inter partiu para o ataque no final do primeiro tempo e conseguiu o empate aos 40 minutos, com Moisés, após cruzamento de Vinícius Pedalada, deixando tudo igual em Penápolis, 1 a 1.

Gol no final tira a liderança do CAP

Depois do intervalo as duas equipe voltaram em busca da vitória, mas tudo continuou igual ao primeiro tempo. A primeira grande chance veio com Zé Mateus, que obrigou Velloso a fazer a segunda bela defesa da noite e evitar a virada da Inter.

O time da casa trocava passes, mas tinha muita dificuldade de criar boas chances de gol. O cenário mudou aos 21 minutos, quando Jussandro encontrou Branquinho na entrada da área, o camisa 10 bateu colocado sem chances para o goleiro, fazendo 2 a 1 para o Penapolense.

Em vantagem no placar, o CAP voltou a se fechar e explorar os contra-ataques. Num lance, o volante Felipe Alves sentiu a lesão, mas o Penapolense já havia feito as três alterações – o time da casa ficou com um a menos tentando segurar a pressão do time de Limeira.

De tanto insistir, a Inter conseguiu o empate aos 40 minutos, Tom bateu forte, a bola desviou na zaga e enganou o goleiro Velloso, deixando tudo igual no Tenente Carriço, 2 a 2.

Com um homem a mais, a Inter bem que tentou sair de Penápolis com a vitória, mas o time da casa conseguiu se segurar e se manteve no G4.

Próximo jogo

O Penapolense volta a campo no próximo fim de semana, o time vai até Piracicaba, no sábado, enfrentar o XV, às 17 horas.

Penapolense empata com Noroeste em jogo-treino

 

jogo treino edit.jpg

CAP ficou no 0 a 0 com o Noroeste no primeiro jogo-treino da pré-temporada (Foto: Assessoria/CA Penapolense)

Neste sábado (16), o Penapolense recebeu o Noroeste/SP no estádio Tenente Carriço para o primeiro jogo da pré-temporada, visando a preparação para a Série A2 do Paulistão. Jogando embaixo de um forte sol e muito calor, os dois times bem que tentaram, mas não saíram do 0 a 0.

O time de Penápolis terá mais amistosos e jogos-treinos até a estreia na Série A2, no dia 17 de janeiro, em Penápolis, diante do Sertãozinho.

Para esse primeiro teste, o técnico Thiago Oliveira colocou em campo: Thiago Passos, Grafite, Marcelo, Nandinho e Denis; Felipe Alves, Tauã, Renato Xavier e Yamada; Love e Everton Sena. No decorrer do jogo foram feitas diversas alterações até para ritmo de jogo aos demais atletas do elenco.

nilo edit

Nilo chega do Espírito Santo para ser o homem gol do Penapolense (Foto: Divulgação)

Nilo e Geovane reforçam o ataque do CAP

Buscando fechar 25 jogadores para a disputa da Série A2, o Penapolense anunciou mais dois reforços para o ataque. Trata-se de Nilo, que estava no Espírito Santo e disputou a Série D pela equipe capixaba e Geovanne, que estava no Itabaiana/SE, mas já defendeu o São Caetano/SP, Mogi Mirim/SP e Náutico/PE.

Com as novas contratações, confira como está o elenco atualizado do Penapolense para a Série A2:

Goleiro:
Thiago Passos (ex-São Caetano/SP)
Velloso (ex-Novorizontino/SP)

Laterais:
Grafite (ex-Caldense/MG)
Dênis (ex-Guarani/SP)

Zagueiro:
Nino Santos (ex-futebol árabe)
Felipe Barros (remanescente)
Marcelo Bispo (ex-Linense/SP)
Thiago Gasparetto (ex- São Bernardo/SP)
Nandinho (não informado)

Volantes:
Renato (ex- Jataíense/GO)
Cleberson (remanescente)
Carlos Coppetti (ex-São Caetano/SP)
Felipe Alves (ex-América de Natal/RN)

Meias:
Erik Mamadeira (ex-São Bento/SP)
Lucas Mineiro (ex-Tombense/MG)
Yamada (ex-União Barbarense/SP)
Everton Sena (ex-Água Santa/SP)
Renato Xavier (ex-Anapolina/GO)

Atacantes:
Diego Lira (ex- Goiânia/GO)
Leandro Love (remanescente)
Malaquias (ex-Guarani/SP e Bragantino/SP)
Tauã (ex-Tombense/MG)
Geovane (ex-Itabaiana/SE)
Nilo (ex-Espírito Santo/ES)